segunda-feira, 5 de maio de 2008

De boca cheia.

Ele dizia "Eu amo você". Não era te amo, te gosto, te adoro. Era com todas as letras: eu amo você. Abrindo e fechando a boca numa volta completa e macia. Amor farto. De boca cheia e com gosto. Amor gordo, como ele mesmo dizia. Ele, que tinha um jeito de se fazer presente. Mesmo estando longe. Mesmo atolado no trabalho. Ou quando resolvia dormir sozinho e ficar pensando na vida. Não faltava a mensagem no celular, o email, o telefonema - um ou dois minutos “só pra dar um beijo”. Até quando eu comemorava uma conquista na agência onde passei a trabalhar, agora sem ele: não demorava muito tempo e chegavam flores, champanhe. Ele tinha uma classe, filho.

Já faz tempo que me acostumei com seu silêncio. Mas de vez em quando bate um esquecimento ou vejo uma cena que me inspira a mandar uma mensagem. De vez em quando parece que o telefone vai tocar. Um ou dois segundos depois eu me lembro. Silêncio dentro de mim.

Acho que é uma fase nova da saudade, em que o ciclo se completa e a dor da falta não é mais um escândalo. Você se distrai, outras coisas acontecem, outros amores cantam. Alegria de novo, enfim. E só de vez em quando grita a mudez da falta dentro da gente.

Mas sempre, sempre olho para o lado. E vejo você. Falando sem parar. Querendo traduzir o mundo em um minuto. Dedinho indicador de plantão apontando para todos os lados, todas as luzes, formas, cores. "Aaaammmo", de vez em quando você diz. De boca cheia também. Os bracinhos abertos pra vida.

A vida, filho. Alguém decidiu que a minha seria grande. Intensa. E me arrisco a dizer que longa também. Que maravilha. Então me dê sua mão, vamos sair pra ver o sol.

44 comentários:

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Eu perco até a fala, fogem-me as palavras quando leio vc, mas meus pensamentos são tantos e tantos que só posso dizer agora: simplesmente lindo, intenso, demais...

Renata Rocha disse...

Me leva para passear tambem ! hahahahaha...
Vcs dois são lindo, cada texto que leio aqui, aprendo mais sobre a vida, amor e esperança...
Carry on !
Um beijo pequena !

Clarissa disse...

Bom de ler. Bom de sentir. Nossa como esperei por esse post hoje!
Parabéns por conseguir perceber em meio a tudo que sua vida é grande.

Nina disse...

Cisco, sua mãe é poeta.

Cris de Bourbon disse...

Coisa mais linda, Cris! De encher a alma...me ajudou a começar essa segunda-feira com o espirito elevado...

PS: ME DEVES UMA RESPOSTA, LEMBRA?! E EU TE DEVO UM MIMO...ESSA SEMANA TÁ INDO!

beijoooooooo!

Pri... disse...

Minha mãe cantava essa música para mim quando eu era pequena... "É de manhã vem o sol mais o brilho da chuva que ontem caiu..."

OBRIGADA!

Taís disse...

Sem fôlego aqui!
Obrigada por ter respondido meu e-mail.
Beijos da fã gaúcha...

helen disse...

Lindo lindo lindo, quanto mais leio, mais me apaixono por cada palavra, grão e expressão!

Beijos

Anônimo disse...

Há dias ouvi uma musica que gostei muito e achei que é 1 musica que celebra o amor , amor em que não há cobranças .Apenas amor bom o gostar de estar junto e ter momentos a dois e isso bastar para ser feliz.
Lembrei do seu amor e como espero , encontrar alguem que não faça uma esforço para se mostrar presente mas que saiba faze-lo sem esforço.
Michael Bublé-you and I

Sayô disse...

Sobre a saudade...
Tem uma música liiiinnnda
da Marisa Monte, Cantinho
da Saudade, a qual adoro!

