segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

O ano da minha vida.



Em 2007 perdi o amor da minha vida. Ganhei o outro amor da minha vida. Você, Francisco, fez do fim um começo. Foi como um rèveillon de um amor para outro.

Em 2007 aprendi o que é amor. Não só porque começou a crescer o meu amor por você. Mas porque entendi que o meu amor pelo seu pai também cresce à medida que eu o conheço pelos olhos dos outros. E à medida que conheço você, filho. Assim a nossa história continua.

Em 2007 aprendi o amor por mim mesma. Descobri que posso viver sem o seu pai. Posso e devo ser feliz sem ele. E isso é o mais bonito do nosso amor. Entender que seu pai ficou em mim, mas não levou um pedaço meu. Um amor que nada rouba, só acrescenta.

Em 2007 eu não me fechei para novos amores. Pelo contrário: passei a acreditar mais no amor.

Em 2007 entendi o quanto os meus amigos são preciosos. São todos meus amores.

Do amor pari você. Da dor pari esse blog. Hoje tenho quem me lê. Em 2007, descobri que sei escrever.

Um ano atrás eu comemorava com seu pai a chegada de um ano bom, filho. E tinha a certeza de estar entrando num dos melhores anos da minha vida. Ainda tenho essa certeza. Foi um ano surpreendente. Com todos os perigos e delícias que essa palavra traz. Mas foi um ano grande demais.

Então o que desejo para 2008 é que ele seja menos ambicioso. Que não tenha grandes acontecimentos, mas que seja sempre alegre, sereno, leve. Que seja de paz. E acima de tudo, que eu tenha o seu sorriso iluminando o meu dia.

36 comentários:

Carolina Arêas disse...

Cristiana, suas palavras são sempre lindas e profundas, como imagino serem seus sentimentos.

E suas fotos são sempre lindas e tocantes. Retratos de uma realidade feliz. A de ontem e a de amanhã.

Um 2008 sereno para vocês dois.

Pequena disse...

Querida Carolina e todos os que me visitam: obrigada pela companhia em 2007. Em 2008 continuo por aqui, sentindo e escrevendo. Vou adorar ter vocês por perto de novo. E que 2008 sereno pra todos nós.

Obrigada por tudo.

Anônimo disse...

Cris, que 2008 nos traga força, fé e amor. É disso que precisamos para continuar...

Ana disse...

FELIZ ANO NOVO PRA TODOS E EM ESPECIAL PRO CISCO, QUE VAI FAZER 1 ANINHO!!!

Marlene disse...

Lembrei-me de um poema para vocês, Pequena e Francisco:

Receita de ano novo

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.
[Carlos Drummond de Andrade]
... se depender de merecimento, vocês o merecem
beijo
Marlene

TxI aGo tHi Ago disse...

Lindo o q vc escreve, ótimo ano para vc e para o pequeninho!!

bjos

www.palavrademae.blogspot.com/ disse...

um feliz 2008.

transmites nas tuas palavras uma forma serena de encarar a vida,gosto de aqui passar.

beijos
isabel (Portugal)

PaTi disse...

Fiquei um tempinho sem acesso a internet e já tem tantas coisas lindas por aqui...
um bjo p vc :****

Kelly disse...

Conheci sua história pela revista Criativa, e não resisti e vim dar uma passada pelo seu blog. o amor encontrado em suas palavras é emocionante, não tem como não se comover com a sua história.
o Francisco tem muita sorte de ter uma mãe e um pai tão especiais.
Um 2008 maravilhoso para vcs dois !

nana disse...

Acabei de ler a sua matéria na revista Criativa e me emocionei bastante !
eu sei que o mundo está lotado de histórias tão/mais tristes que a sua mas o que me emocionou de verdade foi a maneira que você fez a tristeza se transformar em sentimentos bons e bonitos. a menira como a alegria (tatuada no braço dele) passaou a tomar conta da sua vida mesmo com uma perda tão grande !
Desejo um ano maravilhoso pra você e o pro seu filho lindo demais, por sinal !
e tenho certeza que o seu eterno Gui tá olhando por você e se orgulhando muito da forma como você cria o fruto e a lembrança mais bela que ele poderia ter te deixado !
um grande abraço de uma nova admiradora !

