terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Eba!

Mais uma oportunidade de ganhar um exemplar do livro "para Francisco". A Annie, de Pernambuco, está fazendo esta gentileza no blog dela. Para concorrer é muito simples. Que fofo, Annie. Um beijo pra você.

25 comentários:

A Borboleta disse...

Eu que te agradeço querida, seu livro é muito lindo, foi meu presente de natal alias meu presente de vida.
beijo em você no francisco, quero que mais pessoas tenham a oportunidade de ler estes ensinamentos delicados e precioso!

SENHORITA ALFACE CRESPA disse...

Ai meu Deus...!! POxa gente eu acabei de acordar e já acordo c lágrimas...isso é covardia...!!! Li seus posts e chorar foi tão natural como amar cada linha...!!! Parabéns por ter esta delicadeza no verbo...na escrita e na alma!!! Com certeza participarei deste concurso de Annie...Beijos!!!

.duas doses de desdém - Gui disse...

Já tô indo lá!!!!

Beijão, querida!!! amo teu blog!!!!!!!!!

GABI FEITEN disse...

Obrigada Cristiana!
Encontrei teu blog pelo de uma repórter que sou fã no Rio Grande do Sul.
Chorei tudo que estava trancado aqui..
E SIM O AMOR VERDADEIRO EXISTE!
E você e seu filhote são a prova disso.
Muita LUZ no seu caminho e de seu filho (Cisco,adorei!),que por sinal é um gatinho :D

Erika disse...

LindOOOOOO!!!!
Comprei o livro e o devorei em 1 dia!
Já recomendei a muiitas amigas, minha familia.
Chorei muiito, me sensibilizei muiito...nossa, de uma maneira simples vc consegui "traduzir" o amor.
Parabéns!

Juli disse...

Cris, já li o livro 2 vezes e não me canso!!! É bom demais!! Parabéns mais uma vez! Já dei de presente para uma amiga também!
Continue escrevendo e nos presenteando com seu exemplo de vida e de amor!
Beijos em você e no Cisco.
Juli - BH

Sempre em Trânsito disse...

Preciso aproveitar tal oportunidade! E cada vez que leio uma nova postagem desse blog me surpreendo com a habilidade de contextualização e criatividade.

Parabéns por este espaço!

Tiane disse...

estive na leitura outro dia e vi seu livro.. gostaria de conversar com vc, sobre como foi o trabalho para escreve-lo..
semana que vem compro seu livro. parabens viu? belo trabalho!

Paula Mota disse...

Cristiana, há temos que leio o blog, mas só agora resolvi deixar um comentário.
Lindo demais tudo o que você escreve e é impossível não se emocionar.
já estou providenciando o livro tb!
beijos

- mandy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
- mandy disse...

Nossa, adorei o blog...
E o legal é que encontrei por acaso.
Muito lindo os posts que eu li.
Depois vou voltar pra ler o resto.
Adicionei nos meus links, ok?
bjinhus;*

Anônimo disse...

Cris,,, ontem consegui encontrar seu livro aqui em Floripa,,, em 2 livrarias estava esgotado! E comprei viu?

Um grande beijo daqui, para vc e Cisco!

Ana Callado

BeL Albuquerque Churumellas disse...

Postei aqui tb...rs*

(permita-me)

Saudades...
por Clarice Lispector

" Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades...

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...

Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser...

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro...

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências...

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer!

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!

Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar,

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que...
não sei onde...
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades
Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês...
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,
só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria,
espontaneamente quando
estamos desesperados...
para contar dinheiro... fazer amor...
declarar sentimentos fortes...
seja lá em que lugar do mundo estejamos.

Eu acredito que um simples
"I miss you"
ou seja lá
como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!
De que amamos muito
o que tivemos
e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência..."

Erika Cerutti disse...

Olá, Cris.

