domingo, 8 de junho de 2008

Qualquer coisa.



Outro dia fui ao show do Arnaldo Antunes e este novo arranjo para uma música já conhecida me fez senti-la de um jeito bem diferente. Pela primeira vez, a letra falou comigo. E vi que ela poderia resumir a minha história com seu pai. Chorei, chorei muito. Pela beleza do acordeon a me contar sobre esse amor. Um amor em que pode acontecer qualquer coisa. Você inclusive. A ida do seu pai num piscar. Acontece que quando quase tudo acontece, nem tudo continua sendo possível. Mas uma coisa é verdade: "a gente caminhando de mãos dadas de qualquer maneira".

58 comentários:

_thaa_ disse...

Ontem por um acaso eu li sua reportagem na revista seleçes. Nao tenhu muitos comentarios exatos pra serem feitos! So tenhu a agradecer!Sua historia me deu forças pra enfrentar um momento ruim da minha vida! Afinal e pra issu que nossos aprendizados diarios servem,para que possamos passar nossas experiencias a diante! Parabens!
Que tudo de mais maravilhoso aconteça na sua vida e na vida do Francisco,siga a diante!

bjO!
:***

Ana Carolina disse...

Querida! sua sensibilidade é coisa rara...emociona, contagia e é de uma beleza tão bacana...

um beijo.

Grazi!!! disse...

nossa, que engraçado que é o destino... quando por acaso encontrei seu blog, filet pra mignon, achei que te conhecia de algum lugar, e agora escarafuchando aqui, achei esse blog, e me lembrei da reportagem da globo.. como eu fiquei emociada agora então... que mulher forte! eu também perdi meu pai cedo, tinha seis anos, mas grávida de 1 mes do meu primeiro filho guilherme, perdi minha amada mãe... sua história com o gui e como vc leva o francisco é emociante! se já era fã, imagina agora! se for passar pelo rio, me avisa, adoraria te conhecer! vou te acompanhar aqui agora e sempre!
te linkei no blog dos meus filhos!!!

difinhas.blogspot.com

abraços,
graziela

Karina disse...

Coisa absurda que é a vida, né?
E que coisa linda você consegue fazer com ela dia após dia. É emocionante a maneira como você traduz suas emoções. Que Deus ilumine vocês três eternamente.
Teu blog vai ser linkado no meu, impossível não fazer isso depois de ler coisas tão tocantes.
Abraços,
K

Pat (Brasília) disse...

O mais belo de tudo é deixar que sua emoção transborde e nos alcance... Obrigada pela delicadeza...
Pat

Beatriz Cordeiro disse...

Linda música...

E, pelo pouco que conheço da sua vida, posso dizer: vc é linda, assim como tudo o que faz (Cisco incluso hehehe)

Beijos

Bel disse...

Cris... tanto de ti em mim...tanto da arte do Arnaldo em cada um(a) de nós...em todos(as). Eu simplismente venero a produção artística desse poeta-concreto que sussurra graves em nossos ouvidos. Ele é puro encanto. Assim... como és. Como é a tua trajetória de vida. Artistas de alma inteira. Tu e ele. Têm o pulso do amor no corpo inteiro. Admiro-te, Cris. Tamanho amor...
Imagino tua emoção. Tão viva!
Bel.

Vyh disse...

Oi,Querida...
ahhhhhh 1º que garotinho + lindoooooooooooo
bom, da para ver que é a 1] vez que passo por aqui, tão importante como amar é saber amar e vc e o ai do cisco conseguiram com primeza, olha o amor nunca morre, e sei que ele vive bem ai dentro de você, como algo que não deseja sair, mas que fica por ficar, orque se todos tirassem tempo para amar, a vida seria simples e gostosa como ir no parque de diversão..
hiper bjO

.:*Mandy*:. disse...

Confesso que não conheço muito sobre o Arnaldo, mas depois de ouvir essa canção vou corrigir meu erro :)
Lindo, lindo, lindo!!!

Ah, e dê uma passada no meu blog quando puder... por nada não, hehehehehe ;D

Beijos e uma ótima semana ;*****************

Aninha Bitten disse...

