quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Para seu pai.

Você partiu no início de um novo ano.

Fazia muito pouco tempo que eu havia escrito uma lista cheia de desejos bons para o ano que ali começava. Lista modesta, de poucos itens – eu já tinha tudo o que queria.

Foi difícil aceitar que, nos tantos dias que viriam pela frente, ao invés de cuidar da lista, eu faria uma contagem regressiva, na torcida para que passasse logo a dor aguda. Cheguei a pensar que eu estava condenada a senti-la para sempre.

Dois meses depois, você se reinventou. Nasceu de novo, de mim. Nasceu outro. Outro que eu imaginava não conhecer.

Tive o privilégio de um ano em que nada era pequeno. A dor cantava um amor que não cabia em mim. Mas a vida latejava mais forte. E era grande demais a vida que eu guardava em mim. Renascemos em Francisco, eu e você. E ele ainda trouxe algo novo: um milagre só dele.

Faz quase três anos. Ele já é um menino. Tem a idade da falta. Mas veio para marcar uma presença nunca sonhada. Veio para me desabrochar.

Do Francisco eu me pari mil vezes. Nova, diferente, corajosa. Atirada, confiante, inteira. Aquela urgência que eu não compreendia era a minha urgência de ser.

A passagem de um segundo a outro nunca foi tão definitiva. O tempo agora vale mais. É absolutamente necessário que cada momento seja bom e simples. Sigo nesse exercício – que é de sabedoria, mais que de força. Da criança que chorava à toa, tornei-me a mulher que ri de si mesma. Sou uma mulher que sorri.

Os segundos seguem em fila, dando-nos a ilusão de que se repetem. Um a um, traçam seus propósitos e, rápidos, parecem não deixar rastros. A não ser alguns deles – e quem saberá quais são?

Num segundo, posso já não estar. Num segundo, tudo pode já não mais ser. Não é preciso apostar para estar sempre correndo o risco. Da intensidade. De me emocionar. De perder tudo. De ganhar muito. Os segundos vêm para falar da grandeza do que já temos.

Essa medida sutil do tempo é o futuro que não existe. A vida, que por ser grande é simples. Eterna e etérea. Sua ida me ensinou isso: cada batida do relógio é réveillon.

Eu achava que a minha dor nunca iria passar. Vieram outras. E outros desejos, sonhos imprevistos. Vieram desafios. Sem que você precisasse ir. Você permanece – e nunca, nunca é excludente.

Permanece o Francisco. Nosso milagre. Meu delicioso desafio. Vida que é falta e presença. Eu e você. Ele mesmo. Que já nasceu traçando história.

Ainda não conto histórias para ele. É ele quem me conta a minha. Ele é que me conta de você.

Não sei para onde escrevo, mas sei que você me lê. Pois lhe faço um pedido de ano novo, emprestado de uma pessoa amada por alguém que foi um presente em 2009: "Quando varrerem estrelas, pede para jogá-las sobre nosso telhado." (Yeda Prates Bernis)

De cá, eu e Francisco acendemos estrelinhas, na esperança de que cheguem até você. Amor que brilha.

57 comentários:

Ligian disse...

Lindo e tocante, como sempre. Feliz 2010!

Naiane Cezar disse...

Obrigada por isso.

Priscila Rôde disse...

O melhor, o mais lindo. Maravilhoso, verdadeiro, quanto amor!

Sem palavras!

Arteira, sempre procurando... disse...

um beijo bem grandão Cris, em você e no Cisco...

Pri... disse...

Lindo... :-)

Um ano novo repleto de luz: das estrelas, do sol, da lua, sua, do Francisco e de quaisquer outras coisas e pessoas que possam iluminar a sua caminhada. Bjos!

l. disse...

Um 2010 cheio de estrelinhas procê e pro Cisco, Cris!

Parabéns por mais esse ano de palavras lindas!
Beijo.