Conheci seu blog faz pouco tempo, fuçando pelos blogs mais bacanas da internet, como o "Hoje eu vou assim", que eu gosto muito. Comecei a adorar os textos e vi que você tinha acabado de lançar um livro, e eu, como ainda gosto das coisas mais tradicionais, esperei o meu exemplar chegar para ler o que você escrevia ao invés de "devorar" o blog em meu horário de trabalho! Amei o livro, me emocionei, chorei, e estou recomendando para todos. Admiro sua coragem de externar seus sentimentos dessa forma. Sou jornalista e escolhi essa profissão exatamente por conta da minha paixão por escrever, mas nunca tive muita coragem para botar para fora os meus sentimentos, muitas vezes com medo de encará-los, e muito menos de publicá-los para conhecidos (e desconhecidos também) poderem ler.

Nunca perdi ninguém, tenho meus pais, avós, irmãos, então não posso realmente dizer que entendo toda essa confusão de sentimentos pela qual você passou nos últimos dois anos, mas mesmo assim sua escrita me tocou de uma maneira profunda, e tem me ajudado a lidar com diversas coisas dentro de mim. Sempre acreditei que escrever é a melhor e a mais bonita forma de se expressar, e você faz isso com maestria e muita sensibilidade.

Obrigada por deixar a porta da sua vida aberta para nós, leitores de seu blog e de seu livro, sua história é inspiradora!

Super beijo!

Tayane Sampaio disse...

Te premiei

mARINA mONTEIRO disse...

LI SEU BLOG E ME INSPIREI.
ESCREVI SOBRE SAUDADE HOJE, O LADO BOM DA SAUDADE...

Roberta Boromello disse...

Olá, é a primeira vez q entro no blog e confesso que me emocionei muito com tudo q li.
É fantástica a forma q vc lida com toda essa mistura de sentimentos ,
a forma delicada de se expressar e a força que tem.
É inspirador!
Virei fã.
Estou curiosa para ler o livro, vou procurar aqui em sp.
Muita sorte , felicidade , saúde e sucesso pra esse novo ano.
Para vc e seu filho ;)***

C r i s t a l disse...

Oi, tudo bem??
Ví uma reportagem sobre seu blog e sua história na revista Gloss e acabei decorando o nome do blog! Parabéns pela publicação do seu livro e pelo seu blog também!
Beijos

JANAÍNA disse...

Cris, sei que vc recebe zilhões de mensagens todos os dias... Mesmo assim, tenho outro SELINHO para ti, no meu blog (http://misturebajcm.blogspot.com/2009/01/mais-uma-premiao.html). Espero que goste.
Beijão.

Anônimo disse...

Oi, acho que depois do livro não está vindo muita inspiração. Tem muita gente sentindo falta...
Maria Lúcia

Lu Firmo disse...

Li o livro primeiro, e agora acompanho o blog! Parabéns, Cris. Estou apaixonadíssima pela sua história e, mais ainda, pelo jeito que você passou ela pro "físico".

Virei fã!

Um grande beijo,

Lu Firmo

May disse...

Oi, ganhei seu livro de meu namorado, e realmente você ganhou minha admiração e virei frequentadora do blog.
Força sempre! E Parabéns, é preciso muita garra e coragem para expor os sentimentos!
beijos

Anônimo disse...

Gostei muito de seu blog, esta muito
bom..... depois passa lá no meu e de
uma olhadinha blz... falou!!!!!!!!!!
http://rafaellsalles.blogspot.com/

Giovanna L. disse...

Queridaaaaa ...
Livros são pedaços doados de pessoas para outras pessoas.
Uma caridade eterna. Parabéns pela alma grandiosa, que no momento em que decidiu, por amor à alguem, lançar seu livro fez a mais bela doação ... de um pedaço seu ... um pedaço cheio de amor!!!

Briza disse...

teu livro é lindo. pra falar a verdade, tive medo quando comecei a ler porque a vida anda numa dessas fases complicadas e achei que ia ficar total e irremediavelmente triste, mas não.
é tudo leve, apesar do que havia de dor.
parabéns pra tu.
por tudo.
moça bonita que só, acho que teu filho vê isso e se encanta como todos nós.
=*