Postei esse comentário ontem, mas repito aqui, caso tu não tenha lido... e eu gostaria mto que tu consiga ler.

Cristiana... teu blog me foi apresentado por uma professora, pois eu estou trabalhando na minha monografia sobre a psicologia do luto e ele me deu essa dica sobre você... é impossível não ler o que tu escreve sem ficar com um nó na garganta, ao confirmar que o amor é maior do que tudo nesse mundo. Também sou mãe. E posso te dizer que meu filho também não tem o pai presente, mesmo ele estando vivo e morando a poucos bairros distante de nós dois. Mas enfim, cada um faz suas escolhas e o pai do meu Gabriel fez a dele.
Dia desses encontrei um texto lindo, do Caco Ciocler, ator, que me emocionou profundamente. Foi escrito para o pequeno Bruno, seu filho. Transcrevo pra ti, com amor e carinho:

"Filho, a nossa vida é como uma canoa navegando num rio misterioso. Uma canoa que você vem construindo, filho. Agora é hora de navegar!!! A canoa tem dois lugares: um de passageiro... outro de condutor. Tem gente que navega o rio inteiro sentadinho no lugar do passageiro... Esse lugar é, talvez, mais confortável. Você vai sentado, protegido do vento, da chuva... Mas quando o rio acaba, percebe triste que acabou... E que não foi você que escolheu entrar ou não naquela curva ou bifurcação que o rio oferecia. Foi levado pela correnteza. Outros preferem o lugar do condutor, ali na frente, tomando chuva na cara, vento, sol na cabeça... Tendo que manter a canoa firme... decidindo a cada oferta do rio, um caminho... Esses geralmente tem a pele marcada, cicatrizes, um olhar firme, forte. E a alma feliz. Navegue, filho. Teu rio ta só no começo. Eu vou ficar aqui, olhando a tua viagem... Orgulhoso, torcendo para que você caminhe sempre na direção do condutor da tua canoa. E vou estar aqui, na canoa ao lado, cheio de salva-vidas, bóias, cordas, caixas de primeiros socorros... Qualquer merda... eu te ajudo a voltar pro teus lemes e remos. Boa viagem. Eu amo você." (Caco Ciocler)

Sofia Fada disse...

Coincidências da vida... Ontem escutei Arnaldo Antunes o dia inteiro... Essa música em particular eu adoro, assim como os seus comentários.
bjs,
Sofia

Força Sempre! disse...

Cris,
Descobrí seu blog hoje!
Adorei...quanta ternura!
Bjs,
Marcília

Força Sempre! disse...

Cris,
Descobrí seu blog hoje!
Adorei...quanta ternura!
Bjs,
Marcília

Rebecca P. disse...

É tão bom vir aqui... fico de repente leve. O mundo fica de novo possível.

Obrigada!

Anônimo disse...

Oi!

Soube do blog ontem e li o blog para Francisco de cabo a rabo. Foi difícil ler, mas irresistível. Muitas vezes você deu palavras para o que sinto sobre amor e sobre a morte. Muitas vezes parecia que eu que tinha escrito, por você escancarar sentimentos que são tão meus, tão guardados, tão secretos e tão reias. Ao ler pensei na sorte de ter ainda comigo grandes amores, mas o pavor de pensar que a vida (ou será a morte) também pode levá-los.
Agradeci por ter minha família, por ter minhas amigas, por ter o meu noivo. Agradeci também pela mãe que tive e por a dor desta grande ausência existir em contrapartida do grande amor que recebi.

Muita força, um forte abraço

Ângela
angelahq@gmail.com

Jú Sun disse...

Oi,

Não consegui ouvir a musica do Arnaldo Antunes, mas como adoro todas as musicas dele e as suas palavras.
o combinação não poderia ser mais que perfeita.
Um beijo enorme para você e para o Francisco.

Força Sempre! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Força Sempre! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Força Sempre! disse...

Conhecí teu blog hoje! Lindo! Vc consegue tocar nossas almas!
Bjs.

Força Sempre! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cintia Ramos disse...

