domingo, 16 de novembro de 2008

Para contar a história de uma história.

Sensibilidade é uma virtude. Depois da minha conversa com a Michele Borges da Costa, do jornal O Tempo, eu já esperava que a matéria seria bem escrita. Ainda assim, ela conseguiu me surpreender. O texto, as fotos, tudo. É uma alegria ver a nossa história contada com tanto cuidado.

62 comentários:

Daniela Moreno disse...

Bom dia Cris!!!! è assim que gosto de acordar... lendo vc!! Fico tão feliz qdo vejo que tem um novo post!!!!!!! Vc é minha "ídala" (rsrsrs)!! Adoro vc e tua história que me emociona sempre!! Vc é demais! Parabéns!! E beijinho pro teu Cisco que é xará do meu... só que o meu é uma menina (Camila), chamada assim, porque é toda miudinha!!!
beijo no coração!! Bom domingo!!

Anônimo disse...

Realmente linda a reportagem... faz juz ao lindo site que venho acompanhando diariamente desde que o decobri em maio deste ano.
Estarei lá, no Shopping Ibirapuera, comprando o melhor presente de Natal que poderia dar a mim mesma e à minha família !
Você é muito especial... e tirou flores de onde ninguém imaginaria... me faz lembrar Vinícius : A VIDA SÓ SE DÁ PARA QUEM SE DEU...
Parabéns !!!
Paz...
solange Maia

Ana Carolina disse...

Puxa. Realmente, que sensibilidade a Michele teve. A matéria parece uma extensão do blog.
E me deixou mais curiosa ainda sobre o livro, que teimo em comprar no lançamento em Sp, quero q a emoção seja maior....

Cris: só tô com medo de engasgar na hora, de me emocionar. Me perdoa se isso acontecer! Se lembra, te falei q sou pisciana...

Uma beijoca, querida.

Renateca disse...

Cris,

A reportagem ficou linda mesmo.
Mas a pergunta que não quer calar é: quando a senhorita vem ao Rio?

Seus fãs cariocas clamam a sua presença... risos

beijocas,

Tati disse...

Reportagem, linda e sútil, parecia até vc que estava escrevendo!

bjocas
Tati Rissatto

Cá disse...

Cris,

Estarei lá dia 25. Não vejo a hora de ler o livro.
A matéria ficou linda, emocionante como tudo que se relaciona a essa história.

Beijos

Juliana disse...

Cris, Me tocou muito a sua delicadeza, a sua força, o seu humor e o seu amor! Quero o livro!
Coloquei você no meu blog...e desejo sucesso sempre!

Juliana

Biana França disse...

História linda, sempre...que saudades daqui. Não vejo a hora de você vir ao Rio, pq eu quero livro autografado.
Bjus.

Leticia disse...

Cris, te acompanho há um tempão, nem sei se já comentei. Mas hoje (aliás, de madrugada, programei para 00h30) tive o prazer de poder colocar você aqui na capa do O Tempo. A matéria da Michelle ficou linda mesmo!

Andréia Nery disse...

Parabéns para a jornalista. Sensibilidade nota 10. É assim que sua história tem que ser contada, com ternura. Isso mostra que como jornalista ela lhe sentiu, lhe estudou... coisa difícil de acontecer nos dias de hoje.
Parabéns. Até dia 25.

Julia G. Dias disse...

reportagem linda e sensível! gostaria de saber se tu vais vir a porto alegre fazer o lançamento do livro! beijo grande

Meu diário,minha vida. disse...

Belíssima a reportagem ,as fotos lindas , o vídeo é indescritível...sou de Belém seu livro não chegou por aqui , mas já pedi pela internet.Estou muito anciosa.Sucesso pra você nessa nova etapa.Parabéns , tu és a pessoa mais iluminada que eu já ''conheci''.
Beijão em você e , no lindo Cisco.

su ellen. disse...

