sábado, 11 de outubro de 2008

Suspeita.

Desconfio que envelheci. E talvez envelhecer seja saber escolher. Algumas coisas, não topo mais. Como sair de uma festa escura e esfumaçada me sentindo estranha por não ter ficado até alta madrugada. Não preciso provar mais nada pra ninguém. Nem pra mim mesma. Saudade, filho. De gostar de ficar quieta. Saudade da temperatura do amor. De paz, calmaria e preguiça. E uma vontade de acreditar que existe alguém assim, como eu, em busca de alguém assim, como eu. Talvez pensando agora sobre a mesma falta. Então vou fazer um desejo bom pra esse alguém e vou dormir o sono dos justos. Para amanhã acordar feliz, embora exausta, diante do seu sorriso inquieto e guloso.

31 comentários:

Ah sei lá... disse...

Bons sonhos pra você e pro Cisco!

beijos

inté.

Anônimo disse...

Ai que velhinha mais querida você é! Beijoca no coração dos dois! E um ótimo domingo!
Claudia Chaves

Bel disse...

Que a tua suspeita se confirme.
Que teu sono seja leve.
Que tua alegria se sustente na tua crença.
És um encanto só ...
Um beijo, querida Cris.

Sayô disse...

Qdo as coisas mudam é sinal q estamos prontos pra viver novas experiencias...isso eh mto bom,ne?
eh um ciclo se fechando pra outro poder abrir.

Boa Noite, bons sonhos!

Andressa disse...

Acho q tbm envelheci...
Altas noites fora de casa só se estiver com muuuuuita vontade, e as companhias forem extremamente maravilhosas!
Do contrário, prefiro ficar na minha casinha com meu menininho!! rs...
Tbm qro crer q tenha alguém por aí q sente o mesmo q eu...
Bjos qrida.. Seu blog é de uma delicadeza impressionante!

ge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ge disse...

Lendo esse blog hoje pela primeira vez, entendo o que o Rubem Alves, um autor que adoro e que também escreve coisas lindas para crianças e adultos, quis dizer quando deu o nome de uma das suas crônicas de "Ostra feliz não faz pérola".

Nessa crônica ele conta como a ostra precisa passar pelo sofrimento de um grão de areia incomodativo que a machuca. Para se livrar da dor, a ostra produz as substâncias que envolvem o grão e isso produz a pérola. Lindas pérolas você escreve aqui. Lerei todos os dias!

Tudo de melhor pra você. E quando o Francisco crescer, não deixe de apresentar o Rubem Alves pra ele. Certamente aprenderá muitas coisas, além das que já aprende com uma mãe que entende o quanto um filho precisa do pai, mesmo que esse pai não esteja aqui.

Um grande beijo!

Alguém* disse...

Engraçado... Eu sinto exatamente a mesma coisa, Cris. Obrigada por colocar isso em palavras.
Um beijo. Curta seu soninho...

LiLi disse...

Cris, durma bem profundamente. Nada como um dia pós o outro...
Bju!

su ellen. disse...

- existe sim! :) "muita" gente! bons sonhos :D beijão :*

disse...

Já li seu blog todo, e de uma só vez! Foi triste, confesso. Inda mais pra mim, que odeio sentilmentalismos, e no fundo gosto tanto. Agora viciei, sabe? Venho aqui direto, porque é bom ouvir que alguém tbm não tem medo de dizer o que sofre, nem de dizer o que goza. Hoje eu cheguei em casa de manhã, e tudo parece mesmo vazio. Eu me peguei fazendo as mesmas perguntas que você... Beijos, querida!

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Gostei da frase "não tenho mais nada a provar a ninguém".

Espero, que quando o tempo fôr justo, encontres alguém... ou que alguém te encontre :)

Porque mereces DEMAIS :)

Beijo meu ♥,

A Elite

Karen disse...

eu me sinto assim também. Como se só eu quisesse essa calmaria, o aconchego.
Deve ter sempre um outro alguém para nos completar. Assim espero.
bj

Regina Costa disse...