Anônimo disse...

Cristiana, meu nome é Marcel Fomin, sou amigo do pai do Francisco, ou melhor, eu já foi o "melhor amigo" do pai do Francisco, fomos criados juntos, no período em que a família dele morou em Atibaia, a loucura do dia-a-dia, somada a distância fez com que não nos encontrássemos mais, nossa amizade era do tipo que continuaríamos a última conversa do ponto que paramos, Guilherme me escreveu algumas cartas, isso quando tínhamos 11 anos, contando-me sobre a nova vida em BH, estive na casa dele para visitá-lo, jogamos muito basquete juntos, com 11 anos ele já tinha uma veia poética em seus textos, pois terminava suas cartas com a frase me chamando de "amigo dos amigos"... senti muito quando recebi a notícia, por acaso hoje eu estava navegando e encontrei o seu Blooger, peço a Deus que venha a te dar forças para suprir a falta que o Guilherme te faz, e não tenho dúvidas que o Francisco um dia terá orgulho deste tal de Guilherme Fraga Moreira dos Santos, dê um beijo no Francisco por mim.

Pequena disse...

Marcel, eu fiquei arrepiada ao ler o seu comentário porque o Gui contava casos da amizade de infância com você. Tenho escaneada uma foto linda em que está você, o Gui (escondendo o rosto) e o Vítor. Parece um quadro. A Déa ainda me conta muitos casos (e o Vítor também) de coisas que vocês aprontavam quando crianças. Fiquei com vontade de conhecer você porque sei que era uma pessoa muito querida para o Gui. Você precisa ver o Francisco, ele é muito parecido com o pai, parece que tem na alma aquela alegria. Fico impressionada com o poder da internet. Se se interessar, compre depois a Revista Criativa de janeiro, tem cinco páginas lá onde eu tô contando a minha história com o Gui. Acho que você deve ter percebido o quanto eu amava (e ainda amo) o seu amigo. Um grande beijo com muito carinho e feliz 2008.

Anônimo disse...

Eu queria muito ter encontrado com ele , lendo seus textos, vejo o quanto eu o conhecia, os pés tortos, puxa... quantas coisas fizemos juntos...sendo você o grande amor da vida do meu amigo, meu carinho se estende até vocês dois, você por ter conquistado o coração dele e o Francisco por ser uma parte dele...as cartas que o Gui me escreveu minha mãe entregou para a Déia, mostre um dia para o Francisco, conte pra ele que o pai dele pode ter tido muitos amigos aí em Belo Horizonte, mais aprontar mesmo foi comigo, deixamos muitos com os cabelos em pé...não dá pra entender, ele foi cedo de mais...Cristiana e Francisco, um grande beijo pra vocês...já solicitei a compra da revista.
Marcel Fomin

Pequena disse...

Marcel, eu tô muito emocionada e lisonjeada com suas palavras. Obrigada pelo carinho, vamos conversar mais. Quero muito saber ainda mais sobre o Gui.

Se puder deixe seu email aqui pra eu mandar a foto de que falei pra você. Ou, se preferir, me escreva no cristiguerra@uol.com.br

Um grande abraço.

ludi_heavymetal disse...

