terça-feira, 12 de agosto de 2008

Olhos de poesia.


Ele fez a foto e chamou de Audrey. Gui querido.

20 comentários:

Bia Nascimento disse...

Linda foto!!!
bjus

Dri_ disse...

E ele tem razão...









O Guilherme parece ter sido tão perfeito, tão perfeito, que soa quase irreal...

Pequena disse...

Dri, ele não era perfeito não. Ser perfeito estraga tudo, não? A maior qualidade dele era ser real.

Carolina disse...

Linda foto. Sem comentários...
carol

Nessita! disse...

a foto está linda mesmo! :))

Dri_ disse...

Você tem razão, Cris.
Eu quis dizer perfeição nesses detalhezinhos, nas miudezas, nas sutilezas.





Até porque 24 hrs de perfeição deve ser intolerável rsrsrs

Juliana Caribé disse...

A foto ficou realmente linda...

LilyZemuner disse...

Lindíssima foto.

Primeira vez que comento aqui.
Só queria que você soubesse que, ao encontrar seu blog, encontrei algo que vinha me fazendo uma falta danada há um certo tempo: fé!

Então, na verdade mesmo, vim aqui te agradecer. E te desejar luz, estrelinhas brilhantes, um monte de memórias boas e um futuro lindo e colorido pela frente.

B-jos.

Bianca disse...

Linda a foto!!! Adorei...
Bjs com açúcar...

danisiinha disse...

linda foto sim....sensivelmente simples.. por isso tão bela!

Manuel Rolim disse...

Repetindo o coro, a foto é linda mesmo.
Beijo, Cris.

raquel medeiros disse...

me lembra um pouco os quadros do hopper (e não é porque tem um livro ali no canto da foto não)...
é porque o hopper tinha essa sensibilidade-simplicidade e a capacidade de captar as pessoas sem firulas, sem máscaras...mas transbordando sentimento e beleza.

como eu gosto desse teu canto.
um beijo grande.

Adriana Freitas disse...

Ele tinha razão. O título da foto
é perfeito : Audrey !! Qual mais
poderia ser...

Beijo carinhoso,
Adriana(Diana)

Bel disse...

... a poesia espalhou afetos de lá por aqui. Tão lindo o olhar dele sobre ti! Tão lindo o amor recolhido e congelado num tempo: eterno.
Como disse a Raquel:"como eu gosto desse teu canto".
Beijos, Bel.

taderbal disse...

li seu blog minha gravidez inteira,pensando na sua dor enquanto convivia com a alegria minha e do meu marido á espera do Eduardo, alguns momentos tive medo de isso acontecer na minha vida,achava terrível demais,não teria forças.O pai viu o filho nascer, mas viu morrer 40 dias depois.Sim, eu teria forças, pq a dor não nos deixa outra alternativa...Depois que nasceu não voltei mais aqui, só nos últimos dias, mas voltei sem medo,voltei só pra ver que voce esta bem mesmo!
Danielle

odette castro disse...

cris querida.

Biana França disse...

Linda foto
Lindo amor
Bjus

Andréa disse...

Audrey é perfeito! (tirei o dia pra te fuxicar hj). Bj.

Cardume Design disse...

Queridos.

Um beijo, Cris.

Nina disse...

A frese curta: Gui querido. Me tocou mais do que muitos parágrafos seus. Diz tudo. Ele é querido. Não querido que a gente usa no dia-a-dia, pra qualquer um. mas querido. Amado. De verdade. Simples assim.