Qdo vc fala de saudade,
sobre a sua saudade,
a maneira que vc se relaciona
com a mesma, me faz lembrar
essa música!

Deixo pra vc um trecho,
e te desejo uma ótima semana!

"Dentro de cada pessoa
Tem um cantinho escondido
Decorado de saudade

Um lugar pro coração pousar
Um endereço que freqüente sem morar
Ali na esquina do sonho com a razão
No centro do peito, no largo da ilusão..."

Beijos,
Sayô

Valentina disse...

Eu sempre me declarei dessa forma gorda também.Sempre gostei de dizer " Eu amo você !Mas aí meu amor me proibiu de chamá-lo de bem ou de amor, ou mesmo de mô.Fiquei triste e aí parei de dizer Eu amo você. E ele parou de me dizer Je t'aime !
Tanta tristeza pra tão curta vida...

Confissões de uma balzaquiana... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Confissões de uma balzaquiana... disse...

Esperei muito por esse post hoje.
Parece que eu já sabia que iria encontrá-lo.
Alimento forte, Cris.
Estava precisando relembrar esse amor.
Pra reviver o meu, que me completa a cada dia.
Mesmo quando tento afastá-lo.
Beijo.

Clara Lopez disse...

É sempre tocante o que vc escreve, delicada a forma como nos deixa compartilhar essa parte de sua vida, algumas confidências que fazem a vida de qualquer um melhor. Merci.
clara lopez

Beta Estevam disse...

Que o seu sol brilhe cada vez mais forte! Boas tardes, mãe do Cisco!

Anônimo disse...

que lindo.
acho que foi um dos seus melhores textos até agora.
se bem que a cada novo texto, você se supera. parabéns por tudo. sua forma de encarar a vida nos dá ainda mais esperanças no mundo e nas pessoas.
um beijo com carinho,

Luisa

.Intense. disse...

Intensa.

Agente "Mostre sua Dedicação de mãe" disse...

Olá!

A gente aqui da Casas Bahia entende da importância e da dedicação de ser mãe. Por isso está promovendo um concurso especial para o dia das mães.

As mamães de todo o Brasil estão convidadas a gravar um vídeo de 1 minuto contando em um depoimento o que é dedicação de ser mãe.

Os melhores vídeos serão premiados.

O site do concurso é www.casasbahia.com.br/maes.


Gostaria de convidá-la a participar e pedir o seu apoio na divulgação do concurso cultural "Dedicação de Mãe", através do seu blog.

Quaisquer dúvidas estou a disposição, favor entrar em contato via e-mail concursomaes@casasbahia.com.br.

Seria muito importante o seu apoio e participação!

Obrigada

dani disse...

OIEEE!!!
FLOR,LINDO,LINDO,LINDO,LINDO,LINDO,LINDO,LINDO,LINDO E LINDO!!!!!!

Fazem 3 dias que estou te vizitando e confeço que sempre fico emocionada!!!

Francisco eh abençoado!!!!

Dani Seiler!!!!!!!!!

Maria dos Açores® disse...

O Amor não deveria ser exigente, senão, ele perde as asas e não pode voar; torna-se enraizado na terra e fica muito mundano.
Então ele é sensualidade e traz grande infelicidade e sofrimento.
O amor não deveria ser condicional, nada se deveria esperar dele.
Ele deveria estar presente, por estar presente, e não por alguma recompensa, e não por algum resultado.
Se houver algum motivo nele, novamente seu amor não poderá se tornar o céu. Ele está confinado ao motivo; o motivo se torna sua definição, sua froteira.
Um amor não motivado não tem fronteiras:
É a fragância do coração.

Osho


Um beijo com muito amor para ti e para o Cisco

Manuel Rolim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Cris, você superou e agora triunfa na maior de todas as experiências -
ser mãe. Você sempre encontra as mais lindas palavras poéticas para nos encorajar e mais que tudo, ser grata a Deus e celebrar a vida. Você reconhece a preciosidade do grande amor recebido do Guilherme - o seu lindo filho. Muito obrigado por partilhar vida tão linda e inspiradora. Raquel - Campinas SP

Fabiana disse...

