domingo, 25 de abril de 2010

Mais cedo que eu esperava.

Brincando no meu quarto enquanto eu fazia preguiça na cama, você pergunta:

- Cadê o meu Papai?

Conto a história sem rodeios, diante do seu olhar não muito atento. Rapidamente você se distrai com outra coisa.

À tarde, estamos tomando um lanche no meu café predileto. Você diz, naturalmente:

- Eu fiquei muito triste que o meu Papai morreu. Fiquei muito bravo porque ele tá "morrido".

Senti o mesmo, filho. E, como você, expressei sem medir as palavras. É muito bom ver sua lucidez. Conheço gente de quase quarenta que até hoje não sabe dar nome ao que sente.

Bom começo, Francisco. Bom começo.

51 comentários:

Cacarina disse...

Cris querida!
Isso só se deve a você, que vem passo a passo pondo luz onde estava escuro... Fico feliz contigo, que ele agora nomeie assim. E sinto também os outros sentimentos, mesmo estando aqui...
Um beijo em você e nele,
Claudia

Pri Sganzerla disse...

Que lindo, Cris! Isso só mostra que vc está fazendo um excelente trabalho. Há conquistas na perda. Há alegria na tristeza. :-) Bjos!

Paty Michele disse...

Cada capítulo da história de vcs é carregado de beleza e poesia, nos emociona e faz pensar.
boa sorte!

Monica Loureiro disse...

Minha linda, me deu uma enorme vontade de chorar, e ao mesmo tempo, uma enorme ternura por uma mãe que está transformando o filho num GRANDE HOMEM DE VERDADE !

Nati - Mãe Cão Mãe Gato disse...

Por tras de um grande filho, sempre tem uma grande mãe! Parabéns! Bju

Raquel disse...

Não tenho palavras

a_girl_feeling disse...

Também não tenho palavras, nesse momento sou só sentimento. Força e fé Cris! bjsss

MSouza disse...

Momentos lindos e tristes. O Francisco é uma alma abençoada e escolheu a dedo o lugar para nascer. Que encontro vcs dois. Lindo.

Tays Rocha disse...

Imagino como deva ser difícil prá vc, mas eu também sou adepta da verdade, as crianças mesmo pequenas, tem que entender o significado das coisas, assim crescem e amadurecem com os valores reais, embora pareça o contrário, ao enfrentar a vida, sofrem menos. Beijos e boa semana.

guardare disse...

Ô Cris, que bonito.

Raquel Gomes disse...

Ô, Cris... não me vejo na sua situação... e quando eu tento, morro de medo, choro... e sorrio por você conseguir passar um pouco do amor que o "papai" sentiria por Francisco!

Nanda Assis disse...

que fofo!!! mas pq o papi morreu tão novo? de que alias.

boa semana.

bjossss...

.
..................,%%%%%%,
................,%%/\%%/\%%,
...............%%%\c"". J/%%,
...............%%%/ o. o.\%%
...`%%.......%%%.._..|%%
. `%%......`%%(__Y__)%%'
...../../....... ;%%`\. /%%,'
... (..(...... / `%%%%%'
.....\..\..... .. '...........|
......\..\../....\........|..|
...... \..\/..... )...... |..|
........\....... /_...... |..|_
.......(______).).).).).).)

A procura de um hobby disse...

"O seu amor é tão bonito..."
Mil beijos,
Bia

graziela disse...

Também acho que é merito seu.

Evito vir aqui porque sempre fico muito comovida. Mas é bom constatar que o pai dele é mais presente do que muito pai por aí, graças à você.

Legal você não ter tranformado o assunto num mito.

Um beijão, nos dois.

Érica Verônica disse...

Imagino que tenha sido dificil. Mas necessário...

Bjuuu

Neda disse...

Cris,
Simplesmente ADORO tudo aqui. Por isso, você acaba de receber o Premio Dardos, http://casinhadesape.blogspot.com/2010/04/premio-dardos.html
Bjs

Cinthia disse...

Nossa Cris, tão estranho ser íntima de uma história de pessoas que vc nem conhece pessoalmente, porém admira demais ...querida imagino o quanto deve doer a verdade, mas a beleza da cumplicidade e da transparência vai sempre falar mais alto...parabéns por estar criando tão lindamente seu filho... e obrigada por compartilhar tudo isso com a gente...somos previlegiadas...bjos no seu coração...

Pat disse...

A verdade vem sempre da boca das crianças.

