quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Fui para uma ilha e levei seu pai.




Chovia.
Era assim o nosso paraíso.
Não sabíamos que era despedida.
Por isso rimos – o tempo todo.
Melhor assim.

Amor que não cabe, filho.
Hoje meu coração está aceso de saudade.
Lateja e brilha, dói e sorri.

Amor, amor, amor.

Hoje sou poesia.
Sou verso, não tem mais volta.

Melhor assim.

21 comentários:

susy claro disse...

Gostava de conseguir aliviar a sua dor, a sua saudade... tente encontrar alívio no sorriso do seu filhote lindo...

Fernanda disse...

parece que quando vira poesia doi menos... ou doi de forma diferente...

Flor de Bela Alma disse...

Olha linda, impossível que um sujeito com uma energia tão viva não esteja por perto cuidando de vc e do Cisco. Eu amei as fotos. Nem sei o quê te dizer, pois não acredito que ele não exista mais...A foto e o amor de vcs é tão eterno, tão jovem, tão fresco.Me deu um aperto no peito daqui. Vc é corajosa e encontrou uma maneira de dividir essa coragem com todos. Linda, linda, linda...

Fê França disse...

Suas poesias são lindas, tão cheias de amor, tão repletas de ternura. Foi só despedida de corpo, né? De coração, não. Beijos, linda.

Anônimo disse...

Não sei o que dizer, nem por onde começar!!

Encontrei o teu blog por acaso, e estou sem palavras.

Já li, tudo...

Estou derrastos.

Mas sinto um pouco de felicidade por ver-te com uma força de espírito imenso.

Fâ-las do teu Amor imenso pelo teu AMOR, que partiu. Vê-se que eram muito felizes, que pena essa felicidade ter passado só para um estado em espírito.

Mas o Vosso Amor nunca morrerá. Apenas se transformou.

Quanto ao teu filho, o teu AMOR super presente, só posso dizer FELICIDADES, MUITAS MUITAS, MUITAS...

Muita força para Ti, que os teus dias sejam cheios de Amor, Amor de Paixão e Amor de Mãe!

Beijinhos para vocês os três.

Espero que nenhuma das minhas palavras possam te fazer ficar triste em alguma circunstância. Mas se sim DESCULPA.

Prometo continuar a visitar-te.

Marta - Trofa - Portugal

Beta Estevam disse...

Agora és poesia! Se melhor assim! (creio que sim!), assim seja! :)

Gata triste disse...

Lindo, lindo...é maravilhoso conseguir transforma sua tristeza em poesias tão lindas...
um abraço
Hanna

Ana Maria disse...

Tenho te acompanhado diariamente!

Conhecer a sua história mudou a minha vida...
Você consegue tocar a nossa alma com o relato do amor mais bonito que eu já ouvi falar, obrigada por compartilhar tudo isso.
Força, hoje e sempre!

Janaína Vianna disse...

A cada dia que leio este blog, sinto o qt devo aproveitar cada minuto da minha vida.
Obrigada!

Cristiana disse...

Eu tenho a impressão de que vocês viveram intensamente a vida de vocês juntos. Talvez porque de alguma forma já soubessem... (Ou talvez porque eram apenas muito apaixonados mesmo!) Beijos.

Danielle disse...

Desejo que vc tenha sempre essa serenidade em palavras, mas antes de tudo desejo que vc seja infinitamente feliz! Vc merece toda felicidade do mundo!
BJinhos
Dani Barcelos

Maria dos Açores® disse...

Cris, como sempre as tuas palavras deixam-me sem fôlego... têm um poder que nem consigo explicar... queria deixar-te um pequeno texto da Silvana Duboc que explica isso mesmo: ("Se me disseres que me amas, acreditarei, mas se escreveres que me amas, acreditarei ainda mais. Se me falares da tua saudade, entenderei, mas se escreveres sobre ela, sentirei junto contigo. Se a tristeza vier te consumir e me contares, eu saberei, mas se a descreveres no papel, o seu peso será menor."
... e assim são as palavras escritas; possuem um magnetismo especial, libertam, acalentam, invocam emoções. Elas possuem a capacidade de em poucos minutos cruzar mares, saltar montanhas, atravessar desertos intocáveis. Muitas vezes perde-se o autor, mas a mensagem sobrevive ao tempo, atravessando séculos e gerações.
Elas marcam um momento que será eternamente revivido por todos aqueles que a lerem. Faça amor com as palavras, mate saudades, peça perdão, aproxime-se, recupere o tempo perdido, insinue-se, alegre alguém, dê simplesmente um bom dia, faça um carinho especial. Use-as a todo instante, de todas as maneiras, a sua força é imensurável.
Não esqueça que quem escreve constroí um castelo e quem lê, passa a habitá-lo.)
Um beijo com muito amor para ti e para o Cisco

Lari Braxton disse...

O amor é isso..acho q não acaba quando realmebte se ama!

Sinistramente, é lindo ver isso!

taisalima disse...

Te achei e sua história não sai dá minha cabeça. Você é incrível! Obrigada pelas lindas palavras! Beijos...

Anônimo disse...

Cris,

Acompanho sempre o seu blog. A sua força e ao mesmo tempo delicadeza me tocam. Suas palavras tão cheias de amor, tão repletas de sentimentos.

Imagino que assim como eu, vários leitores devem ficar perguntando, como ocorreu essa fatalidade.

Não quero magoá-la, ou deixá-la com sentimentos desegradáveis, essa não é a intenção. Não quero invadir o seu espaço. desculpe se faço isso. Mas, é que a sua história toca tão grandemente o fundo da alma, que é nos sentimos parte dela.

E saber como ocorreu a fatalidade é parte da história. Faz parte da saudade.

Todo amor do mundo pra você, embora, veja que já está repleta dele.

Luciana

Sofia disse...

Lindos. E parece que ele sempre terminava a sessão com um sorriso maroto.:)

shiuuuu disse...

Convido-te a passares no Shiuuuu.
Melhor... desafio-te a entrares na onda do Shiuuuu.

D. disse...

eu amo este teu blog.
eu amo vir aqui.
eu amo ver tanto amor.
eu tenho esse chapéu, igual. e amo.
eu amo alguém. e também sofro de saudades.

Carla disse...

Cris, acho que nem você imagina a força que você tem.

Todos os dias entro aqui, e todos os dias, em minhas orações, peço a Deus que lhe de: força, paz, harmonia, amor, saúde....

Com certeza o Gui está sentido todo esse que vc tem por ele.

Um beijo no seu coração, fica em paz.

Carla

Lari Braxton disse...

é TUDO de BOM.

Daniella disse...

A foto é linda!! O comentário tb, nem o que dizer...
Parabéns, é que o que me vem a cabeça!!
Bjins, Dani.