- digno de você Chris! :) adoro a música do teu vídeo. e olha que tinha um certo preconceito com o Roberto Carlos ... mas essa eu poderia ficar horas escutando! caiu como uma luva ;D beijo querida :*

ah, posta contando como foi o lançamento do livro? ;)

Anônimo disse...

Cris, q linda a reportagem! Essa Michele tbm tem uma delicadeza enorme! Parabéns pra vcs! Não vejo a hora de ter seu livro em minhas mãos!!! Já estou pensando em quantos comprar, pq é realmente um belíssimo presente de Natal! Obrigada, Cris, por nos presentear de maneira tão grandiosa!!!
BJkas
Dani Barcelos

Bruna disse...

Me fascina o tamanho da sua sensibilidade.
Não há um dia que não leio aqui.Releio mtas vezes, e encontro força.
parabéns, vc é especial.
beijos Cris.

Carolina Arêas disse...

Puxa, fiquei comovida em ver que a repórter _ dentre tanta, mas tanta gente bacana mesmo que já falou de você _citou uma frase minha.

Me senti honrada, sei lá porquê.

Para Francisco já chegou ao Canadá!

Ventania disse...

Olá. Ficou linda a matéria, tem razão. Eu que leio sempre seu blog, vi que a essência estava ali. Parabéns prá você, parabéns para equipe do O Tempo. Bjo.

Cíntia Levita disse...

Ela conseguiu transmitir o que todos nós, seus leitores, sentimos. É mesmo impossível continuar nós mesmos depois de ler um texto seu, Cris.

Parabéns pelo sucesso!

Fernanda disse...

Cris
to com maior dó de terminar de ler o livro, ja voltei algumas paginas e li novamente só pra não ir em frente, embora eu queira muito ler o que tem além da pagina que estacionei! Mas hoje vou passar para a proxima pagina.

Beiiijos

fer

Ventania disse...

ah! esqueci... citei seu livro no meu blog... beijoka.

Nina disse...

Olha Cris, particularmente, achei o texto mais bem escrito que já li sobre vocês. De uma perfeicão e carinho impressionantes! Bom demais. Parabéns a Michele!

Agora me deu até vergonha, porque eu tbm fiz algo pra ti, quando vc tiver um tempinho, passa lá na blog e vem brincar um pouquinho comigo, apesar de saber que vc deve tá a mil por hora hoje e amanhã e com pouco tempo pra brincar :)

Ai que deve dar um nervoso hein??, borboletas na barriga...
Beijos com carinho

Dri_ disse...

Realmente, uma das matérias mais delicadas sobre a história de vocês.

Agora O Tempo se dignificou.

Karla Maria disse...

Parabéns, Michele.
Você escreveu lindamente tudo que a gente sente e encontra aqui.
Beijos

Tita disse...

Sem dúvidas nenhuma, Cris...
Deu gosto de ler.
beijos

Renata disse...

A Michele conseguiu escrever o que realmente traduz o seu blog. Porque o que vc escreve... "é simples, mesmo quando profundo; porque é delicado, mesmo quando doído." Engraçado, achava que só eu sentia isso...!?(rsss) Mas releve: fã é assim. Acha que só ele sente aquilo pelo seu ídolo... Eu sou sua fã.
beijos

Mariana Brizeno - Usa-me Senhor! disse...

Seu livro acabou de chegar.
Folheei, vi as fotos, e fiquei arrepiada.
Agora estou voltando pro trabalho, mas não vejo a hora de chegar em casa e devorá-lo.

Bjinho,

Mari - Fortaleza/CE

disse...

Eu, estava em casa ontem, quando peguei uma revista seleções, e fui ao banheiro, isso mesmo eu leio enquanto falo com bocão, e li td sua história e chorei cada vez que ue relia, mas não era soh pq vc passou por td isso, era pq vc teve forças pra sair de td isso ou aprender a viver com td isso.
parabéns, nãos abia do livro, vou tentar ler, bjs e boa sorte.
dê um beijo em francisco.