Cistiana, me faltam as palavras... hoje acordei com uma angustia no peito. Com grandes decepçoes, amores que passam, que vao e nao deixam respostas. Me sinto tao boba em dizer que o motivo da minha dor tao imensa, ta aqui pertinho de mim, que o vejo sempre, mas que o que era tao bom, e que hoje me faz tao triste, passou... mas talvez um dia tenha volta.Chorei a tarde inteira por isso, resolvi ler pra me distrair, e por acaso, foram as suas palavras que me emocionaram e me fizeram chorar de novo, mas também foram elas que resgataram em mim a vontade de dar a volta por cima. Significou muito pra mim, nessa tarde de chuva e mágoas. É exemplar sua força e coragem!
Que 2008 seja melhor pra todos nós.
E sinceramente, prazer em conhece-la mesmo que nao me conheça.
Abraços pra voce e Francisco.
Ludi
Ps: nao posso deixar de comentar que don't be cruel é minha musica preferida do Elvis. E recomendar a walk away do Ben Harper, a letra é linda...

Raíssa disse...

Sabe, li parte da sua história hoje em uma revista... não passei por certos bocados como você... mas há coisas como : temer a morte do grande amor da sua vida.
eu estou no começo do namoro, mas o que eu sinto é uma coisa tão intensa que chega a ser indescritível (e eu sei que não é euforia de começo de namoro... quando é amor mesmo, a gente sente! (é diferente)

Admirei sua força,sua história, você sim, podemos dizer que é uma MULHER!
Ahhh, seu filho é lindo!


Enfim... feliz ano novo!
mta paz, saúde, felicidade, força...
continue sendo assim, um exemplo. (sim, tu és um exemplo para nós mulheres)

beijo

Cristiane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cristiane disse...

Eu tenho certeza que 2008 será um ano bom para todos nós!

Cristiane Senna

Mayumi disse...

Cris e Cisco: FELIZ ANO NOVO!!!
Meu nome é Mayumi, nasci em São Paulo, mas atualmente moro no Japão.
Conheci seu cantinho, através do Ludicices, da Jana. Primeiro conheci o Hoje eu vou assim e adorei, depois que conheci o Para Franscisco então: Amei!!! Não é um blog, é uma verdadeira divina e linda declaração de amor!!! é o cantinho mais lindo que já conheci, suas palavras tocam fundo no coração!!! E o Francisco?!! Que Deus o abençõe e ilumine sempre, sempre...Parabéns ele é lindo e super fofo, tem um olhar de paz e alegria, com certeza onde quer que esteja o papai Gui está muito orgulhoso da Família linda que tem.
Que 2008 seja um ano sereno e iluminado para vcs.!!! Beijos

Larissa disse...

Vi a matéria com vc na revista Criativa e resolvi entrar nos seus dois blogs..Me encantei com a leveza do "hoje vou assim" e com a emoção do "para francisco". Me emocionei com suas palavras e com a força q vc tem. Parabéns pelo filho lindo e por esse amor tão grande e gostoso de ver..ler..e que até podemos sentir...

Daniela disse...

Cris, conheci um pouco da tua história na Revista Criativa e não pude deixar de ler um pouco mais aqui, no teu blog. Lindo, lindo e extremamente emocionante. Cada palavra tua, cada foto tua com o Gui ou com teu filho demonstra que o amor ainda é um sentimento muito vivo, mesmo após a morte. Os olhos se enchem de lágrimas e uma admiração é formada. Que 2008 seja de uma felicidade mais leve para ti e Francisco e que a alegria tatuada em teu braço também seja tatuada em tua vida. Beijos

Lubi disse...

Uma das coisas mais bonitas que já li, já vi.

Um beijo.

guigobarros disse...

Eu desejo a vc e a todos que 2008 seja um ano suave...

Anônimo disse...

Oi Cris, meu Nome é José, acabei de ver seu blog e ler a materia na revista. Que sensibilidade, que lindo, suas palavras inundaram meu olhos, meu coração bateu em harmonia com sua história.

Quero lhe dizer que o seu amor será sempre eterno, infinito.

EStou muito emocionado, pois a vida já me aprontou bastante, mas vamos lutando, sorrindo, de cabeça erguida e com muito orgulho de nossa experiências nesta vida !!!

Seu Cisco é lindo !!!!!
Beijos com carinho...
Domingues, Resende, RJ

Chat Gris disse...

