quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Caixinha.

A vida tem surpresas maravilhosas. Hoje encontrei uma delas no site do escritor Thales Guaracy.

53 comentários:

angélica disse...

Seu livro deve ser muito bom.tenho apenas 16 anos e me comovi muito cm tdo essa historia,qndo puder quero comprar seu livro.
Parabéns pela força que vc tem
beeijos

Confissões Cotidianas disse...

Resumo de tudo que senti e ainda sinto ao ler suas palavras..leves..mas de um peso gigantesco quando o assunto é consequencia. Sim. Consequencia delas na vida da gente! Com certeza você mudou a vida de muita gente.
Beijos e LUZ. Um abraço ao Cisco em meu nome. Ele é lindo! Uma dádiva.

A.L. disse...

nunca vi alguém tão forte e tão doce, Cris... que pessoa maravilhosa você é... que lição de vida!!! terminei de ler seu blog aos prantos, morrendo de vontade de dar um grande abraço em todas as pessoas que amo.

obrigada.

Luana disse...

Às vezes me dá um orgulho de mim mesma. Orgulho-me por receber elogios, por dormir e não ter mais pesadelos e principalmente por ver que as minhas vontades ainda têm algum poder, ainda que não seja um poder maior que o acaso.
Imagino que deve estar orgulhosa também. Por você e pelos seus filhos (o Francisco e o livro dele).

Alguém* disse...

Parabéns, Cris!
Que o sucesso continue te acompanhando.
Beijo!

Luciana disse...

Perfeita a resenha, Cris ...
Poética, como os seus textos.
Hoje meu livro chegou e li de um fôlego só, rindo e chorando com a mesma intensidade, admirando você cada vez mais ...

Linda a carta para o Guilherme.
Linda você, Cris!
Lindo o Cisco, síntese de um amor maior que a vida, maior que a morte, e que não deu sentido apenas a tudo o que vc viveu, mas também ensinou muito pra quem passou por aqui e conheceu tua história, ou então viu na tv, nos comentários em matérias ou blogs mundo afora.

Um abraço apertado, com todo meu carinho pra vocês!

flo disse...

A vida tem pessoas maravilhosas como vocês! bjs.

Bel disse...

A vida só devolve o que a gente oferece. Só recolhes porque semeias. És e o que és tem poder de tocar e transformar.
Linda a resenha que te apresenta e anuncia pedaços teus ...
Um grande beijo,
Bel.

Christopher Rodrigues disse...

Olá Cris! Td bem?!
Fiquei encantado com seu trabalho e sua história; acompanhei sua entrevista no sem censura exibida dia 28/11; não descolei da TV desde o começo e fiquei surpreso com tamanha força!^^
Amei o seu blog, os textos são de leveza e perspicácia indescritível, fico feliz que todos os sofrimentos e alegrias de alguém hoje nos sirvam de forma tão rica que é a tua escrita.

Abraços,
Felicidades e Força sempre.


P.S. - Costumo aventurar-me no universo da escrita tb, ficarei mto feliz se passar por aqui: http://existenciaenausea.blogspot.com

E deixar algum comentário sobre minhas desvesturas literárias.^^

Renata Rocha disse...

ai que lindo !!!

Anônimo disse...

Oi!
Há muito tempo leio você, mas só hoje vim comentar. Isso porque prefiro o silêncio do sentimento. O que vem de dentro também fala muito alto e supera qualquer distância. Vi que as músicas que postou saíram, acho que é problema do site, não sei. Não teria como você lançar um CD com as suas músicas? Descobri tanta coisa maravilhosa por aqui. Desculpe se a sugestão for inconveniente. Se eu tiver que causar algo a você, que seja somente carinho... Um grande beijo, fique sempre bem.
Danielle

Malu disse...

