sexta-feira, 20 de junho de 2008

A parede.



Repare bem, filho. Aquele labrador que brinca feliz no meio do mato é imaginação do seu pai. Aquele céu azul por onde passeiam finas nuvens foi ele quem pintou. Desejou para você um mundo assim. Talvez pensasse um dia trazer de surpresa um cachorro preto com alma de moleque. Pra passear com a gente no jardim da casa que ele sonhava construir. Talvez não tenha tido tempo para pensar, só pra sentir. Aquele era mesmo o desenho sonhado para o quarto do filho? O tempo se encarregou de decidir. Se um ponto final com jeito de vírgula o tirou daqui para sempre, ficou o desenho no meu computador. Aquela era a parede. Ponto. Antes, eu quis para ela carneirinhos macios. Quis tantas coisas que assim não foram. Aquele era o seu mundo e estava pronto. Achei lindo. Acho que tive tempo de dizer isso pra ele. Diferente de um quarto de bebê. Forte e delicado como o pai do bebê. Hoje, é diante dessa parede que você brinca. Parede que é um céu. E eu sigo, sem parar para pensar se à minha frente está o que desenhei pra mim. Não me lembro do desenho. Sigo achando bonito mesmo assim.

66 comentários:

Anônimo disse...

Conheci seu blog hoje e tenho a honra de acompanhar seu último post em tempo real... Não sei escrever tão bem quanto você.. isso acaba de ficar óbvio .. Mas só gostaria de dizer que te admiro muito e é a primeira vez que isso acontece tão rapidamente.. Tive duas grandes perdas há menos de um ano, naquele acidente de avião.. Entendo muito do que tu falas. Que bom que tens o Francisco.. Quero te deixar um beijo, com muito carinho.. E que muitas flores, risos e delicadezas existam no teu caminho... (Fabi)

Nina disse...

Ahh, porque eu não vejo imagem alguma?? esse meu computador tá me deixando muito chateada...
Mas o Gui era mesmo um artista não era? por isso imagino que deve estar bem bonito. À propósito, amei a sua foto aí embaixo, com ambos os artistas.
Bjs pra vc e Cisco

Jújuzinha disse...

Cris, olá

As suas palavras semprem renovam -me.
Muito lindo o desenho!!!!!

Tudo de bom para você e o Cisco

bjks mil Jújuzinha

Isa Rosa's disse...

Nossa, achei lindo esse desenho.
Com certeza o Gui deixou muitas recordações pra que o Francisco o conheça em alma.
Você é a principal delas.

Parabéns mais uma vez por esse blog tão especial.

Beijos Taísa.

Dani Seiler... disse...

Eitchaaa....Que amor!!!!
Gosto tanto daqui....

Bjos Bjos...

Ana Carolina disse...

O Gui era diretor de arte, né? Nossa...e devia ser dos bons...linda a composição!
Eu vi no quarto do Cisco aquele dia e não sabia q tinha sido obra dele...q bacana...
Beijoca, querida

Juliana disse...

Cheguei aqui através de uma amiga... lindo, lindos textos, linda história...


Quando amamos, terminamos amando a visão do outro sobre o mundo, não é?

beijos

SGi/Sonia disse...

Simples, bonito, real...
Ai Cris, quanta sorte você teve!
Quanta sorte você tem!

beijins

Anônimo disse...

a última parte está meio confusa. acho que vc precisa incluir algumas palavras. tá meio sem sentido...

Pequena disse...

Tem razão, consertei. Fico alterando aqui mesmo no blog e acabei me confundindo. Obrigada.

Liliane disse...

Vejo seu blog todos os dias, é uma reflexão diária mesmo!
Palavras tão sinceras, que me ticam profundamente. Adentram em minha alma e por incrível que pareça confortam meu coração.
Você formou uma família linda e mais do que isso, úma família especial. Parabéns pelas doces e sábias palavras, parabéns pela vontade de viver cada dia.
Aprendi a amar sua história como se fosse a minha própria.
Beijos no seu coração e no coraçãozinho desse menino lindo que você tem o privilégio de chamar de filho.