O seu blogue é muito belo! Passei por aqui por acaso... Lindas as fotografias e o que escreve. :)
Bom Ano aos 2!
Um abraço e um ronrom cá do rapaz...

DAiane Paim disse...

Vi o endereço do seu blog nessa edição da revista gloss, nossa me encantei... mtoooo lindooo.. vc consegue expressar seus sentimentos. Tenha um excelente 2008 pra vc e seu filhinho.. bjus...

Aninha disse...

Cris,
Nossa passei a tarde toda lendo seu blog. Mistura de sentimentos, tristeza pela sua historia, pelo Fracisco, pelo Gui. Alegria por você ser tão forte, e pelo Franscisco ter uma mãe como voce.

Li quase todos seus posts, e acompanhando sua tragetoria, me perguntei, o que aconteceu com o Gui?

Anônimo disse...

Oi, Cris!
Acabei de vê-la no Globo Repórter!
Prontamente me empenhei em achar seu blog!

ACHEI!!!
Lerei-o por inteiro, assim que puder!

Admirei MUITO suas conclusões na reportagem!
Sei que me admirarei MAIS AINDA ao ver o blog com mais calma...

Desde já, te agradeço!

Felicidades, pra vc, Francisco, GUILHERME, e seus sogros!

;-)

Marcelo Maia

Aline disse...

Amei seu blog, que linda história!
Parabéns!

Anônimo disse...

A tua historia me comoveu bastante, perdir meu marido poucos meses depois de casada e um aborto espontaneo assim q ele se foi...

Priscilla Marchetto de La Rocque disse...

Acabo de conhecer seu blog....e ainda muito pouco de sua história..Mas já a admiro pelas palavras de perseverança, e desejo de felicidade que revela aqui...

Meu mais sincero e profundo desejo de que vc e seu lindo filho tenham uma vida incrível, fascinante e feliz!

um gde abraço,
Priscilla

priscii442 disse...

Nossa, sua barriga era bem pontudinha né Cris?/! Muito linda!
adoro seu blog. Beijos!

TATY BE TATY Edição de Imagens disse...

Estou emocionada com seu blog. apaixonada... vou ler todinho esse fim de semana.

Tenho 2 filhos de 2 casamentos. Estou sozinha e me sinto feliz em olhar os meus filhos crescendo em graça e luz.

Temos perdas sempre. As vezes nos perdemos de tudo.

Vc é muito forte e eu me apego a força de outras pessoas para aprender a ser.

Michelle Corgozinho disse...

Oi, Cris, boa tarde!!!

Vc é uma pessoa mto abençoada por ter convivido com uma pessoa tão maravilhosa como o pai do Francisco e pelos e-mail que ele te mandava, nunca vi um amor como este, leve, sereno, alegre, saudável e despretensioso...
Nossa, depois de ler seu blog eu comecei a acreditar que o amor existe e pode ser incondicional!!!

Abraços e mto amor pra vc sempre...

Rodrigo Morelli disse...

Cristina, parabéns pela iniciativa de escrever ao seu filho.

Sou pai há 4 meses, também resolvi escrever para minha princesinha e hoje já fico imaginando a carinha dela ao ouvir as histórias que escrevi.

Carinha que você deve ver todos os dias, do seu Francisco.

Parabéns pela dedicação!

Camila Rodrigues disse...

Cris, conheci seus blogs depois da matéria na Época. Chorei lendo a matéria... Me senti tão mesquinha por sofrer por tão pouco. Depois de tanto tempo, só li este post agora (não tinha lido os primeiros posts). E foi providencial... EStou me sentindo mal com uma situação específica... No meio de uma desilusão, sem acreditar mais no amor. Vendo a sua força e a sua certeza de que o amor existe, apesar da dor que vc sentiu, continuo a me sentir egoísta com a minha própria dor. Parabéns por amar, por superar a dor e, acima de tudo, por amar-se. Nem te conheço, mas transmito pensamentos positivos. Um abraço para você e "para Francisco".