Oi querida...desculpa a ousadia!!
Poxa que mãe e esposa linbda q é vc, fico muito emocionada ao seu posts diário.
Suas palavras são suaves e q mexe com o coração da gente.
Que linda história de AMOR daria um belo livro e que eu jamais cansaria de lê.
Conheci seu blog no domingo após uma linda festa junina do sábado a qual me apaixonei por um lindo menino.
No domingo com aquele rostinho lindo na minha mente navegando pela net entrei no blog da Larissa (meuemagrecimento), tinha um link do seu blog.
Realmente é maravilhoso tudo isso sua delicadeza; amor; carinho...enfim tudo isso.
Parabéns viu!!!
beijos

Renata disse...

Linda, guerreira, forte, mãe, mulher.
Seria um pouco irônico te dar os parabéns pelo seu blog, pelas suas palavras - pois infelizmente seus posts lindos vieram da vida real... Talvez os parabéns não sejam pelo blog em si, mas pela mulher em que a vida te transformou.
Uma história linda, intensa e cativante.
Senti a quentura de todo seu sentimento aqui comigo.
Um abraço bem forte!

Mariana Anselmo disse...

ahh.. mto bom o blog!
andei olhando postagens mais antigas e gostei mto do que vi! E fora que a intenção de criá-lo é das melhores.
parabéns, moça!
e que o francisco entenda desse mundo louco, dessa mãe única e do pai que tão cedo se foi...

Beijos

Ale -Lain disse...

a música é inesquecível, Cris. bjs

Monev disse...

Conheci o blog hoje e adorei!!!
Passei por uma perda recente e está tão difícil me conformar. Mas até a morte traz coisas boas.
E não é que as palavras que vc guarda para o Francisco me tocaram e me mostraram q eu sou normal por não me conformar, que a dor existe e que sempre existirá, mas que aceitar é preciso.
Muito obrigada por tocar meu coração no local exato que ele precisava de um remendo.
Continue com essas palavras lindas.
Grande beijo.

Feltro em casa disse...

Oi Cris!
Amo ler este seu blog. Tem uma frase que eu amo e que me lembra voce e o Francisco, ela é do escritor Victor Hugo e é assim:
"Os braços de uma mãe são feitos de ternura e os filhos dormem profundamente neles"...acho simplesmente linda, a mim, lembra a minha mãe. Um beijo para os dois. Felicidades!!Malú

Lau! disse...

Cris, entrei pela primeira vez aqui ontem de noite. Comecei a ler seu blog, do primeiro post, às 22 horas. Era 5h da manhã e eu continuava lendo. Lendo, chorando e admirando cada vez mais sua história e sua força! Esse blog é o presente mais precioso que você poderia ter dado para seu filho, com certeza ele terá muito orgulho de tudo isso! O Guilherme nunca morrerá, pois a cada dia você o mantém vivo através de suas palavras e isso é magnífico! Parabéns por essa idéia maravilhosa e desejo toda a felicidade do mundo para você e para o Cisco (depois de uma noite inteira aqui, já me sinto íntima! ahahah). Você é uma mulher maravilhosa e completa! Parabéns!!! Voltarei mais vezes, certeza!
Beijo grande,
Laura!

A disse...

vi a matéria do globo repórter há alguns meses atrás e me emocionei demais. tocou muito fundo na minha alma e eu, de certa forma, guardei aquelas imagens da tv no meu inconsciente pq oq senti foi muito forte. ontem, do nada, não tenho a menor idéia de como, vim para aqui. quando comecei a ler e vi a sua foto com o cisco, tds aquela matéria q vi numa 6ª à noite voltou à tona e me arrepiei de novo. comecei a ler o blog post por post, letra por letra, sorrindo, chorando, me emocionando com todas as passagens. nunca passei por nada dq vc passou, mas me identifico demais com oq vc escreve pq o sentimento do amor é universal e sua essência é oq nos mantém vivos. vivenciar o amor como vc o fez e dividí-lo conosco, mesmo q este blog seja estritamente pro seu filho, é um presente q vc nos dá. a partir de seus relatos e dos sorrisos e olhares do cisco, temos a certeza de q sim, o amor existe, é realmente belo e a única coisa de que precisamos para estarmos verdadeiramente vivos. ontem comecei a ler o blog às 22h e só fui desligar o computador às 4h30m de hj..levantei às 6h pra ir trabalhar sem me arrepender nem por um segundo de ter dormido menos de 2h pra conseguir ler o máximo q consegui dessa linda história. hj voltei e vou voltar sempre, sua história me conquistou e serei eterna admiradora da sua força, da sua criatividade e da sua inesgotável capacidade de amar. bjs, Ana.