Na cor lilás! disse...

Cris, que linda a imagem, seu namorado era realmente um artista. Mas mudando de assunto...vc já pensou em escrever um livro? Ontem copiei um texto que vc escreveu no dia internacional da mulher no "hoje vou assim" e li para minha mãe em casa. Te digo uma coisa, ela não gosta de qualquer coisa e amouuuu o seu texto. Disse uma coisa que eu já sabia e que vc tb deve saber...que vc além de escrever muito bem, ainda escreve de um jeito gostoso. Aquele tipo de texto q mesmo quando longo, vc lê com gosto. Pensa aí. Talvez fosse um grande presente para o seu Francisco. Super beijo da fã..Sue Helen.

Renata disse...

Olá, conheci seu blog ontem. Sou mineira também, e sendo assim pessoa forte que as vezes se perde em tanto céu e montanha. Essa semana criei um blog pra mim também, para falar do que não entendo, de pequenas coisas. Tive perdas grandes de uma vez só. Perdas diferentes e que marcaram minha alma com um sorriso tolo de esperança de que tudo fosse mentira. Se quiser compartilhar comigo, ainda não o divulguei: www.serenatasempre.blogspot.com Desejo lhe tudo de bom e um mundo melhor para o seu filho fofo. Renata

Anônimo disse...

"O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser."

Eu acho q essa frase do poeta gaúcho Mário Quintana, define bem o amor de vocês.

Admiro muito a tua força...
Bjs, Pati.

Força Sempre! disse...

simplesmente lindo texto!
Bjs.
Marcília

Tati disse...

Cris,
estou lendo o seu blog todinho. Aos poucos absorverei cada palavra. Hj vi o vídeo (reportagem) que fala sobre a perda/morte, onde trás um pouco da história de vcs. Entendi quem está no retrato grande que aparece atrás de vc e Gui nas fotos da gravidez: seus pais. Vi o vô e vó do Gui, que presente lindo vc é para eles também (além do Francisco que já é um presentão). Sua história é linda, divina, chorei, chorei... delicadeza imensa... tirando o amor da dor! Lembra sempre (vc sabe) q há uma dor que dói e um BÁLSAMO que cura. Te desejo mta paz. Obrigada por partilhar.
Abraço!

Tati disse...

Corrigindo: vi o vô e vó do FRANCISCO.
Bjoss

Renata Rocha disse...

Vc 'e linda...
Quando escrever o livro, quero estar no lançamento e tirar uma foto !
Beijos para vc e Cisco.
Um fim de semana repleto de diversao para vcs !

Anônimo disse...

Nossa... Vc tem um Francisco, eu não tenho mais! O seu tem um labrador preto na parede. O que eu tinha, ainda tem um de verdade! Mais eu não o tenho mais :(
COisas da vida!
Bjsssssssssssssss

disse...

Oi Cris!

Que sorte do Francisco em ter uma parede dessas!!!Mas vá se preparando, este desenho está tão lindo que ele vai querer um labrador fofo(igualzinho o da foto)pra brincar!

Eu tenho a sorte de ter uma labradora amarela linda,e extremamente fiel e amável!

Um beijo e bom fim de semana,

Marisa Wilhelmi

Stefhanie disse...

Sempre entro em seu blog, resolvi procuraĺo após a materia do globo reporter.
Sua historia é linda e comovente, vivo comentando sobre ela com as pessoas.
Espero que vc seja sempre muito feliz com seu filho...
E tenha certeza de uma coisa...NADA acaba aqui nesta terra...
Em um belo dia o reencontro acontecerá...acredite nisso!
Boa sorte!
Grande abraço
Stefhanie

Anônimo disse...

Novo post, nova emoção...

Cris,você e o Gui são infinitamente belos. Por dentro e por fora...
Chorei só mais um pouquinho com o post de hoje. LINDO!
Aliás, posso copiar o desenho? Só para colocar no meu computador também? Eu tenho um labrador e amei a ilustração!