Estás a fazer um bom trabalho com o Francisco.

Orgulho, muito orgulho de ti.

beijo meu

Pat

Giovanna disse...

Essa braveza é tão pura...

Andressa + Nádia disse...

Sempre leio aqui e nunca comentei. Hoje me arrepiei inteira e só tenho a dizer que admiro muito você pela sua força e dignidade. Tenho certeza que Francisco irá crescer íntegro, digno e feliz e ficará contente de ler seu blog e livro.
Um beijo e uma ótima semana.

Érika disse...

Querida!

Vou lendo suas experiências e já me preparando para as minhas, o que me ajuda e me conforta, pois o medo é grande, deste mundo que ficou enorme, e, nos certificar que outros já trilharam este caminho com louvor é muito.
Meu pequeno segue, construindo sua história, e cada dia mais, a cada nova palavrinha aprendida, fico esperando, aflita:
- Cadê o meu Papai?

Renata Feldman disse...

Belo começo, Cris!... Doído mas bonito...
Beijos carinhosos

3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Muito fofo!

Nada como falar claro e simples sobre todos os assuntos.

Beijos,

Isabela - A Divorciada

zuleid disse...

Assim como ele perguntou encontrará respostas prá vocês dois.
Parabéns pela dignidade e verdade em todas as situações!
Beijos!!!

A dona da encrenka disse...

Não te conheço mas li seu livro, sigo seu blog e sei que vc é uma mulher MUITOS especial!
Parabéns! Pela sua honestidade, coragem, e principalmente valentia.
Muitos beijos!

Michele Navega disse...

Eu nunca tenho palavras pra comentar aqui. Sempre fico com um nó. O Francisco sabe muito melhor que eu traduzir o que sente.
Bjs

Rafaela disse...

Cris,

já acompanho seu blog há uns 6 meses...nunca comentei, mas sempre me emocionei com sua história de vida!

Tb sou mãe de um menino e me identifico demias com vc e suas lições.

Parabéns pela mae que vc é e pelos ensinamenos que vc vem dando a cada dia, mesmo sem perceber!

Muito obrigada!

Minha Vida disse...

Que figurinha é o Francisco. Estou gostando de vê o crescimento dele.
E vc uma ótima mãe.
bjo

Cris, errante... disse...

Cris, o Cisco tá crescendo e já dá sinais do homem sensível que será.
Ele pode ainda não saber, mas já sente orgulho do pai e da mãe que tem.

Ana Paula disse...

Que lindo Cris... Linda tb a sua coragem, determinação, sua força e sua lucidez para encarar a dor.
Também criei minha filha sozinha durante um tempinho. Não na mesma dor e circustancia que vc, me separei, mas o pai da minha filha sumiu de nossas vidas e até hj ela tem uns comentários sobre ele. Ás vezes me perco no que falar.
Hoje sou casada e meu marido é um pai e tanto para ela.
Se der, acompanhe meu blog tb!!!
http:\\mamaequetrabalha.blogspot.com/

Bia disse...

Cris, ainda vou comprar seu livro!
Tudo que vc escreve é lindo :)
E eu concordo! Tem muita gente por aí que não sabe expressar o que sente...

Isabela Sady disse...

Cris,

Lindo tudo que escreve...adoro e me
emociono.
Seu filho será um homem maravilhoso, graças a você.

super beijo

Carol Sousa disse...

Owwnn...que coisa mais lindaaa!!!! esse pequeno é incrível....cresceu com o Brasil...cresceu com você!!!

Obrigada por compartilhar vocês com a gente!!!

Grande beijo!!

Silvana Alves disse...

mesmo dolorido.. tudo aqui é lindo

Erika disse...

Para mim essa tão temida perguntinha veio ainda mais cedo, minha filha com dois aninhos me fez exatamente a mesma pergunta que o Francisco fez a vc, eu fui meio lúdica e preferi não dar detalhes por enquanto. Dói, né? Tenho muito medo dos próximos questionamentos, tenho medo de não saber lidar com o sofrimento da minha filha em relação a isso. Queria ter a tua luz e força diante dessa situação, é muito bom poder aprender um pouquinho com vc. Diante da minha tragédia que aconteceu pouco depois da sua, consegui me manter firme e em pé com a sua ajuda também, eu tive um espelho bom. Vc é incrível Cris!

Priscylla de Cassia disse...