Olá, sou de Osasco-SP, e hoje numa de minhas muitas madrugadas sem sono encontrei teu blog.Como vc disse em um de seus posts (mais ou menos assim): seu depoimento era sua cura e para alguns era espelho, para outros lição, isso para mim foi lição.Obrigada por ter me dado essa oportunidade de aprender um pouco mais.Comovente teu vídeo 'crescendo'. Fique em paz.
Malu

Claudinha disse...

Cris!
Você merece isso tudo e muito mais!
Obrigada por compartilhar toda a sua dor e suas alegrias com todos nós, isso faz com que possamos compreender que muitas vezes, a vida se configura exatamente de acordo com o olhar que lançamos sobre ela. O seu é um olhar doce, apaixonado, realista e de uma esperança sem igual.
Parabéns. Mais uma vez. Não me canso de parabenizá-la.
Bjos para vc e para o Francisco

Iana Coimbra disse...

Cris,

Que resenha bem escrita! Muito legal.

Em tempo, meu pai conhece seu sogro (assim como milhares de pessoas). Ele não é muito fã dos meus livros, mas pegou o seu escondido e começou a ler. Semana passada ele "confessou" e disse que era leitura obrigatória pra todos de casa. Sem falar que o homem até chorou lendo suas palavras. Mas não foram lágrimas pela história da perda, mas sim pela importância da valorização da vida.

Bjs pra vc.

Ana Carolina disse...

Foi um dos textos mais bonitos que já li sobre o livro e sobre seu blog. Parabéns, querida. Quem sabe nao vem um prêmio Jabuti por aí??!!! (aí vai ter Cristiana na FLIP, na Bienal do Livro do Rio...hehe!!)

Torço sempre por vc!! Um beijo

Regina disse...

Ontem de noite estava relendo o livro. Não me canso. E a cada leitura, encontro uma emoção nova. Sabe, Cris, escrever bem é um dom que poucas pessoas têm. Sempre me cobrei por isso. Porque eu sempre gostei de ler (desde pequena, comecei com os contos dos irmãos Grimm e lí todos da série Vagalume), quando pequena eu escrevia minhas poesias. Lembro-me, uma vez, que fiz uma redação que o meu colega de sala, não acreditou que fui eu quem tinha feito. Mas a medida que fui crescendo, parece que o "dom" foi se esvaindo e eu parei (talvez porque tinha vergonha). Com o passar do tempo surgiu o "Blog", mas nunca me achei à altura deles. Por ironia do destino me casei com um redator, que escreve com uma destreza invejável. Qualquer texto, nas mãos dele, ficam lindos, bonitos, completos. Cheguei a ensaiar uns textos no meu blog, mas não achei que era bem aquilo. Até que resolvi perguntar ao meu marido, como ele consegue escrever daquele jeito, e ele me disse que é simples: Basta escrever o que você sente, escrever com a alma, aí as palavras fluem de uma maneira impressionate.
Quando descobri seu blog, percebi que ele estava certo. E - ainda mais - que existe uma escrita diferente, aquela que mesmo distante, consegue tocar no coração, consegue nos fazer chorar (até então eu só tinha chorado com o livro "Meu pé de laranja lima").
Por isso, Cris, você é uma dessas pessoas especiais. Que usa a mão, para escrever o que o coração está ditando.
Te admiro demais.

Um beijo em seu coração e outro em Cisquinho de gente.

(Ps: Cris, ele só errou nas datas, acho que você descobriu que estava grávida em julho né? Porque eu lembro do capitulo que você fala de como descobriu que estava grávida e do chocolate quente,altas horas da noite,em pelna segunda, com o tio Dani.)

Carol disse...

Cris,

Impressionante como as pessoas conseguem se superar falando de você e do livro.
''Nem o mais frívolo leitor, aquele que é capaz de passar para trás uma velhinha na fila ou tirar o picolé de uma criança, ficaria indiferente''

Beijos

amelie poulain disse...

sua forma de superar o sofrimento de uma perda e celebrar uma nova vida é fantástica...

Anônimo disse...