Raquel Reis disse...

Ficou linda a matéria... parabéns, você merece todas essas bençãos em sua vida!!
Fiquei viciada em seus blogs, entro todos os dias... virou um vício!
Coisa boa vicia mesmo!!
Beijos e boa sorte no lançamento do livro!!

Naira disse...

Fiquei muito feliz de ler uma matéria de uma colega jornalista tão bonita e sensível!E com tanto respeito a vc, Gui e Francisco. É que muitos jornalistas se acham no direito de invadir a intimidade das pessoas, compatilhar tantas histórias e depois no texto, não ter o mínimo respeito. Deixando o desabafo profissional de lado, quero te parabenizar por tudo!!! Vou torcer pra te encontrar nas minhas férias aí em BH e conseguir um autógrafo. BJS>

Anônimo disse...

Cris li a reportagem no jornal O Tempo!!Querida,tem poesia nos ses olhos,e a essa hora tem lágrimas nos meus,que história de vida!!!O que não nos mata nos fortalece,e voçe é prova disso!Seu filho vai ter orgulho de voçe com certeza e esteja o pai dele onde esiver,está tranquilo,por que voçe transparece o seu amor e cuidado com seu filho!!!Muito sucesso querida!Sempre!!Dá um beijo no Francisco por nós,seus leitores,a quem voçe agracia com seus posts!

Vandrei disse...

Pequena Cris, meu raio-de-sol. Que lindo o seu post. Toda vez, venho até aqui, vejo, revejo, indico, me emociono e visito de novo. Paro para comentar na milésima vez que a leio, porque tenho receio de incomodá-la. Um medo de parecer importuno o meu comentário, mas uma ânsia de que todos conheçam a sua história, o seu blog e a sua coragem de ver a vida de uma outra forma: mais colorida, mais vibrante, mais deliciosa!
Como diria Clarice ou eu mesmo: seja feliz, feliz, feliz!

Beijos para você e para o meu menino!

Carol Nogueira disse...

Ô, Cris, viu só?
Eu que reclamei da matéria da TPM só tenho aplausos pra essa do jornal O Tempo. Disseram que foi má vontade minha associar a futilidade da TPM ao paulistanismo da revista, e talvez seja. Mas dá para ignorar o mineirismo tranquilo e sensível dessa outra matéria? :)
Um beijo

Anônimo disse...

Que delícia abrir a Folha de São Paulo hoje, logo de manhã e dar de cara com vc e com o Cisco...

Cris, como ele tá lindo!!! Faz tempo que vc não põe uma foto dele pra gente...

Tô muito feliz com esse sucesso todo... o livro mal chegou nas prateleiras e já tá dando o que falar.

Vc com certeza merece!!!!


Carol

Anônimo disse...

Cris,
Descobri o seu blog por acaso (pesquisando sobre coisitas de filhos) e "devorei" ele de uma vez só!
Você escreve lindamente e sabe transmitir os sentimentos (tanto os piores como os melhores) de um jeito único.
Sou de Recife e quase não acreditei quando vi seu livro nas prateleiras de uma livraria daqui...Comprei imediatamente e na mesma noite li todinho! Amei!!!
Tenho um filho, Eduardo, que tem quase a mesma idade do Francisco e sei o tamanho do amor que fez você querer relatar a história do Gui para o Cisco!
Parabéns pelo livro!
Beijos,
Cristiana (Kika)

Karla Maria disse...

Cris,
meu livro chegou.
Parabéns, ficou lindo, simples, elegante (a contra capa marron), delicado, a sua cara.
Abri cheia de emoção e devorei numa sentada, ri, chorei e me encantei mais ainda com vc e o Gui, mas a carta pra ele me arrasou, chorei de soluçar de boba que eu sou. rsrsrs
Vou fazer um post no As Marias, o livro é um excelente presente de Natal, posso?
Beijo

Vandrei disse...