Bjs pra você e cheiro no Cisco.
Carol (RJ)

Tatiana disse...

Seus textos me fazem sentir vontade de dizer pelo menos "oi, passei por aqui, li, amei!"

Sofia disse...

A parede ficou linda, Cris. Com certeza vai servir de inspiração para o Cisco por muitas vezes.

Fiquei contente que você pode conhecer o João Miguel. Ele parece mesmo o Gui, e você pode comprovar isso melhor do que ninguém. Eu imagino que loucura pra você, vê-lo.

Essa semana eu tive a impressão de ver a minha amiga e sogra, que se foi a pouco menos de dois meses... Era outra pessoa que, de costas, pareceu muito com ela. Eu não sei explicar direito o que eu senti... Uma euforia que durou apenas alguns segundos, mas foi intensa. É muito difícil passar por essas coisas...

Sam ::: zukoski@hotmail.com disse...

olá
...fui lendo o blog e vou comentar dois posts, em atraso
.
Conheci a casa da sua avó em pampulha, sou estudante de arquitetura em SC. O post sobre a casa e quem vivia lá me foi bem interessante. Pensamos bem isso, eu e meus colegas "esses jardins são Burle Marx editado", ótimos. Até passei o post para eles.
.
Outra: aqui na minha cidade teve apresentação da peça "Por Elise", e eu tirei fotos. Segue os links se vc quiser guarda-las para vc, seu filho, colocar aqui ou só espiar mesmo.
um abraço
.
http://picasaweb.google.com.br/samarazukoski/IFestivalBrasileiroDeTeatroDeItaja/photo#5077534223033282914
.
http://picasaweb.google.com.br/samarazukoski/IFestivalBrasileiroDeTeatroDeItaja/photo#5077534158608773442
.
http://picasaweb.google.com.br/samarazukoski/IFestivalBrasileiroDeTeatroDeItaja/photo#5077534188673544530
.

mirianne disse...

post rico em significados, pelo labrador e pelas palavras. tocaram-me do modo como toca gente que gosta de labrador e de palavras. :-)
carinho a vc e ao Francisco.

Luciane Loureiro de Mello disse...

Quando minha filha Nina ia nascer, me arrumei e arrumei a casa, disse para meu marido, "acho importante que ela me veja bonita, tenha um lugar bonito para viver", minhas plantas eram lindas, cobriam uma janela inteira, janela grande, como cortina, um ano depois, meu irmao morreu, minhas plantas morreram, eu mal me olho no espelho... nao aceitei essa "parede" que a vida me mostrou, birra vai ver, imaturidade minha, vendo voce bonita, criativa, feliz, fico pensando no quanto estou perdendo dessa minha vida que ainda esta cheia de paredes bonitas, ontem arrumei a casa, hoje recebi vizitas, domingo eh dia de festa. Se quiser aparecer sera bem vinda, voce me faz bem!

Anônimo disse...

Parabéns belo seu blog. Belo e comovente. Uma comoção boa, uma saudade gentil. Não sei como cai nele, mas gostei muito e fiquei por um bom tempo. Ao ler cada frase, as imagens foram se formando na minha cabeça e logo imaginei uma boa sinopse para um belo filme. Mais uma vez, parabéns!
Érica

Luciane Loureiro de Mello disse...

Tenho tanto medo de escrever aqui que aconteceu um "visita com Z",perdoe minha inseguranca e ignorancia.

Mαиuєlα ॐ disse...

Texto lindo... Como todos os outros que já li por aqui. Você tem o dom da palavra e é incrível que o tenha descoberto sem querer. Torna toda essa situação, tudo o que você passou, semelhante à melodia do blues que a mim chega com um estranho encantar e entristecer ao mesmo tempo.

É o meu primeiro comentário, apesar de já ter vasculhado todo esse blog de tempos em tempos. Sou do tipo de leitora silenciosa. Choro e rio a sós. Gosto disso. Mas hoje, não sei o porquê, parei nessa página. E me comovi com o delicado comentário acima.