Fiz um caminho diferente até aqui, não conhecia o blog, não vi globo reporte, nem o sem censura.
Estava olhando as novidades na livraria, vi o livro, uma capa simples, bem low profile que me chamou atenção dei uma lidinha e me encantei.
A dignidade diante de tudo que viveu e sua capacidade de sublimação é realmente impressionante,emocionante.
De vez em quando virei aqui.
Obrigada
Marta

. disse...

Te vi hoje no site da Revista Criativa!! Você está entre as mulheres que se destaram no ano de 2008!
Parabéns!

Luciana disse...

Cristina, além guerreira você é uma heroína. Fiquei sabendo do seu blog há pouco tempo, pelo jornal, e me encantei. Muita força pra você! (Criei um blog recentemente, se quiser visitar será um prazer: http://trembom.blog.terra.com.br)

Menina disse...

Quem acompanha o blog jah està com saudades...

Linda disse...

Vc merece esse reconhecimento pequena!

Cristiana disse...

Cris, me emocionei agora. Eu conheço o Thales e a mulher desde quando todos nós moráveamos em NY. Graziela e eu ficamos grávidas quase que ao mesmo tempo. :-) E o filho deles nasceu no mesmo dia da Diana. São pessoas muito especiais! Como você! Beijos, Cris.

Debinha disse...

Oi Cris!..Primeira vez aqui..que coisa linda!Parabéns! Estava lendo alguns posts anteriores..do jeito que você fala do Gui..me tocou muito.. Só me veio à mente um grande amigo que está longe e que sente algo mais por mim..será que um dia vou sentir por ele o que vocês sentiam??... Parabéns pela mulher que você é! Abraço. Beijos no Francisco

manu disse...

Parabéns Cris! Fico feliz de saber que suas palavras tornaram-se livro. Esse será um grande tesouro para Francisco. Certa vez um amigo me disse: livros são construções. Jamais esqueci.Realmente, livros são construções. A cada leitura, construimos um pouco de nós. Imagina o valor desse livro para o teu filho... imagina, o quanto tuas palavras serão uma construção de amor em seu coração, uma construção de lembranças e de saudades. Mto lindo... parabéns.

Nanda Klayn disse...

preciso ler suas palavras..

Letícia disse...

Oi Cris, conheci seu blog porque vi sua entrevista no programa "Tudo de Bom"! Fiquei impressionada com seu otimismo e garra pra enfrentar um momento tão difícil. Virei leitora assídua do blog, e pretendo ler seu livro nas minhas férias! Achei muito legal sua idéia de contar para o Francisco sobre o pai através do blog. Ele é uma lindeza, ainda mais com a roupinha do galo! Parabéns pela sua coragem! bjos

Anônimo disse...

Quando voce menos espera vem o destina e buhhh SURPRESA!

:D Cris muita alegria para voce e o Francisco...

Bjo Mil

Vanessa disse...

Fiquei triste de não ter ido ao lançamento do seu livro aqui em BH. Foi tão pertinho, no meu bairro mesmo... Mas é que eu só descobri o seu blog hoje. =]
Tirei um tempinho pra ler seus textos e me emocionei muito com a sua história. É maravilhoso tudo o que você escreve, dá uma tristeza tão grande e, ao mesmo tempo, uma alegria, assim... Uma leveza.
Pode ter certeza que vou comprar seu livro. Mais um na listinha pro Papai Noel. =]
Parabéns pelo seu trabalho (e pela sua força). Sucesso, sempre.

Nêssa

cpacheco disse...

Cris,

Pedi seu livro de amigo oculto, mas meu marido acabou me dando antes, tamanha a minha ansiedade.

Você pretende vir a Brasília alguma dia? Já imprimi seu autógrafo, porém te abraçar e recebê-lo pessoalmente seria muito melhor.

Um beijão no Cisco.
Um beijão em vc.

Éverton Vidal disse...

Uma amiga (Paula) me mostrou o seu blog, e eu estou aqui olhando, e eu adorei. De verdade. Que originalidade.