Minha lindeza.
O 'Expressões-zinhas', humildemente (e bem diferente do O Tempo, claro) também lançou o livro ParaFrancisco na rede.
Espero que ajude a divulgar...
Não vejo a hora de ler o livro! Muito sucesso nos lançamentos, meu anjo.
Um beijo enorme!

Anônimo disse...

Vi a reportagem hoje na folha.
Estarie lá no dia 25 viu...

Gabi disse...

Prazer, Cris! Conheci seu blog só hoje. Uma pena pq gostaria de tê-lo conhecido antes, uma delícia pq já li ele praticamente inteiro. Amei você, seu filho, a sua história. Foi engraçado ler você hj. Casei há um mês e essa semana andava pensando na presença do meu marido na minha vida, nas coisas que fazemos juntos, nas músicas que escutamos juntos, no vinho que tomamos sábado pq escolhemos ficar em casa, enfim...na presença x ausência. Li você e (como estamos cada um em seu trabalho) corri para mandar um e-mail para meu amor, para falar o valor que tem a presença dele na minha vida e outras coisas mais. Eu adoro escrever e enviar e-mails para ele, principalmente qd é para dizer algo sobre meus sentimentos. E ele, como o seu, não gosta muito de escrever, mas me escreve coisas maravilhosamente lindas, surpreendentes. Ai, parabéns pela sua vida, pelo seu bebê, pelos seus sorrisos, pelo seu amor, sobretudo à vida.
A propósito, conheci seu blog, lendo no site da folha, sobre o lançamento do seu livro. Eu terei um. E se der, terei um autográfado por você no dia do seu lançamento aqui em Sampa.
Um grande abraço,
Gabi

Anônimo disse...

Cris....
Sou leitora assidua daqui....
Acabei de dvorar seu livro e chorar tudo de novo, o que eu já tinha chorado aqui antes....
Cada dia, cada texto, cada detalhe que vc escreve.... me ensina mais sobre uma palavra bonita que aprendi com vc:DELICADEZA!!!!
Bjs grandes
Carol
carolpgcampos@hotmail.com

Adrioc disse...

Oi Cris, sem palavras para descrever tamanha delicadeza...

Tanto que coloquei um post no meu Blog http://saidatocatatu.blogspot.com/sobre a matéria, espero que vc nao se importe...

um beijo cheio de carinho pra vc e pro Cisco.

Mariana disse...

Cristiana, há pouco tempo acompanho o teu blog e hoje chegou o livro para Francisco que comprei pela internet. Não preciso dizer que estou revezando a leitura com reflexões e lágrimas. Quero que saibas que tenho uma grande admiração por ti e que me inspiraste de uma forma bem real, pois hoje também escrevo para a minha filha de 3 anos. Meus temas não têm a intensidade da tua perda, mas a idéia é registrar para pequena Rafaela as minhas impressões (de agora) sobre a vida e sobre os sentimentos.
Penso que a tua história é triste, feliz e cheia de vida. Poderia ter sido apenas mais uma tragédia dessas que acontecem todos os dias na vida dos outros, mas é uma história única, porque resolveste dar um sentido a ela e o fizeste não apenas com superação de sentimentos, mas com a coragem dos verbos, adjetivos, acentuação, parágrafos, enfim, com a palavra escrita, imagino a tua dor a cada letra e a tua perplexidade a cada ponto de interrogação.

Mariana Abascal
abascal.wordpress.com

Mariana disse...

Falei bastante, mas não falei do início...
Me chamo Mariana, sou mãe da Rafaela, publicitária redatora de formação (mas não atuo na área), gaúcha, 31 anos e neste momento estou na página 92 de para Francisco.

Mariana Abascal
abascal.wordpress.com
mgabascal@terra.com.br

Rêveur disse...

Cris,
A cada dia que passa, a cada post que eu leio, cresce em mim uma vontade imensa de viver.
Você é para mim, um exemplo. E eu espero que na minha vida, eu consiga ter pelo menos metade da sua sabedoria, e do seu amor. Pois isso ja faria de mim uma vencedora. Você sabe que é.