Sim, o texto é lindo, a imagem tão tocante, tão livre, porém, hoje, o mais belo é ver o que as palavras, ainda que de uma desconhecida a tantas outras (os) tão desconhecidas (os) quanto, podem fazer mudar. É verdade, as palavras, quando bem ditas, são capazes de mudar o mundo. Ainda que seja o pequeno mundo de alguém.

Desejo-te toda a sorte do mundo e que você cultive cada pedacinho de felicidade. Mas acima de tudo, desejo que, quando chegar a hora, o seu cisco leia texto a texto com a mesma delicadeza e poesia com que você os escreve.

Um beijo, imenso.

Mαиuєlα ॐ disse...

*o comentário de luciane.

;)

Dayana disse...

Chorei muito lendo o seu blog.. Meu pai morreu faz muito tempo, mas sinto muita falta dele... Só quem perde um pedaçinho nosso sabe como é iso. Achei suas palavras muito lindas e elas me fizeram lembrar de uma espécie de 'diario' que meu pai fez para mim antes de eu nascer... isso me faz sentir o quanto ele me amou (e continua me amando lá do céu) e faz muito bem para mim, apesar de ficar trsite por ele não estar mais por aqui.
Sabe, as vezes, fico imaginando o que meu pai pensaria de mim se estivesse por aqui: acho que ele ficaria orgulhoso de saber como sua filha mais velha é esforçada, lutadora e guerreira.. e que sua menorzinha conseguiu passar para pscologia em uma faculdade pública. Tenho certeza que ele ficaria muito feliz.. nossa, quanta saudade.... vou parar de escrever se não me acabo aqui de tanto chorar...

Parabéns por sua força, dedicação ao seu filho e pelo tamanho do seu amor pelo pai do seu filho,amor este que supera dimensões.

Marcinha disse...

Cris, conhecendo um pouco de sua vida e sua história,vou aprendendo muito me tornando mais sensível, este ano te conhecer, foi uma das melhores coisas que me aconteceu, tenho aprendido muito contigo e com as pessoas que comentam seu blog, pois percebo que são pessoas especiais também,tenho refletido muito sobre o amor e percebo que na correria diária não temos tempo para dar o mínimo às pessoaos que mais amamos, que esse tempo corre muito depressa e que é preciso priorizar as relações. Quando falo sobre você com minhas colegas da escola é como se estivesse falando de uma amiga que diariamente ou semanalmente troca comigo um pouco do que é seu, mas é realmente como me sinto fazendo parte um pouquinho do seu mundo e vc fazendo parte do meu. Adorei escrever essa mensagem para você hoje estava com saudades. Beijos Marcia

Lulu disse...

Oi, desde que li sua reportagem em uma revista, fiquei com um nó na garganta. Tenho um filho de 1 ano e 10 meses... não sei se suportaria. Repetindo o que é obvio, tua força te ilumina e se irradia nas tuas palavras...
Acompanho teu blog, não sei se pelo fato do Gui ser piauiense (sou de Teresina/PI), criou-se um vínculo e leio diariamente a história de vocês dois para o Francisco.

Lari_Xavier disse...

Cris pois é, amei ter visto seu comentário em meu blog, estou precisando muito dessa força...
E quando as pessoas nos mandam mensagens isso me faz muito bem , me faz criar uma coragem que nem eu sei de onde vem...

Obrigada por tudo
Ps: Não podia deixar de comentar, lindo o post, tão lindo o desenho que o Gui fez.Lindo mesmo é a historia de vcs

Um beijo imenso
e a força retribuida

Sofia Fada disse...

Oi Querida!
Lindo como sempre!!! Aliás, adoro labradores... na casa dos meus pais tem uma, amarela, o João brinca com ela demais...

bjs!

Guh. disse...

oi,
queria que vc visitasse meu blog..
fiz um texto falando um pouco sobre vc e acho que não custaria nada vc visitar xD..


http://www.huggedurtree.blogspot.com

Karen disse...