Juliana disse...

puxa!!
leio o blog sempre,mas nunca comento porque nunca sei transmitir a emoção que alguns dos seus posts me provocam.
vc fala aqui de sentimentos universais e eu sempre me perguntei porque quando vc os diz é mais bonito.
hoje acho que descobri. vc fala do que é o universal, a partir de si, sem medo do que sente.
o para francisco e um blog sim, lido por um monte de gente, mas vc em vez de se exibir, está se exibindo pra si mesma.
é, a beleza do para francisco é a honestidade. a escrita é sempre uma farsa, uma re-invenção da realidade,mas há os textos em que a verdade se deixa entrever e esses são os mais belos, os que inquietam as pessoas.
dolorosamente inquietante esse seu post.
puxa, continue escrevendo! sei que todo mundo te diz isso,mas quero engrossar o coro.

Marina disse...

Cris,
Te acho "A" inspiração.
Coragem, beleza, delicadeza. Lendo suas palavras (coisa que faço há muito) percebo que o recomeço nem sempre é fácil, mas nem por isso pode-se permitir que seja sem ternura e esperança.
É lindo poder acompanhar sua trajetória e te ver esperançosa a cada novo post.
Que você seja feliz, muito feliz.
E que continue compartilhando essa serenidade com quem te lê, te vê e torce por você simplesmente por que te admira.
Luz e paz em 2010.
O resto é visível que você conquista!
Bjo,
Marina

odette castro disse...

filha,você ainda me surpreende,ainda me faz chorar.Te amo.Para sempre.Mamãe.

Solange Maia disse...

Cris,

Sim... cada batida do relógio é réveillon.
E que cada réveillon venha com seus brilhos... para que assim o dia fique cheio de estrelinhas...

Você fez meu 2009 melhor...

Não canso de aprender por aqui...

beijo e mil alegrias...

duda disse...

eu só acho lindo e, de novo, não sei mais quê dizer.

apenas prossiga...

Helen Viana disse...

Lindo como tudo por aqui.

Tudo de melhor em 2010. Lhe desejar amor?! Não precisamos. Vc nos ensina isso a todos os dias..

Luciane disse...

Cris,
você me enche de vida!
Feliz 2010 pra você e ro Cisco.

3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Lindo, lindão. Quero estrelinhas no telhado eu também.

Feliz 2010 e um beijo,

Isabela - A Divorciada

Juliana disse...

Ô Cris
Você me emociona sempre.

Elisabeth disse...

Como diria Caetano: Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é. E seu texto é assim, delicioso de se ler e ao mesmo tempo carrega uma carga de emoção que vai da tristeza à beleza de um sorriso de criança. Que novos desafios venham para todos nós, que possamos renovar sonhos e desejos. Que possamos aprender com a dor e encontrar novos caminhos para a felicidade. Obrigada por mais um belíssimo texto.

Diego disse...

É Cris....eu me perguntava como me definir, como achar o que era e hoje sei que sou um reinvento de mim mesmo todos os dias, ainda sem um Francisco, mas com um sorriso que vem para zombar de meus proprios erros como o seu quase faz com você. Minha admiração por você era de graça, a partir de hoje ela cresce sobre a semelhança que econtrei não só no seu texto quase poético e que ainda sim consegue ser seguro, mas no brilho do que você tenta dizer que é o mesmo que há tempos eu não sabia onde estava aqui dentro de mim. Palavras estas que aqui escrevo com toda a sinceridade, juro. Obrigado mesmo por tudo isso e aquilo.

mulher de sagitário disse...

Cris, poucas pessoas tem o poder de me emocianar do jeito que vc com seus textos lindos. Muita luz pra vc e pro Cisco, que cada passinho que ele der este ano seja seja ilumidado.

Gabriela disse...

Muito linda essa presença eterna, num sorriso, numa lembrança, no Francisco...

Pomar disse...

Cris, na minha terra tem uma música que diz "estrelinhas são cintilantes que é pra todo mundo ver". Assim é o seu amor!
Feliz dois mil e sempre!
Sil.

Bru disse...

Lindo!

Bel disse...

