quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Cuidado, Mamãe, eu sou perigoso.

Hoje peguei você tirando o protetor de tomada. Com a boca.

31 comentários:

ReMoTa disse...

Quando a gente acha que tomar choque é algo terrível para uma criança, ela arruma um jeito de dizer que existe terror pior...

Ah, esses pequenos inventores... adoram nos "emocionar" (em todos os sentidos)

Beijo e boa sorte com essa aventura, mãe Cris!

Renata

Layla Barlavento disse...

Meu filho tentou enfiar um beliro (de cabelo, não sei como vocês chamam aí em BH) no tomada...
Quase infarto do susto!

Cuidado e boa sorte!
Beijos na alma dos dois!
Layla Barlavento
http://culpadowalter.blogspot.com

Menina com uma flor disse...

Cris, meu deus do céu, que perigo. É desgrudar os olhos por 1 segundo que eles já aprontam.
Tenho uma amiga que, quando criança, fez o mesmo e ficou com uma marca eterna no lábio inferior. Um alerta porque isso é realmente perigoso! As vezes é melhor deixar a tomada destampada e sem objetiso pequenos e pontudos por perto do que colocar estes protetores. Pelo menos, é a minha opinião.
Boa sorte.

Nivaldo Vasconcelos disse...

Ai que aflição Fanquiquinho!!!!!!!
Ouça este tio velho, dá uma golga para tua mãe seu danadinho.
que ele continue crescendo lindo e esperto!!!!!!!
Um beijão

Nivaldo Vasconcelos disse...

*folga, porque golga não existe viu Fanquiquinho, espero que você seja melhor alfabetizado...

Alexandra disse...

Olá Cris...

Sou nova por aqui. Faço faculdade de Tecnologia em produção multimídia, ontem tivemos aula de redação para meios digitais e a professora nos deu vários blogs para analisarmos. Adorei o teu blog me emocionei muito, muito criativo ja sou sua fã. A dois anos perdi minha mãe e sei bem o que é uma perda assim. Gostaria de manter contato com você.
Grande beijo pra você e pro pimpolho...;
Ah! E cuida as tomadas...rs

Carol disse...

ola. um dia depois da morte do meu marido, tendo minha bebe de dois meses no colo, recebi o seu livro de presente! voce me inspiroou nessa nova caminhada. tambem criei um blog para dividir meus sentimentos e ajudar as pessoas a encontrar a paz que encontrei. Obrigada por me abrir um caminho de esperança!

Ju disse...

Travessuras infantis são sempre emocionantes. Ele vai adorar saber disso =)
Beijos!

Gorgo Pingeot disse...

Conheça a vida selvagem: tenha filhos!

Marina disse...

Ai que perigo! Estes miúdos fazem o inimaginável... ;)

Mamã artesã disse...

Olá, Cris.
Chamo-me Sofia e sou portuguesa (de Portugal, mesmo. lol).
Há 3 dias atrás tive contacto com o seu blog, através do blog duma amiga e, desde aí deixei a página aberta e devorei cada palavra que você escreveu. Em muitos dos seus posts me emocionei, noutros ri, mas são todos muito profundos.
Há 8 dias perdi meu único avô e, ao ler o seu "diário", dei por mim a encarar a morte doutra forma, que não sei explicar.
Adorei ouvir a sua voz e do Gui naquele comercial que fizeram, salvo erro, para o dia da mulher. Ele tinha uma voz doce e muito sedutora. Também gostei imenso da sua voz.
Fiquei triste ao ler aquele comentário anónimo e dei por mim a pensar: "Se já não gosta de ler o que ela escreve, por que é que volta e, principalmente, por que se deu ao trabalho de comentar?". Não deve ter mais nada que fazer.
Se me permite, vou virar sua seguidora pois um blog tão lindo e tão cheio de amor, não posso perder "de vista".
Peço desculpa pela invasão e pelo testamento mas não podia mesmo sair sem lhe dizer que passei por cá, mesmo sem nos conhecermos.
Beijos
Sofia

Isabela disse...

nossa MEU DEUS!!!!o meu pequeno sempre tenta tirar o protetor com o dedinho!são levadinhos né?!tem q ter muito cuidado!
bjos cris

Paula Lima disse...

Ai Ai, eles não sossegam... só rezando pro Anjo da Guarda mesmo! Não tem outra regra, sóo essa...
Boa sorte com o seu pequeno!!!
Beijos,
Paula

DricaPeixoto disse...

As travessuras do Chicho :)

Regina disse...

Ai! E se eu te contar que Helena, minha filha caçula, engoliu um parafuso (de ponta!) do meu lado? Nossa, quando olhei a radiografia (que está guardada até hoje), eu fiquei tão decepcionada comigo mesma! Ainda tinha uma mãe, ao meu lado, que comentou, com uma delicadeza ímpar para que todos pudessem ouvir: Olha! A neném engoliu um parafuso! (Helena tinha 8 meses)
O médico explicou, disse que isso é comum, que crianças são rápidas e por isso devemos redobrar a atenção...
Saiu "naturalmente" - se é que você me entende :)

Beijo!

KG disse...

Olá, Cristiana!

Permita-me apresentar-me como uma pessoa que se tornou fã incondicional de sua preciosa escrita.

Há uns meses, estava a procurar um bom livro, folheando um ou outro, quando por acaso – ou por destino – encontrei sua linda obra. A bem da verdade, o que me chamou a atenção não foi exatamente a triste história resumida na aba do livro, sim o fato de você ter criado um blog a respeito e, antes do livro, haver eternizado seus pensamentos... Bom, já blogava há algum tempo, mas, confesso que achei brilhante sua iniciativa e pude, com isso, dar um sentido maior às minhas palavras, aos meus pensamentos, como algo a, também, guardar aos meus, às gerações futuras, minha vivência, minhas aspirações...