bailarinajana disse...

poesia: esse � o seu nome
nem todos sao capazes de fazer da vida uma poesia
que lindo!!!! vc consegue
isso me emociona, quanto artista e quanto pessoa que sou e que preza tanto por esta leveza maravilhosa que vc consegue levar seus dias.
ser leve � ser assim
ser cheia de fraternidade e de amor l� dentro, bem dentro, tao dentro que da pra todo mundo ver...
� dicotomico mas � verdade...
que bom que existem pessoas assim...
acredito nas pessoas, na ra�a humana e vendo este blog me sinto ainda mais encorajada a acreditar de fato, no amor, nas pessoas e especialmente na vida.

..monaLou disse...

Nossa Cris,
também fui ao show. A gente poderia ter se encontrado...
Fica pra próxima.
Um beijo
Ana Paula

Lê e Iza disse...

De algum modo, seu blog nos inspirou a querer falar das pequenas coisas boas da vida... Que são responsáveis pela verdadeira felicidade! Como a que com certeza vc sente quando olha pro seu filho lhe retribuindo todo amor com um sorriso no rostinho.

Obrigada pelas lindas palavras que deixas aqui ao nosso dispôr!

Paula disse...

Oi Cris,
nao preciso nem falar o quanto esse blog é lindo. Nao é a toa as milhares de visitas e o carinho que vc recebe de todos.
Mas tem uma coisa que nao ficou clara: ate hoje, ninguem sabe ao certo a causa da morte do Gui? é isso, ou eu entendi errado?
E mais uma vez, parabens pelo blog, pelo seu talento em escrever e pela sua força. Voce é uma mulher admirável.
muitos beijos.

N. Real disse...

Cris,
também achei lindo o show.
chorei tanto que fiquei até com vergonha da minha vizinha de cadeira!

beijo.

JANAÍNA disse...

Querida, estou encantada com seu blog... De verdade. Resolvi lê-lo "de trás para frente", para não perder nada... Pena que já está tarde; preciso ir para casa. Amanhã dou um jeito de condensar o trabalho e ler mais um pouco...

Samantha Fonseca disse...

Boa noite, cris!
Acabei de ler a sua reportagem na Seleções, e me emocionei bastante.
Desejo de verdade muita paz e prosperidade pra ti e para o Francisco.

Naamasteh!

Samantha.

Marri disse...

Cris
Consegui comentar por aqui... sou eu a Ana Flávia..do e-mail, fiquei feliz em saber q vc ficou feliz com ele, deu-me vontade de te mandar naquela hora.. coisas de Deus não é??
Beijão grande e na pontinha do dedinho do Francisco( AMEI a foto da meia..rs)

marília disse...

você é uma belezura.
coisa linda perceber que o ser humano pode ser grande e leve como vc é.

Fernanda disse...

Essa musica é linda e combinada com tua sensibilidade se torna perfeita.

beijos!!

Marina String disse...

Cris,vc é pessoa sensibilidade mais forte que já li.Obrigada pelas palvras a cada dia.Beijos,Marina.

Thaís disse...

olá querida cris, te chamo de querida porque ao ler teu blog é como se te conhecesse, nunca envio comentários, mas tietar você e seu baby, e dizer o quão tocante é tua história, e o quanto teu amor pelo gui é puro, não tem preço....Você viveu o amor e isso é raro, belo, sincero e humano.
Somente pessoas iluminadas merecem esses sentimentos, você é uma delas, tenho certeza que ele será eterno.
muita saúde e felicidade pra vc e p/ seu baby... que a vida te guie a caminhos ainda mais felizes e a pessoas ainda mais especiais, o que não será dificil pois essa tua alegria contagiante de viver conquista o amor das pessoas diariamente .... felicidades Thaís.

Paula Fernandes disse...