Não vou lhe falar para continuar sendo essa pessoa maravilhosa que você é, porque quem sou eu, uma garota de 16 anos, para lhe dizer o que fazer.
Parabéns por tudo!!
E o para Francisco já está com seu lugar reservado na minha estante!!

Beijos, e muito sucesso!!!

Taís Oliveira disse...

hoje eu te li na folha online e acabei de te ver na rede minas. tá chique! vai fazer muito sucesso

Ana Luiza disse...

Olá, conheci teu blog hoje e fiquei emocionada. Ele me fez ver que as vezes temos pessoas especiais ao nosso lado e perdemos momentos preciosos por ficar brigando por motivos menores.

Beijos e sucesso!!!
Obs.: Teu filho é lindo, lindo, lindo...

Luiz Felipe Leal disse...

"impressiona é a transparência com que a moça se apresenta"

disseram a verdade, "moça".

abraço forte, esteja bem.

Anônimo disse...

Recebi no sábado, do amor distante em km, a seguinte mensagem: "Hj fui na Saraiva e tinha algo mágico lá... Não precisei olhar duas vezes para saber... "Para Francisco" e Saint-Exupéry do lado, em francês. Amo vc um bilhão".

Mal sabe o Francisquinho o quanto ele toca a vida alheia.

ANDREA MENTOR disse...

Cris, primeira vez que comento aqui, mas te visito há tempos e "passo mal" de tanta beleza e sensibilidade que encontro nas tuas palavras. Adoro!! Que seus dias continuem iluminados. E os nossos tb, pela luz do que vc escreve! Beijo

Tatiana disse...

Parabéns pelo livro, Cris.
Ler uma reportagem como essa deve dar até gosto de continuar escrevendo. Haja sensibilidade para manusear uma história tão sensível.
parabéns para Michele também.
beijos

www.tatilazz.zip.net
mulheresdeathenas.blogspot.com

Nina disse...

ai que to num ansiedade danada aqui.. como foi ontem?????
conta conta conta :)

Nivs disse...

Ei, Cris! Estive ontem no lançamento mas a fila tava enorme e meus minutos contadinhos. Passei pra te dar um abraço mas acabei abraçando um monte de amigos publicitários que também foram te prestigiar. Adorei o lugar e estou "re-devorando" o livro-blogue. O projeto ficou lindo e delicado, como era pra ser. Que ele te traga grandes alegrias! Um beijo.

Anônimo disse...

Que tristeza, Cris...
Apesar de todo esforço que fiz, não consegui ir ao lançamento ontem... Mas não tirei vc da cabeça! Imagino o tamanho do sucesso...

Beijos

Carol

disse...

Oie Cris,

sou mineira como você, só que sou do interior...li sobre o lançamento do seu livro na net, li a resenha no site O tempo e vim ao blog... decidi começar a ler do inicio, ainda estou no ano de 2007... e já me peguei chorando algumas vezes...
Triste mas linda história...nestes casos que noto o qual perfeito é o Criador, tirou do seu convívio um amor e te deu um outro, diferente, mas maior. Linda história, fico muito feliz que você continuou sua vida...
beijos
Namâste!!!

Renata disse...

Olá Cris,
Meu nome é Renata, tenho 23 anos e sou de Bauru-SP. Ontem, soube de vc e do Francisco pela "Folha de SP". Como uma "inusitada" descoberta, sinto que vou-me debulhar com tanta emoção das suas palavras. Chorei bastante ao ler as linhas de sua vida, um choro de compaixão, identificação e carinho. Depois disso, contei para minha mãe de vc e ela também se rendeu por tanto amor que vc demostra nas suas palavras. Foi um momento de relembrar(pois ao falar para o Francisco, ela se lembrou dela e de mim qdo pequena).
Ainda que nós não nos conheçamos, OBRIGADA por traduzir em palavras coisas tão importantes para vc, que acabam por relembrar lembranças pessoais de quem lê, como foi o meu caso.
Tudo de bom para sua estréia no livro!! Deus lhe abençõe!
Beijão no coração!
Carinhosamente, Renata

Páua disse...