Cris,

Sinto que estes é (mais) um dos sintomas do nosso "envelhecimento" moral. Festas escuras e esfumaçadas já me fizeram muito feliz, hoje em dia não mais. Perdi a paciência, já chego querendo ir embora.
Espero que este alguém apareça e te faça ainda mais feliz.

Beijo.

Lou disse...

Oi Cris,

Tenho 24 anos e a pelo menos 5 anosnão topo mais noites escuras até altas horas.

Alma de velha? Sei lá, só sei que amei o post!
Beijos

Lou

stelinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caroline disse...

Também sempre penso nisso...

A cada minuto a gente envelhece um pouquinho mais... E o coração? será?

=}

lindo aqui.

um beijo!

Anne disse...

Oiii... nós estamos em fase de envelhecimento sempre. rs;
Enfim, achei o endereço de seu blog na revista Gloss... e como tenho um decidir vim aqui no seu...
Bjusss...
Ahhh.. e seu filho é lindo;

Anônimo disse...

“Idade não tem a ver com o tempo, e sim com o espaço. A vida é tão-somente mudar de lugar. É alterar nossa posição. Deslocar-se. Mexer as pernas para mais adiante. “

Anônimo disse...

Parabéns, querida Cris. Mais uma vez te digo que eus textos são incrivelmente lindos e emocionantes. Adoro seu blog, entro todos os dias. Beijos, Ana.

areyouin disse...

Descobri seus blogs por uma twittada do Sesc. E pra ser sincera, detesto babar ovo pros outros. Mas você merece, muito. Você é incrível, chorei com alguns de seus textos, por descobrir que me identifico com 100% do que você escreve. Seja o passado, o presente ou o futuro. A vontade de ter, a dor de ter perdido e a vontade de superar (o que não acontece nunca pra mim.) Você já está nos bookmarks e ganhou mais uma fã. Desejo tudo de bom pra você sempre, e acompanharei seus passos torcendo pra que eles sejam sempre certos.! =) Um beijo pra você e pro Francisco.! (Desculpa a intimidade toda.)

Adri disse...

suspeito que existe esse alguém pra vc... ;)
beijos

disse...

"Não preciso provar mais nada pra ninguém. Nem pra mim mesma." é ótimo sentir isso, não?!

Belas palavras...

Beijão, Cris!

Nina disse...

Ahh o passar do tempo nos ensina tantas coisas...

Maria dos Açores® disse...

Um beijo com muito amor para ti e para o Cisco... e obrigada por seres esta pessoa maravilhosa que és!!!

Anônimo disse...

E uma vontade de acreditar que existe alguém assim, como eu, em busca de alguém assim, como eu. Talvez pensando agora sobre a mesma falta. Então vou fazer um desejo bom pra esse alguém e vou dormir o sono dos justos.

Tomara, tomara que seu pedido tenha sido ouvidos pelos anjos.

Grazy. disse...

Querida!(escrevo assim porque tenho tanta simpatia por você...)
Toda vez que leio seu blog não consigo imaginar as diversas sensações pelas quais você passou...e ao pensar em algumas meus olhos se enchem de lágrimas!
Também quero voltar a sentir a temperatura do amor! E saio pelas noites procurando, procurando...nada me completa! Aí me sinto tão infeliz!
Ele me enchia de graça, mas perdi ele pro maldito pó!
Tento pensar que um dia as coisas vão melhorar...

Um beijo,

Luiz Felipe Leal disse...

ando, também, querendo parar com essa vida de provas. ainda se não fosse ingrata, mas a memória dos outros é curto demais para as nossas virtudes.


grande abraço.

Pri Alves disse...

eu vou fazer de um td pra tentar ir na saraiva dia 25 !

Cláudia Barral disse...

Envelhecer é saber escolher. Arrasou.

Existe uma estrela no céu que ninguem vê senão eu! disse...

Cheiguei hoje aqui e já chorei , que limpeza me deste Grata ...
Quantas vezes nos deitamos a pensar nisso sera que existe alguem ... assim . ai a saudade do calor do amor ...
Mas aprendizagem é o futuro, momento de largar, o apego e nutrirmos e ai chegara , ou não mas ai tambem não importa ...
:)
Pois estamos bem ...