Tua história e tua maneira de nos contar-la nos faz perceber o quanto vale a pena viver e amar!

definitivamente, você é umas das pessoas que mais admiro neste planeta chamado Terra.

beijos e muita alegria pra ti e Francisco

A. disse...

Fala pro "Cisco" a mesma coisa que um amiguinho dele de 2 anos e que também perdeu o papai há 1 mes: Quando Jesus voltar verá o papai novamente!

E este dia, acredite, está muito próximo!

Beijos pra vcs

Adilean Coelho Alencar disse...

Cris,êita Francisquinho...hehehehe...Emocionando a gente...Tudo de bom para vocês!Viva o amor!Sempre o amor!

Ju Fidélis disse...

Oi?
Alguém por aqui conhece a Jesus?
Mãe, apresente o nosso Salvador ao Francisco, ele confortará a dor da perda e todo o resto vos será acrescentado.

Bjs com fé
PAZ e BEM

Fernando L. disse...

As 14h30 você me fez feliz com suas palavras e me arrancou lágrimas. Obrigado. Precisava voltar a sonhar. Beijos.

Maria dos Açores® disse...

Cris, estás de parabéns pelo excelente trabalho que fazes na educação do Cisco. Ele é uma criança com muita sorte em te ter como mãe. Um beijo com muito amor para ti e para ele

marcela dantés disse...

lindos.
saudades.
de um abraço seu, de um beijinho no cisco.

Uma Pulga em desesperO disse...

Que lindo. Lindo, lindo lindo! Amei o blog!

Bjuuuu...Volto sempre!

Bailarina disse...

Sempre me emociono quando venho aqui, desde a primeira vez, há quase três anos atrás...

E o Cisco me impressiona, essas crianças, essas crianças...

idontlikemondays disse...

Há tempos ouvi falar de seu blog, mas nunca havia parado por aqui. A ideia de perda (no caso, a sua, mas que poderia ser de qualquer pessoa), por algum motivo, falava mais alto e eu, por medo desse sentimento, optei por não arriscar. Mas hoje, visitando o blog de uma amiga de uma amiga de trabalho, acabei me deparando com o link do “Para Francisco”. Reconheci o nome e decidi me aventurar. Confesso que me surpreendi demais com tudo o que li. Não sei dizer o que eu esperava, só sei que encontrei muito mais. Encontrei um amor imenso pelo pequeno grande homem que entrou em sua vida em um momento de dor e que, aos poucos, não reduziu a sensação de perda, mas se sobrepôs a ela de maneira esplendorosa, coisa que, imagino, somente um filho muito amado e desejado, resultado de um amor muit forte, poderia fazer.

Parabéns, Cris, por ser uma mãe amiga; por mostrar sempre que, sim, o Francisco tem um pai que o ama – mesmo a distância, junto dos anjos; que ele é muito querido; e, principalmente, por sua força e coragem de transformar a dor em amor.

suelypbs disse...

As crianças são muito inteligentes,espertas, sensíveis e puras. Ainda mais seu filho que é tão bem estimulado por você.
Vocês vencerão tudo.
Felicidade aos dois.

Liliane disse...

Oi Cristiana! Acabei de conhecer o seu blog, indicado por uma amiga. Nossa...só posso dizer p vc...QUE LINDO! Me emocionei várias vezes lendo o que vc escreveu. Muito sensível, mto bonito. Tenho certeza que as suas palavras serão uma das maiores riquezas do seu filho. Criar esse blog com esse propósito foi um idéia incrível. Parabéns! Admiro vc!!

Munique disse...

Parabéns, Cris
Pela forma de como vc conduz a relação com o Francisco.
Bjs

Bel* disse...

Menina, conheci sua delicada historia a um tempo por uma revista q eu pouco admiro, mas q é inegável a contribuição doce q ela garantiu ao tratar de uma das historias mais louvaveis da atualidade de transformação de uma dor em beleza, leveza e Arte.
Francisco é um ser de sorte e vc é simplesmente Brilhante.

Parabéns!
Muita luz e carinho!

Ana Virgínia disse...

Eu que estou com 23 anos e perdi meu pai há um ano, me senti tal qual Francisco dizendo isso. Mas diz a ele que a gente não pode ficar bravo quando ganha um anjo.

Patricia disse...

Que poder de expressão dessa criança Cris!!! Mas saiba que vc o ajuda todos os dias, quando se permite sentir e permite que ele sinta a saudade do pai...
Acho q esse seu filho é um anjo... Fiquei sem saber o q dizer, ele já disse tudo. Beijos