Conheci o blog hj, e tô emocionada demais. Vc é um exemplo, em um mundo, de brigas, separações, discordia, onde as pessoas estão juntas sem está. Perdeu quem vc ama, mas ele não se foi antes de te deixar a melhor lembrança dele, o filhos de vcs. Vc p/ mim, é exemplo de luta, força, amor, coragem... Deveria criar um album de fotos, com Francisco crescendo. =D

Lindo o amor de vcs, e é eterno.
=***

Talita disse...

Cris!!!!...acabei de entrar no seu blog por indicação da minha amiga Dulce e estou feliz por saber que tanta coisa linda começou a ser escrita no dia de meu aniversário (17 de Julho).Que amor maravilhoso é esse!!!!Obrigada por dividir conosco o seu mundo, me emocionei lendo seus textos, certeza que vou comprar seu livro hoje...Que você continue a mostrar para o mundo o que é um amor puro e verdadeiro, porque as pessoas estão precisando disso...bjusssss..Talita

Maria Fernanda Passos disse...

Oi Cristiana, entrei no seu blog depois de ler sobre o lançamento do seu livro no site da Folha.Só tenho palavras para dizer que tudo isso é força do amor...lindo o que fizestes pelo Gui, pelo Francisco e por ti! Beijos no coração e que sigas sempre iluminada.
Maria Fernanda Passos/ Pelotas RS

Amanda Marina ♥ disse...

Parabéns pelo livro ;D
Venho aqui sempre, mas nunca comento, mas tem uma coisa que você precisa ver LINDA D+

http://cronicasdeumameninafeliz.blogspot.com/2008/11/crnicas-de-outras-meninas-e-meninos.html

Tem que ser coisa da Dona Nina né?!

Beijos prá vocês*

Dai disse...

Cris, acabei de ganhar o teu livro de presente de um amigo secreto. Confesso que não haveria presente melhor. Já amo de paixão teu blog, agora com o livro então!
Te desejo muito sucesso! MUITO!
Pelos menos uns 30 exemplares do seu livro vai ser vendido rapidinho para o grupo do amigo secreto do Casa dos Brechós, a maioria das meninas, assim como eu pediu ele.

Beijos e boa noite!

Larissa disse...

QUERIA TANTO IR ...
QUERIA QUE FOSSE NO SÁBADO :0(

Marina disse...

Cris, acabei de ler o Livro. ADOREI! chorei, pois, revivi muita coisa. Me encantei com seu modo de escrever, a leveza da dura realidade. Adorei o capitulo "A morte", lindo........
Admiro você e tenho certeza de que muita coisa boa virá para você. Você merece. Didi iria adorar poder compartilhar com você essa fase difícil de sua vida. Sua mãe, nem se fala !!!! Mas, tenho certeza de que, de onde estão, estão vibrando por você e com você.
Bjs,
tia Marina

duda disse...

Cris,

conheci o 'Para Francisco' primeiro em livro [em trechos lidos numa passagem rápida pela livraria, na verdade] e só depois em blog. Daí fico indo e voltando. Lendo os posts novos e antigos. E me confesso viciada. Olha, eu só queria te dizer que um amigo meu ri quando eu comento do que aprendi ou concordei contigo. É que eu digo: eu aprendi com a Cris que bababababa. E ele acha graça porque, falando assim, parece que tu é minha amiga. Mas olha, eu só queria te dizer que eu sonhei com vcs essa semana. Era a estreia do 'para Franciso - filme [haverá?]' e o próprio Gui atuava. Acordei achando tão boa a sensaçao de que ele estava vivo. Eu sinto falta dele de algum modo. Enfim.

Eu gosto do que vc é. Rio e choro todo dia contigo.