... as estrelas já foram varridas mais pra dentro do que em cima dos telhados. As estrelas já são. São luzes insistentes que se revelam como lanternas quando tu olhas para o mundo, o teu mundo, e ,nos ensinas o que é o amor. Quando tu nos ofereces esse amor latente que de tanto pulsar em ti reverbera em nós e nos torna mais vivos, menos dormentes.
Tu és luz ... intensa e colorida.
Tu és a mãe do Francisco.
Tu és um doce pra nós.

Que 2010 seja simples e bem doce!
Que o Francisco faça doces e te ofereça constantemente ... que ele aprenda (se é que já não sabe) a fazer algodão doce ... cor-de-rosa.

Um beijo,
Carinho,

Bel.

Deire Assis disse...

"Tem a idade da falta." Como isso é forte, Cristiana! Me impressiona sua capacidade de ler a si mesma, a sua história.

Grande abraço e muitos textos inspirados como este para brindar seus leitores assíduos. Sou uma delas...

Deire Assis (a jornalista de Goiânia que lhe entrevistou e publicou reportagem sobre o livro...)

Silvana Nunes .'. disse...

Salve o NOVO ANO !
Que ele seja de PAZ e de muita Saúde. E que estejamos juntos por mais um ano.
assim Seja !
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... começa o ano contando um pouco sobre esse espetáculo maravilhoso que é a FLOLIA DE REIS ou REISADO, comemorado no dia 6 de janeiro. Aqui eu também coloco as famosas simpatias das Romã, muito utilizada no dia 6 de janeiro para atrair dinheiro. Para quem curte uma simpatia, vale a pena fazer.Venha conferir.
E para quem não conhece o meu espaço, convido a dar uma chegadinha até lá para conhecer o meu cantinho de histórias, o link está logo abaixo.
Que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010.
Saudações Florestais !
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Eu e a solidão disse...

Acabei de ler o livro ontem, demais mesmo, e em muitos momentos eu me peguei chorando, como se sentisse a falta , claro que nem sei mensurar o que e isso mas com certeza marcou...

Esse texto é realmente lindo mesmo, como sempre é tudo que vc escreve!


Que seu 2010 seja repleto de alegrias e amor!

Beijos!

Lilian Gratti disse...

Cris,
como vc me emocionou nesse post!

q lindo...

sem mais palavras!

Bjão
da Li
e um FELIZ 2010 pra vc e Francisco

Cristiane disse...

Para você, que tem o dom de me fazer emocionar, que tenha sempre muitas e muitas estrelas no telhado, na janela e no chão. Ler você é sentir um amor que brilha dentro e que transborda para fora. "Amor que brilha". Coisa mais linda de se ler!

"Mas ela sabia que ele a vigiava, sabia exatamente o sentimento que o consumia, não por alguma vez o ter surpreendido, não por ter em si alguma qualidade sobrenatural, mas por ser mulher e todas as mulheres saberem mais do que vêem, quando se trata de questões sentidas." José Luís Peixoto, em Nenhum Olhar.

Ana Karina disse...

Lindo. Vc tem feito com as palavras coisas maravilhosas. Que 2010 seja um ano de muita alegria e aprendizado para vc, Francisco, todos nós.
Abraços

Giovanna disse...

Lindo Cris!!!
E esteja certa que ele te lê sim, tenho certeza que a vida não termina na materia, que somos muito mais que esse corpo perecível... Que presente maravilhoso esse seu para seu Gui...
Beijo e obrigada por me inspirar a amar sem medidas...

#Principe# disse...

Isso aqui é lindo demais, sempre tem um post que me identifico, que me emociono, que sinto com vc.
parabens por conseguir essa dadiva, colocar em palavras o que sente na alma.
bjsss

Mi disse...

Cris, tenho certeza que ele te lê. De algum lugar. Assim como meu Gio.

Amor é fé. E ponto.

Milena Saito

Fernanda disse...