Oi... Li hoje mesmo sua história na Seleções, e mexeu realmente comigo. Nunca perdi ninguém que eu realmente amasse, até o começo desse ano, quando meu avô morreu.
A idéia de não mais poder pedir a sua bênção sempre me deixa muito mal. Ainda não sei lidar direito com isso.
Quero te agradecer por me ensinar tanto com a sua história e com alguns dos textos que pude ler em seu blog.
E quero te dizer que a tua força dá força a muita gente. Parabéns, e obrigada. Mesmo.

alina disse...

Lindo seu blog. Parabéns

Anônimo disse...

Oi Cris !
Aprimeira vez que te vi foi em uma reportagem da GLOBO, agoro abro a SELEÇÕES e leio esta reportagem... Ai encontro respostas para meus questionamentos...Tenho 35 anos, quando estava grávida descobri que tinha cançer de colo de utero, minha Mãe morreu quando meu GUILHERME NETTO tinha 7 meses emeu PAI morreu quando ele tinha 7 anos. Meu marido, GUILHERME FILHO, foi meu primeiro amor... depois apareceram outros mil e tantos mas ele retornou e me mostrou o que é amor de verdade...
Fico me perguntando se eu já posso desistir de tudo e ir embora encontrar meus pais, se meu filho vai sentir mnha falta, se eu realmente importo... Ai vem voce e me escancara que a vida é bem mais valiosa do que eu posso imaginar...
Eu também perdi aqueles de onde eu vim (sou filha única), mas depois de voce entendi o valor de ter pra onde ir...
um beijão
Marcinha

Quézia Krobel disse...

Então...
Eu só queria registrar q eu amei conhecer seu blog (através do blog d uma outra amiga), e que eu me emocionei com sua historia de vida e com a sua paixão pelo seu filhote...e com a emoção em que você vive!
Ter um pedacinho da gente, vivo do nosso lado não tem explicações, né? É TUDO!

Parabéns, sua história dá força pra muita gente!!!!

Ké, da Sarah e da Isabella (que tá chegando)....

taisalima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Ler o seu blog é muito difícil para mim. Acho que, apesar da tristeza profunda que vivo ao ler certos posts, a beleza da sua escrita, somada à sua sensibilidade tocante, faz com que, volta e meia, eu torne por essas bandas.
Hoje, lendo um texto que fala da sua mãe, me veio um sobressalto enorme: se vier o dia em que não terei mais que desvirar sapatos?
A vida é sempre uma surpresa e pode ser que eu não viva esse dia, mas basta hipotizá-lo para sentir uma dor enorme.
Minha mãe também é mineira. Vai ver que vem daí essa coisa de virar sapatos.
Um grande e afetuoso abraço. Parabéns por contar de forma tão bonita aquilo que nem sempre é tão bonito assim.
Gabriela (gabgaby@yahoo.com.br)

LadyoftheFlies disse...

Oi Cris,
Queria te indicar um blog de um pai e uma filha que tem uma historia muito parecida com a de voces: http://www.mattlogelin.com. Eu leio todos os dias e fico imaginando como seria legal para ele te conhecer e conversar com voce sobre tudo o que se passou e o seu modo lindo e unico de viver sua historia e lidar com a dor.
Era isso.
Um abraco
Raquel (NY)

thuca disse...

Bom Dia
alias que dia especial querida blogueira,primeira visita ao seu blog.(voltarei com certeza..)
Sabe aquele dia que nao prometia...muita coisa e do nada ele vira hiper!! Dias cinzas me deixam pensativa demais..lendo um blog amado e amigo li essas palavras

“Para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu:” (Ec 3:1)

e Viajei nessas palavras "tempo certo" como é dificil entender isso né e olha minha viagem onde me fez chegar?. Ao seu blog que encheu meu peito de alegria por encontrar VC,e Francisco (pela 2x num dia cinza de pensação) vou ler seu blog devagarinho sem nenhuma pressa um bocadinho por dia Pque é bom demais viajar pelo mundo virtual dos blogs e fazer otimas amigas
Bom Dia Francisco muito prazer

~ dingre. # disse...