Bj.
Inté!

Flor de Bela Alma disse...

Linda, tá no meu blog, vc! Vai lá e me diz: Bia

Marlla Farias disse...

Tô tão feliz!
Comprei o livro hoje, na Saraiva, aqui em Salvador!
=)

Beijos.

Stacy disse...

só uma coisa a dizer:

Você eh FODA!

:D

Ana disse...

VIVA! VIVA!

ana lins
:)

Miepeee disse...

Uma nota muito merecida :)
Felicidades para voces.

Elpídio disse...

Oi Cristina,
Acho que você conseguiu conceber um verdadeiro livro de auto-ajuda.
Fale-me sobre as suas dores e suas alegrias e me falará sobre o meu mundo.
Seu livro é ótimo !!!
Beijos.

Renata disse...

Cris!

Que lindo ver suas palavras assim, pelo mundo...

Beijo grande,

Renata.

Tati disse...

Vc merece!
Não consegui ir no lançamento no Shop Ibirapuera, tava dando aula particular, e ainda não consegui comprar o livro! Apenas uma questão de tempo!!!

bjocasss

Vii disse...

a revista GLOSS também publicou uma notinha (:

Brunna disse...

Encontrei seu blog ontem! meio tarde, né?! Hehehehe! Mas eu tô louca pelo seu livro, querida.
Eu tõ aprendendo tanta coisa aqui que você nem sabe. Tô achando tão demais aprender isso agora, agora mesmo. Tô lendo desde o comecinho...só ontem li o ano de 2007 inteiro! Prende a gente...quero saber o que tem noutro.
Você disse algo como: eu sinto que vou viver muito. mais ou menos assim, talvez não seja com essas palvras mas era isso que tava escrito. Eu, sinceramente, sempre achei que não vou viver muito. Não vou ficar velhinha, sabe! Acho, né...e vejo que não tenho medo.
Um beijo bem grande pra vocês, querida.

Rascunhos em papel de pão disse...

Uma querida!

cris disse...

que texto mais lindo! mas você merece mesmo essa lindeza toda ao falarem de seu livro. aliás, você faz mágica: com sua sensibilidade refinada, consegue mobilizar em nós, leitores, o que temos de melhor e mais puro. tenha certeza que você já fez - e faz - o mundo mais bonito.

Marcia Lima Gomes disse...

Que belo texto, né? Querida, aonde eu encontro o seu livro no exterior? Por acaso, ele está à venda na Amazon.com?

Andréia Nery disse...

É isso tudo mesmo. Parabéns ao Thales pelas palavras.

Marcella disse...

O livro é maravilhoso!! Acabei de terminar de ler o meu, e vou na livraria agora comprar mais dois: um pra guardar de presente pro meu filho (que hoje tem apenas 3 anos) e outro pra dar de presente a outra fã sua.

Marcella disse...

ahh só mais uma coisinha: a carta para o Guilherme tá aqui no blog? Não lembrava dela, e quase morro de tanto chorar...

cris disse...

comprei seu livro na siciliano hoje e já li um tanto. só parei pra não "gastar" tudo de uma vez... rsrsrsr

mísa disse...

apenas mais um elogio
apenas para que vc saiba que tocou mais um coração....
que seu amor por Francisco, pelo Gui e pelo mundo só aumente!

Paula disse...

Gúria!!!!
Terminei de ler o teu livro hoje de manhã e já acordei emocionada, é muito bom, você tem um talento imenso para escrever.
Parabéns...enfim a vida continua e temos que vivê-la, mas a escolha de sermos felizes é de cada um, e a morte é apenas um renascimento mal compreendido e esquecido por nós.
Bjos

Karla Maria disse...

Que lindo, Cris.
Fiquei muito feliz como que ele escreveu, na minha opinião, o melhor comentário sobre o livro e post.
Bjs

Luiz Felipe Leal disse...

verdade.