Cris,
Verão passado, o suor feliz se misturava às lagrimas emocionadas pleo seu livro lindo, aqui nessa mesma praia de Porto de Galinhas, na velha casinha que testemunhou a minha vida inteirinha... emoção que tecia um bordado de afeto, admiração e uma saudade das personagens do enredo que, claro, a razão jamais explicará. E assim, lembrei que em poucos dias serão 3 anos, e busquei os meus melhores pensamentos, pra enviar pra esse desconnhecido pelo qual, como a tantas outras pessoas tb aconteceu, me apaixonei. Envio pra vc e pro seu Francisco os mesmos pensamentos,e tenho a certeza de que todos chegarão aos seus destinatários, de uma forma ou de outra.
bjs com carinho e o desejo de um ano novo muito leve e feliz,
Fernanda

Laura Friche de Oliveira disse...

Querida, Querida Cris Alegria

Querido Gui Alegria

Qual amor poderia ser maior do que esse, feito de estrelas?



******
***
***

*
*******
*
*
*
***
* *



*

Lulitas disse...

Lindo, tocante, verdadeiro e mesmo de longe, muito longe sente-se que é sincero... que vem da alma!!!

Vivian Fiorio disse...

Obrigada por nos colocar mais próximos de um sentimento tão singular.

beijos.

Daniele Lages disse...

Cris, como sempre me emocionei muito com o texto! Hoje sei muito bem o que é isso tudo. Essa sensação de que nunca vai deixar de sentir essa dor. E ver no filhote o homem que um grande amor foi.
Não sei se lembra, mas tem alguns meses te mandei um e-mail... desesperada!
Hoje graças a Deus estou me acertando, de alguma forma tentando me controlar.
Tem um tempo que acompanho o Hoje vou Assim e o Para Francisco. Em junho comprei o livro e dia 24 de agosto, meu aniversário... meu noivo faleceu em um acidente. Nosso fruto, o Gabriel, está para completar 3 anos, e é minha alegria! Minha força!
Um ano maravilhoso para vocês!

Tecendo Histórias disse...

...sem palavras...Um lindo 2010 ! Bjs, carinhosos, Betty

Dani Barcelos disse...

Faço minhas as palavras da Marina!
Desejo tanta felicidade a vcs, Cris!!! Quanto amor e delicadeza, cada dia mais IMPRESSIONANTE!
Obrigada por nos presentear!
Bjsss

Carol Sousa disse...

Às vezes não dá pra dizer muita coisa...é vir aqui, ler, deixar as palavras tocarem a alma e dizer um "valeu por existir" aqui no campo dos comentários...!!!!

Perfeito...

bjooooss e feliz 2000 e 10!!!!

Laura disse...

Ninguém deveria comentar no seu blog, porque se o fizerem, só escreverão bobagens.
Os seus textos tiram as palavras da gente.

DricaPeixoto disse...

Depois de ler esse texto só tenho vontade de te mandar um beijo.
Beijo Cris, beijo :o**

Sandra Tavares disse...

maravilhoso...seu texto pulsa cris..adoro isso.
beijo

Gislaine Fernandes disse...

Lindo...emocionante,,cheio de vida...
perfeito...
beijos

Layla Barlavento disse...

Que seu 2010 chegue repleto de estrelas brilhantes querida. E que elas iluminem você e o Cisco e quem mais chegar. Não há palavras pra definir esta emoção que me invade sempre que passo por aqui. Aprendi a deixar de ser menina, sem deixar de ser, um pouco por aqui também... Obrigada!

Beijos na alma!
Layla Barlavento
culpadowalter.blogspot.com

carol coelho disse...

felizes estrelas novas
para você que é luz aqui na Terra

KINHA disse...

Olá

Seu blog é ótimo com posts inteligentes e belas imagens.Espero sua visita e se me seguires, ficarei muito feliz e te seguirei também.

http://amigadamoda.blogspot.com

KG disse...

Querida, um lindo 2010a vcs!!!

Silvana Alves disse...

é impossível não se emocionar,,,

e essa sutil medida do tempo... futuro que não chega

inspiração ao extremo
feliz 2010

trOiAnA22 disse...

Cada batida, uma saída.

Lindo seu texto.

Feliz 2010.