- e mesmo sem conhecê-los eu tenho certeza que o Francisco tem um lindo pai dentro de você e da história de vocês. é bonito seu amor pelos homens da sua vida... é de verdade.

Pequena disse...

Raquel, adorei a indicação. Obrigada. Que história triste. Você não acha que eu sou a mulher perfeita pra casar com ele? Lá no blog ele escreveu as coisas que não fez com Liz: ir ao Egito, África e muitos outros lugares. Olha que coincidência: eu também nunca fui a esses lugares com o Gui. Hahahahaha.

Tô brincando. Achei ele um pai fofo e fiquei comovida.

Um beijo.

LadyoftheFlies disse...

E, Cris, agora vou ter que confessar que era esse meu plano, matchmaking! Ja imaginou o Cisco e a Madeline brincando juntos? Agora falando serio, fiquei feliz que voce gostou. Ele parece ser um cara muito bacana. Fiquei tambem impressionada com a solidariedade ativa das pessoas, voce viu quantos vale-formulas, roupinhas e ofertas de ajuda ele recebe. Da esperanca na humanidade.
Beijo
Raquel (NY)

Aécia Leal - Soltando o verbo.... disse...

Que maravilhoso saber que existe pessoas com grau de sensibilidade tão apurado quanto você...

Descobri seu blog por acaso, e fiquei profundamente emocionada. Essa música de Arnaldo Antunes é realmente uma dádiva. Não tenho muita experiências com blogs. Abri um pra falar de minha cidade, recentemente. Nem sabia que podíamos colocar uma música assim, como vc fez. Achei maravilhoso.

Com certeza, estarei sempre visitando seu blog. O "Cisco" é um felizardo, porque Deus, mesmo tendo-lhe levado o pai, deixou um anjo de extrema bondade, sensibilidade e inteligência pra cuidar dele.

Muita luz!!!! Beijos....

Aécia Leal.
(visite meu blog, tá??)
Tudo de bom!!!

lia disse...

cris, eu ADORO quando vc coloca música, sabia? bjão!

Karen disse...

Cris,
Você pode me ensinar como faço para colocar um link para uma música como este?
(Desculpe o incômodo mas tentei tanto e não tive sucesso nisso..)
bjs

Juliana Motzko disse...

Arnaldo é maravilhoso... ao vivo melhor ainda!

Nem preciso dizer como seu blog sempre me emociona, sempre toca meu coração. Lindo!

Parabéns e um final de semana iluminado pra vc! :)

Anônimo disse...

SIMPLESMENTE AMEI O SEU BLOG. VC ESCREVE COM A ALMA E DEVE SORRIR COM O OLHAR. TÃO DOCE, VOLTAREI SEMPRE!!! ESSA MÚSICA ME DEIXOU VICIADA, RSRS.

BJS
JUCORSI@YAHOO.COM.BR

..O Melhor Blog da Internet disse...

oi td bem meu nome é johnatan inacio,vi aquela reportagem no globo reporter , queria te desejar força e mais força em sua vida , queria te dizer que horo por vc todas as noites pedindo que deus te de tudo aquilo que vc precisa para continuar vivendo , façasua vida feliz , sei q édificil pedir isto a vc apos perder seu marido , mas tire esta força no coviver junto á seu filho , pois elee vc se deus quiser terão uma bela vida pela frente , perdi minha vó á meses e sei como é ter q viver sem o conviviio de um ente querido , parece q toda sua vida perde á graça é como tirace-mos osal da nossa comida e como sentir o cheiro de um alimento á espera do consumo e nao poder enxergar,peço q deus te abençoe vc e seu filho , e te dê abundancia em alimentos e em tudo que precisar .fique com deus um abraço , sou um leitor aciduo do seu blog , vc determina muto amor e carinho em suas palavras , um grande abraço te desejo muita felicidade.

Expondo-me disse...

O Francisco tem uma mãe mais forte do que ele pensa ter; E um pai presente, apesar de ausente. A dimensão de todos os sentimentos que colocas me tocam profundamente. O que se passa para uma criança, a forma como se passa, como se conta, como se transmite é o que fica. A tal da parte emocional. Admiro o que tem feito e o que está passando para o Francisco.
Abraços by Exposta