Cris, visito vocês quase sempre, desde que descobri o seu blog. Linda a história que vc está escrevendo; sortudo o seu filhote que tem pais tão maravilhosos e especiais quanto vocês.
Realmente, uma vida grande a sua. Embora eu desconfie que ela seria, independente das dores: tem gente que sabe mesmo transbordar as margens. Você certamente é uma delas. Beijo e carinho.

Ayukawa Madoka disse...

Lindo, sempre. Abençoados sejam você e o Francisco.

Cristiana disse...

Lindo, Cris, mais uma vez obrigada por conseguir traduzir o amor de quem é mãe!

Thiara disse...

Ñ podia passar opr aqui sem comentar algo, pq todos os dias estou por aqui Cris, todo santo dia e só descobri seu blog a uma semana, fico maravilhada e sofro junto com vc, cada palavra sua desperta dentro de mim um sentimento diferente, q ainda ñ consigo explicar, mas seguirei por aqui cris, e um dia te explicarei.

Vc é abençoada.
Beijinho no Cisco


Thiara Arouca

Anônimo disse...

eu não te conheço, mas vendo vc falar de cumplicidade, posso dizer, sinto-me tão semelhante! Sou a mãe do João, meu filho, com o doce e marcante sabor da palavra. Vivvi um luto de amor, mas ele estava vivo, embora morria em mim. Um enorme contrasye de sentimentos. Enquanto em meu ventre nascia a vida, em meu peito morria sentimentos.Desfazia ilusões. Me sinto um pouco assim, como vc, com sentimentos parecidos com estes traduzidos em seu blog.
De todo coração, muita luz para vc e "Cisco" !

Anônimo disse...

Você faz a gente se sentir bem e querer ser melhor! Obrigada pelas palavras!
Shie

Patricia disse...

Oi Cris...
Obrigada novamente pela poesia de td dia que encontro aqui...
Vc é realmente iluminada...
Um beijo pra vc e para o seu pqno...

Clau disse...

Seu filho tem sorte em ter a mãe (e o pai) que tem.
Que o ama e expõe esse amor de forma tão nobre, tão verdadeira. Quem dera tantas outras mães sentissem verdadeiramente amor pelos seus filhos...

Bjo grande para vcs dois :)

Silvia disse...

Tudo muito lindo! Como é bom ler o que escreve. Desconfio que o sol também queira sempre sair para encontrar vocês!
Um beijo com carinho,
Silvia

Marcelo Maia disse...

Oi, Cris Divina!
Devias, urgentemente, escrever um livro...

Marcelo Maia

Jana disse...

Ai Cris! Tão doces suas palavras, tanto amor contido nelas.
Não há maneira de vir aqui e não se emocionar.
Sinceramente, para mim faz muita diferença "vir" aqui, saber de vc e do Cisco...Vcs me fazem um bem,e torço muito para que eu, de certa forma, consiga lhe enviar todo esse sentimento BOM, GOSTOSO e ALEGRE, que surgem qdo leio suas palavras.
Vc é LINDA demais Pequena, com todos os sentidos que essa palavra pode conter!
Beijos

Bel disse...

pela primeira vez entrei aqui. gostei muito deste texto e vou acompanhar sempre que puder os demais textos do seu blog.
parabéns pela luta, pela alegria de viver. cheguei aqui através da nota publicada na Folha de SP e agora vou ler um pouco mais sobre vc, que ainda não sei quem é.
mas mesmo assim deixo meus votos de força, alegria e tudo de melhor na vida.

Sofia disse...