Cris que linda.
Engraçado, a parede do quarto da Vanelntina também foi feita por um designer que é muito importante na minha vida, e a pedido meu foi diferente de um quarto de bebê...Hoje o personagem principal do quarto esta com ela, em mim, em uma tatuagem....

bjs

Ana Barros disse...

Impossível a gente não se emocionar quando passa por aqui...

Andreia disse...

Nossa, linda a Gravura eu tenho um labrador, mas perdi um bebe. Olha como é a vida.
Tenho certeza que ele sonhou que seu filho brincasse com o Lab... são cães maravilhosos.

Mariana disse...

Tenho apenas 15 anos, e nunca perdi alguém realmente importante, alguem que eu realmente amasse e fizesse falta na minha vida.
Como já disse há uns dois posts atrás, eu "te conheci" na revista Seleções. Faz uma semana que venho aqui, vi teu blog inteirinho já, cada texto, cada musica, cada foto, cada video. Não consigo mais ligar o computador e não passar aqui para ler um pouco, refletir sobre a vida e, inevitavelmente, ver uma foto do lindo do Cisco. Mais uma vez parabéns Cris, admiro-te muito, em todos os sentidos.

Mariana

Ninha disse...

Olha, te conheci nessa ordem: procurando brechós virtuais (pq tinha/tenho uma vontade imensa de criar um, junto com minha irmã, pra reciclar guarda-roupas e arrumar uma graninha, em tempos de grana (muito) curta ...Parei no "filet pra quem é mignon", de lá pulei pro "hoje vou assim", onde vejo e me inspiro em produções dignas de revistas sem precisar pagar nadica de nada e, do de repente, parei aqui...No "Para Francisco"...Mulher, VC É INCRÍVEL. VC TRANSPIRA ARTE, CRIATIVIDADE E EMOÇÃO NO QUE VESTE, NO QUE ESCREVE...Sua história tem a dor da perda misturada com a beleza e força da superação...Seus blogs são um sucesso!!Parabéns de vero!!!Linda, inteligente, bem sucedida, bem resolvida e sensível!Vc é dez!!!Ah, Cris...joga tuas roupas no meu lixinho,vai??Que moça mais bem vestida!!!L-U-X-U-O-S-A!
No mais, amei a última postagem sobre o labrador...A idealização do quarto do Franscisco.VC ESCREVE DIVINAMENTE BEM!tchau!

Renata Rocha disse...

Hoje tive o privilegio de rolar na grama com um labrador enorme, lembrei do seu texto na hora.
Delicia pura !
Um beijo para os dois !

Let disse...

Cristiana,

sou Ana Letícia, tenho 22 anos, Carioca e estudante de Psicologia. Entrei no seu blog, do nada, buscando algum texto que falasse sobre "Amor Amigo" e encontrei vcs.

Comecei lendo do último post e fui descendo a página cada vez mais curiosa, mais surpresa com tantas palavras bonitas e me emocionei. Me emocionei diversas vezes. Lembrei de amores vividos, dos não correspondidos dos que não correspondi.

Apertou o meu peito qd ouvi a música "Quando o papai vai viajar". Também lembrei do meu pai que mesmo vivo se coloca distante...sinto sua falta. Enfim. Lembrei dos meus amigos, queridos amigos...

Não tive perdas tão próximas e espero tê-las daqui a longos anos, mas seu blog acariciou meu coração. Me fez refletir nos detalhes que sem querer deixo passar despercebido.

Parabéns pela sua superação, pela sua força, energia. Parabéns pela vida. Parabéns pelo Francisco. Parabéns pelo amor. Espero viver um também. :)

Beijos de uma nova admiradora.
Ana Letícia Lima.

JULIANA disse...

Oi, Cris!