Já nas primeiras folhas, concordei com alguém que disse ser você uma “escritora de mão cheia”! Em cada post, poucas palavras com muito sentido; sutilezas que tocaram minha alma!

Apesar de suas palavras compartilharem conosco suas dores, só você sabe o quão profunda foi essa perda. Podemos nos colocar em seu lugar, mas, jamais vivenciá-la da mesma intensidade... Mas o que a torna linda (a história) é o seu reconhecimento de um final feliz – de uma história de amor feliz – por meio de um meio trágico! Parabéns por sua superação! Parabéns, por nos brindar com tão profundos e maravilhosos sentimentos!

Deixei um singelo reconhecimento por seu trabalho em meu blog (http://sentidohumanitario.blogspot.com/2009/10/somos-instigantes.html). Sinto-me honrado em ofertar-lhe!

Obrigado!

Newton Kage

Tonia Albuquerque disse...

Bom dia, tomei conhecimento do seu blog através do blog "Alguma Bossa" do qual sou seguidora, e curiosamente quis conhecer, realmente sua hstória é comovente e parabéns por enfrentar essa luta que sei mto difícil mesmo, não tenho mais filhos pequenos, já são adultos, mas vou passar a ser mais uma seguidora da sua vida. Caso queira conhecer o meu trabalho visite meu blog mulheres-sarl.blogspot.com
Bom final de semana e até breve.
Abs,
Tonia

Lucia Biancarde disse...

Pior é que eles crescem e as "tomadas" são outras...hahahahaha
Cisco, seu danadinho, isso é coisa que se faça?
Bjos Pequena.
Cheiro Cisco!

Lucia Biancarde disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Glorinha Leão disse...

Gracias a la vida!
Foi isso que me deu vontade de gritar bem alto quando li seu blog!
Já era sua seguidora no com que roupa eu vou...mas agora, virei fãzoca de carteirinha...menina, que prazer, que sopro de vida no mundo blogueiro...
Gracias, gracias...prazer em, realmente, te conhecer!
Beijos

adoroeponto disse...

Oi Cris, vou responder aqui...
"BFF" = Best friends forever. #)

Foi engraçado. Principalmente porque nem te conheço, né? Mas foi bacana (o sonho).

Uma Pulga em desesperO disse...

Ser criança é tudo....

Maryama* disse...

Que travesso!

Alba disse...

Ola,
Passei por uma experiência terrível, quando meu filho tinha 9 anos ele descobriu que no quintal havia um poço desativado, ele ficou curioso para saber se havia água dentro. Como o poço é escuro ele achou que colocando uma lanterna daria pra ver, a bateria estava fraca, na sua cabeçinha ele achou que soltando um palito de fósforo aceso, a medida q caísse estaria a clarear o poço. E a explosão foi enorme, queimando o seu rosto e parte da cabeça. .... Foi desesperador!!! Naquele momento eu e meu marido saímos para socorrê-lo, foi muito bem atendido por uma equipe médica, de grande competência. Pra nossa surpresa, NENHUMA SEQUELA!!! Apenas uma sensibilidade maior ao calor... nada que muita gente não tenha. Foi apenas uma curiosidade de uma criança que podia ter trazido seqüelas profundas.
tenha muito cuidado, crianças perigos constante.

Beijos

Thaís disse...

Olá "Pequena", como vc mesmo assina, li o seu livro ja tem um tempo e ameeei, desculpa, digo que amei foi o sentimento dele, o carinho que ele é. Hoje estou grávida e inevitavelmente me lembrei da sua história e ela me motiva a participar o meu marido cada vez mais, não só ele como meus pais, meus irmãos. Infelizmente perdas são sempre ruins, mesmo que não sejam efetivamente perdas. Mas como vc mesma disse "o tempo cura e o riso volta". Que a vida de vocês seja sempre de muita luz e que a sua história estimule o bem nas pessoas.

Ingrid Jordão disse...

Cris....

Fazia o mesmo que o Cisco.. Minha mãe até hje conta para as pessoas minha travessura... Tenha cuidado com o Cisco.... Tente por os protetores da Lillo... Aqui em casa usamos com o Armed, resolveu muito..rs
Mais uma vez Paabéns pelo livro.. Já li pela 3x.. Virou uma forma de vicio.. Minha mãe está completamente encantada me pergunta sempre como pude passar tanto tempo sem ler essa delícia...
Parabéns pelo SUCESSO conquistado... E pelo Filho Maravilhosoooo.... Sonho muito com o dia que também terei o meu FRANCISCO... Ah! será uma homenagem ao seu FRANCISCO...

Beijos Afetuoso e um Excelente FDS.

Eraldo Paulino disse...

Quando eu comecei a blogar eu esperava encontrar coisas maravilhosas, mas como este blog, eu jamais poderia sequer imaginar. Lindo, maravilhoso, sensacional esse blog. Óbvio que estou te seguindo.

...

Meu filho nunca tentou com a boca, mas pegar choque com a mão parece ser um robby seu rsrs

Amanda disse...

Senti tanto medo nesse post.
Muito forte.

Respira mamãe. Já passou.

Diane Lorde disse...

Nossa, agora que também sou mãe pude "ver" a sua de "desespero".
Coragem para enfrentar as tarefas diárias do descobrimento dos não tão pequenos assim...

F. Pigrizya disse...

BRILHANTE!

Deinha disse...

A-I-M-E-U-D-E-U-S