Cris, pela primeira vez estou enfretando a morte e é muito difícil. Perder uma pessoa querida, não tê-la mais por perto... Dá uma insegurança. Tento empurrar a dor e incredulidade lá pro fundo, pois na posição em que estou preciso dar forças para quem mais precisava dela por perto. O que é engraçado é que vem uma certeza de que vou poder estar ao seu lado novamente. Enfim, espero conseguir chegar nessa fase da saudade, na qual você se encontra atualmente, logo logo. Um beijo, Cris. Em você e no Cisco. :***~

Nena disse...

Sim.
Certamente você está em uma nova fase da saudade. Ela fica ali no cantinho guardada, silenciada. Aí vira e mexe ela dá um gritinho, como se dissesse: eu existo. Depois ela se cala, para que a vida continue. É assim mesmo.

Sayô disse...

Vc ja viu
Daniel Ferrari (link q vc
havia colocado 'pra ajudar'
no seu blog) depois da cirurgia?
http://www.ajudedanielferrari.blog.br/

Pois então, com a Graça de
Deus e a missão da criança
neste mundo, foi realizada a
cirurgia e ele passa bem!
Maravilha, ne?

beijos

Anônimo disse...

Cristiana,
Vendo TV com meus pais uma sexta a noite tivemos uma grata surpresa de ver o Gui pequenininha mais uam vez. Lembro de quando eu era bem pequena e ver o Gui, o Victor, o Rafa e o Rodrigo brincando e conversando na minha casa e também nas dos meus primos. Ver a amizade forte do Gui Santos e do Gui Mitt. Eram os dois Gui´s. Nunca imaginei ve-lo pela TV. Quando vi o Pr. Ivênio e a Déa. lágrimas me vieram aos olhos, por lembrar que o Gui não está mais conosco, mas que deixou um fruto lindo. A minah infância voltou toda e também, quando ele fazia arquitetura no Mackenzie e eu o encontrava e conversávamos um pouco sempre lembrando de como era boa a nossa vida em BH. ele se formou, e nunca mais o vi. A última notícia que tive foi da partida dele. Doeu muito saber que uma pessoa da nossa família se foi. A família Mazoni, já muito grande, acrescentou mais membros. Pr. Ivênio e família. Creio que você deve conhecer alguns, e fico feliz de tê-la também na nossa família pois você e o Francisco são prova viva do Gui.
Obrigada pelo depoimento na Tv, obrigada pelo blog
Deus a abençõe!
Juliana
jumazoni@yahoo.com

Anônimo disse...

Não me recordo como foi que achei o seu blog, mas sei que desde quando o li, nao consigo deixar de ler, cada linha por vc escrita, simplesmente, maravilhoso, indescritivel, parabéns, pela iniciativa,que Deus continue te abençoando grandemente.
Abraços
Vãnia Cristina

Milena disse...

Seu blog saiu na folha hoje. Eu entrei pra dar uma olhadinha...

Queria agradecer! me emocionei e percebi que preciso dar mais valor... As pessoas que amo, as pessoas que estão aqui!

E tb queria dizer que por cause de pessoas como vc eu tenho orgulho de ser mulher!

Obrigada e parabéns! Um beijo no filhote lindo!

Lua disse...

seus posts são os mais lindos que já vi, é um amor tão intenso. parabéns por ser digna de um sentimento tão bonito como esse.

sayô disse...

Cristina

Se nao fosse incômodo, vc poderia, se tivesse claro, enviar para meu email,pdf e um jpg das matérias q sairam com vc, nas revistas?

te agradeco

Mta luz!

beijos
sayô (sayonarahol@hotmail.com)

Ju Alencar disse...

Noossa! Parabéns pela ideologia desse blog. Ele é muito emocionante. Mesmo!
Parabéns por não deixar o tempo apagar as pegadas...
Creio que o menino Francisco é um menino de sorte, por ter uma mãe como vc.
Parabéns mesmo!

Bruna Andrade, disse...

Lindo seu blog, chorei bastante ao ler suas palavras emocionantes. Parabéns Cris pela pessoas que tu és. Sua família é linda. Fica com Deus. Beijos!