Ja acompanho seu blog a algum tempo, desde a materia na revista gloss...mas como fiz meu blog recentemente so agora estou entrando de cabeça nesse mundo ou seja comentando, fuxicando...
Seu blog é lindo e tenho certeza que seu filhote vai adorar le-lo e perceber o turbilhão de sentimentos que passaram por vc todo esse tempo.
Admiro muito a forma que vc escreve e como se refere ao seu esposo... ah! meus pais tb são do Piaui, quando tiver oportunidade leve o Francisco para conhecer... é um estado de muitos contrastes mas é lindissimo!!! Caso vc queira tenho algumas dicas de lugares para visitar...
EH isso...é um grande prazer entra em contato com vc, uma mulher forte e com grandes estorias pra contar!!!!
Seus blogs ja estão adicionadissimos na minha listagem de favoritos.

Raquel disse...

Estava comprando um acessório em um blog e achei um outro blog seu. Sempre curiosa e admirando textos bem escritos, entrei aqui.
Li quase tudo.
Voce é uma guerreira. Me fez pensar e repensar minha vida e agradecer por tudo que tenho na vida, incluindo meus problemas.
Não te conheço, mas ja te admiro e muito.
Muita força para voce e conte com mais uma para pensar positivo para voce também.
Tudo de bom!

Erika disse...

Cris, ao ver essa imagem lembrei do livro " Marley e Eu" A vida e o amor ao lado do pior cão do mundo - John Grogan. Conta a história de um labrador.
Se puder leia, é lindo e emocionante.
BJOSS!!!

Renata disse...

Cris, prazer estar aqui, minha conterrânea. Desejo que na parede veja as tantas janelas abertas que traçou no seu caminho. Assim também procuro fazer com a minha vida, no momento de um furacão que chega a nos tirar o chão. um abraço, Renata.

Amanda disse...

Oi, é a guria q te add no orkut semana passada, q tem uma foto vestida de "santa" quando criança, rs
Outro post lindo. O Gui devia ser um cara incrível, afinal eu não acredito q toda essa arte e delicadeza sejam só obra da sua paixão e amor.
só discordo de uma coisa: não foi um ponto final com jeito de vírgula, e sim uma vírgula com jeito de ponto final. O Cisco e o blog são provas de q o Gui ainda está aqui. Que ele existiu, que ele existe. É o que importa.

Sabrina Marcolino disse...

Conheci sua história pela Revista Seleções. Imagino o que está sentindo. Estou no final da minha licença maternidade mas minha (única) filha faleceu há 40 dias... algo avassalador na minha vida. Não posso tentar de novo, senão quem fica viúvo é meu marido... parece que vou enlouquecer... com vc é assim?

Mariana (: disse...

Perfeito.

André disse...

Oi,
Acabei de te conhecer na Seleçoes.
Imagino que o que tenha passado nao foi nada legal. Mas gostei do jeito que voce parece levar as coisas. Ainda nao entrou muito na minha cabeça, mas um dia, gostaria de encarar as coisas desta maneira.
Otimo o blog.

Pequena disse...

Sabrina, eu não sei quantificar nem qualificar sua dor. Eu me curvo diante da sua perda - indizível. Só posso te dizer que o tempo tem seus mistérios e seu poder. Só posso te pedir que confie. Que olhe para o seu marido e valorize o amor que vocês têm. A vida nos dá surpresas duras e não faz doer menos tenos tentar entender por quê. Estou aqui, por perto. Um beijo.

Anônimo disse...

Oi

Indicaram seu blog e agora acompanho sempre. Muito bonita e inspiradora sua história! Vi esta breve reportagem na folha on line e lembrei de você. Impossível não lembrar de você! :-]

Aline Fróes

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u415891.shtml

¢em@ לאכימ דלא disse...

há uma superstição (não sei de onde, exatamente, creio que européia) que diz que cachorro preto seguindo a gente ao acaso é um bom augúrio.

Suellen disse...

Aiai Cris... tô eu aqui chorando denovo.
Choro com os seus textos, cada dia mais lindos e tocantes. Choro com as histórias dos comentários.
Mas graças a vcs digo mais eu te amo pro meu marido, pro meus pais, irmãos e amigos. Pq é isso que vc inspira na gente, vontade de ser feliz, de valorizar o que recebemos e de amar muito.
Bjo e obrigado por td.