Milene/SC

blogdagabi disse...

eu acho vc a melhor escritora que já li! ou pelo menos a que mais me toca e emociona. isso já é muito não é mesmo? FELIZ década nova pra ti e Cisco!

Petit prince disse...

Você me emocionou e me fez arrepiar com esse texto lindo! Sou mãe de um Pedro, e acompanho o outro blog de pertinho, e nunca tinha lido os textos para Francisco.
Parabéns, muito amor pra vcs!
Beijos

Mariana disse...

Ano Novo é tempo de recomeços..recomeçar antigos sonhos e criar novos, buscar novas conquistas, recomeçar a caridade posta de lado, recomeçar os planos, recomeçar a amar..Recomeçar..nossa vida é feita de recomeços..de partidas..de chegadas, de alegrias e decepções..temos o poder de nos reinventar de tentar e ousar..Nao consigo explicar de forma tao clara e emocionante como vc..hj sou mae...e isso me basta
Obrigada por dividir conosco esse brilho..

Audrey disse...

Parabéns pelo blog, e que seu filho seja uma pessoa muito querida!
Abraços e Beijos

Josy Medeiros disse...

Cheguei por aqui...através de outros blogs...
Mas sua vivência retratada aqui...através de suas palavras posso sentir o quanto o seu amado lhe faz falta, mas lhe deixou um tesouro que é seu filho... Que cotinue trilhando seu caminho com muita fé, paz e luz!

Maria Pompom disse...

Em um dia de carnaval que deveria ser uma dia de folia, estava em casa...e por acaso ( nao moro em marte ) li seu blog, INTEIRO!! de uma so vez!!! devo estar em busca de seu livro na proxima semana... me assusta tanta forca,me alegra conhecer essa froca... quantas vezes necessitei te-la... invejo ate,no bom sentido, sua capacidade de ver as coisas com tanta sanidade, realidade, amor.... admiro e posso ate dizer que amo sua forma e capacidade de nao deixar morrer de verdade esse amor todo, esse pai.... Francisco e um serzinho que vai ter a oportunidade de saber muito mais talvez, que muitas pessoas de seus pais... de suas hstorias de amor!!! minha mais sincera admiracao e agradecimento por me ensinar a lidar de uma forma tao linda com a perda...
Tenho 32 anos e perdi meu pai ha 1 ano... perdi meu tudo... Tenho uma filha de 5 anos que sofre a ausencia de um avo, que foi o melhor de todos, em todos os sentidos... nesse momento vejo que sentimentos de perda se encontram de uma so forma... como eu queria que minha filha soubesse tudo de seu vo... ele foi incrivel!!! Apesar de perdas, desejaria (aquele tal preterito) que Francisco pudesse ter a "sorte" de ter seu pai ate os 32 anos... e vc teria mais muitos anos de amor... incansavel aos meus olhos...aprendi com seus textos a dar mais valor as lembrancas... e quem sabe comecar a escrever, nao em blog, mas para Catarina, que hj tem so 5 anos , mas vai crescer... das minhas lembrancas, dos seus momentos com seu super heroi, de todos bons momentos,e ate os maus... e foram muitos, e todos incrivelmente incriveis!! Por fim, desejo a vc e Francisco uma vida cheia desse amor que se foi, mas com certeza se renova a cada dia que passa... Com todo meu carinho e admiracao!!!! Muitos bons fluidos de uma segunda feira de Carnaval... beijos Ma

Claudia Lordao disse...

Oi Cris

Nunca tinha ouvido falar de você. Moro na Austrália há 3 anos e comecei um blog, pra me ocupar, porque "perdi" o emprego.
Esse mundo é novo pra mim, e sem querer fui parar no seu blog Hohe vou assim (que amei!) e agora estou aqui, lendo seus posts, achando lindo e me emocionando.
Não te conheço! Mas já gostei de você!
Parabéns pelos blogs, pelos textos e pela coragem de se expôr.
AMEI!

Poops disse...

Leio bastante e a algum tempinho, mas agora tenho q comentar, mto tocante assim como os outros textos.