Anônimo disse...

Soube do seu blog e da sua história através da revista Seleções, não pensei 2x liguei o computador e fui ver o seu blog, que coisas maravilhosas você escreve, não consegui parar de ler, passei horas e mais horas lendo, sorvendo cada palavra sua, me apaixonei pelo seu filho, pode ter certeza de que ele vai conhecer o pai melhor do que muitos que crescem ao lado dos seus pais.
Guerra não está apenas no seu sobrenome, está no seu sangue, você é guerreira é vencedora!
Te dou uma sugestão, publique o seu blog, é faça um livro, diante de tanta coisa linda que você escreve, não acho justo que fique vivo apenas no meio eletrônico, imortalize-o, eu amo a era da informática, mas não abro mão de um bom livro, adoro ir à livraria, e vou com imenso prazer comprar seu livro se o fizer.
Parabéns, tudo de bom para você e para o Francisco.

Marcia disse...

Sempre que entro no seu espaço me emociono. Hoje, desenhos na parede dos filhos me levou à infância dos meus. Lá também haviam. bj

Aline disse...

Olá ^^
Acho q como um monte de pessoinhas que passaram aqui eu também li sua história em Seleções, e emocionada, entrei aqui, li e sai em silêncio. Depois, pensei que não podia sair sem dizer nada, porque é como entrar na casa de alguém sem pedir licença, sei lá!
Bom, enfim... a perda é sentimento universal, mas o que fazer com a perda é o que torna alguns mais iluminados do que os outros.
Você transmite essa luz só sua, que emociona, encanta e dá forças para outras pessoas também continuarem!
Obrigada querida!

Anônimo disse...

Vi essa matéria e lembrei de você, acho que por causa do seu post sobre ele.
Leio sempre seu blog, você sabe como ninguem transformar dor em poesia.

http://cinema.terra.com.br/interna/0,,OI2971683-EI1176,00-Ator+que+nao+quer+interpretar+Lula+faz+charme+diz+produtor.html

Beijos,
Anna

ANA disse...

Pequena!
Como é linda aquela foto tua com o Francisco, COM O TITULO:AMOR define todo o teu blog. Tua história me cativa!

Karen disse...

Sabrina,

Você tem e-mail? (Cris, desculpe utilizar seu espaço, mas vi que ela não deixou email).

Também perdi minha filha há 40 dias, poderíamos conversar se quiser.

Bj

Danielinha disse...

vc se importa se eu copiar esta imagem para o meu computador?

Celinha disse...

Que lindo exemplo o seu!
E que amor lindo hein???Um exemplo de vida!
Amei!Parabéns pela força,você é sim uma guerreira!!
mil beijos,muita energia positiva pra você!
Célia

Mariana / A Rapariga disse...

Bem, acompanho o Blog já tem um tempo. São belas as palavras, são belas as imagens, as histórias, e os três personagens centrais disso tudo.
Mas algo me soa mais do que belo, a certeza de um amor verdadeiro e do despudor em reconhecer amar, sentir tudo que gente sente e hoje, ensinam-nos a disfarçar.
No Blog Para Francisco não cabe meio amor, meia dor, meio sofrimento, meia saudade, meia alegria... Cabe só o que é inteiro, completo, seja bonito ou feio, feliz ou triste, mas que seja verdadeiro.
Isso é único e falta hoje em dia.
Fragilidades que provam força... É como vejo a vida nas linhas do Para Francisco.

Grande abraço pra vocês de Mariana/ vulgo a Rapariga!

Até...

Lúcia disse...

Você escreve e deixa agente com lágrimas no olhos...
Tenho certeza de que essa não foi sua intenção, mas foi assim que eu fiquei quando li essa nensagem. Mas tenha certeza, as minhas lágrimas não foram de tristeza, foram de emoção pura! Dava até para imaginar o desenho sendo feito! Sei não, mas você escreve de uma maneira que consegue dividir com a gente tudo que está sentindo! Não pare nunca...