quarta-feira, 9 de abril de 2008

Would he know she's no good?



Acho que não deu tempo do seu pai ouvir isso. Queria ter dançado essa com ele. Eu aproveitaria pra dizer "I love you so bad!". Sei direitinho como ele dançaria essa música, filho. Um dia ainda mostro pra você. Seria mais ou menos assim:







30 comentários:

Deise disse...

Uma amiga me passou o link de seu blog... deixei lá guardadinho pra qdo pudesse ver.
Esse dia chegou. Comecei a ler e não consegui mais parar... li tudo, do fim ao começo.
Sua dor, seu amor, seu jeito maravilhoso de escrever... tudo me envolveu tanto que nem sei explicar.
Seu filho é lindo, sua intenção com o blog é linda... e tudo que vc escreve é incrível. Poesia pura. Me encanta demais.
Saiba que tenho pensado muito em vcs... e te incluí em minhas orações, pra que Deus possa cada dia mais abrandar a dor da perda em seu coração, te iluminar e guiar na criação de seu filho amado.
beijo enorme, de quem te admira muito, Deise (Jaraguá do Sul-SC)

Cíntia Levita disse...

Oi Cris! Indiquei seu blog pro selo "É um blog bom, sim senhora!"
Um cheiro!

Hanna disse...

Ah, Cris, quando vc demora a escrever, eu sinto tanto...até me esqueço que este blog é "Para Francisco"...
Um abraço
Hanna

Eu sei disse...

Let´s dance!

Anônimo disse...

muito bom! você sempre surpreende!
sou sua fã!

Camila disse...

cris,
publicamos uma nota sobre o blog hojevouassim no boletim cultural aqui de Sao Paulo chamado B-Coolt. Dá uma olhada, acho que vc vai gostar.
www.b-coolt.com
beijo e tudo de bom!
Camila

Barbara disse...

Nossa.... o Francisco é a cara do pai!

lupanzuto disse...

Os últimos posts com música realmente falam com mais profundidade aquilo que as palavras não conseguem expressar. Pensando em sua história lembrei de uma música do Garth Brooks chamada "If Tomorrow Never Comes". Se vc tiver a chance de dar uma olhadinha na letra, tenho certeza de que vai se emocionar.
Bj
Lu

nina disse...

Ah que vontade de dançar...
continuo sem poder ouvir sons no meu pc ou ver videos, mas posso olhar a foto e imaginar.
bjs

Grazi disse...

Hehehe...dançando cheio de personalidade...

Dorêi!!!

Beijos, bonita!

Dri_ disse...

Mas era mesmo um charme esse moço, hein?

Cris, saiba que eu tbém rezo por você e pelo Francisco, e quando me pego em alguma situação difícil com meu bebê, vc me vem à cabeça: eu tenho que dar conta, pq a situação da Cris é ainda mais difícil e ela consegue.
Você realmente faz diferença na minha vida.

Um grande beijo e um beijo no pé do Cisco.

Cardume Design disse...

Que post legal :)

Kiki disse...

Oi, Cris e Francisco.
Vendo estas fotos do Guilherme achei ele parecido com o Clive Owen, vc não acha?
Abraços

Sofia disse...

Ah, com certeza vocês curtiriam muito Amy Winehouse juntos, as músicas dela são ótimas.

Agora que a Kiki falou... Até que o Gui tem uns traços do Clive Owen mesmo. Mas eu acho ele a cara do João Miguel, e já vi você dizendo isso também em algum outro post.

Beijinho, Cris.

Alessandra disse...

Oi Cris,

Há meses, desde que descobri Você, o Franscisco e o Gui, acessar o site passou a primeira coisa que faço todos os dias quando chego ao meu trabalho: vê-la no "hoje vou assim" e ler os comentário no "pra francisco". Amo todos os dias, sobretudo suas palavras, mas confesso que amo quando você põe fotos dele ou de vocês juntos.

Durante todo esse tempo penso em lhe escrever, mas sempre acho que tudo já lhe foi dito. Mas vou me reservar o direito de ser repetitiva e lhe dizer que VAI DAR CERTO a sua intenção de dar ao Francisco a chance de conhecer o pai, porque o Gui está vivo e presente em nós por intermédio de seus olhos e do seu amor. Todos nós nos apaixonamos por ele e o Francisco vai amá-lo demais, vai amar demais o amor de vocês e será um homem especial, porque irá perseguir o amor de verdade pra vida dele também. Torço demais por vocês. Amor, Alessandra

Ana disse...

Eu não aguento de saudades vendo estas fotos do Gui...

Daniela disse...

o blog foi criado para entender sentimentos opostos e são mesmo opostas as sensações de prazer e dor quando os olhos percorrem estes seus sentimentos... Emociona-me a maneira como algo pode ser tão tristemente belo, percorri sua história em busca de um final feliz ou um fim qualquer mas sabe do que mais? a história não acaba nunca, não acabou nem com a morte do pai de um filho que depois de tantas tentativas, veio te consolar e amparar teud prantos, vcs 3 e a história que os une, são belos
um abraço
Daniela

Sandra Lima disse...

Oi Cris.
Tem um selo rodando pela net e por acaso (quer dizer não foi por acaso, não!) eu vi o seu indicado no da Cintia Levita (cujo blog tb nunca tinha visitado). Coincidência? Não sei.
O fato é que isso aconteceu ontem por volta das 22:00h e às 02:00 era a hora que estava lendo o seu primeiro post.
Cris, não sei o que dizer, tudo já foi dito, e qualquer coisa que eu diga não vai alcançar o que gostaria de te falar. Do quanto me emocionou. Do quanto me fez pensar. E sobretudo, do quanto me fez entender que a morte não é capaz de separar duas vidas não, pelo contrário, as deixam mais próximas.
Agradeço-te por tudo que me fez sentir ontem e de tudo que ainda vai me ensinar com o seu imenso e infinito amor.
Sinta-se fortemente abraçada.
E um amasso bem grande nesse gostoso do Cisco, um menino de muita sorte pelos pais que tem.
Bj enorme

Será disse...

Sim os post's com músicas emocionam ainda mais.
E o importante de tudo isso é que o Cisco vai conhecer pai através de poesia, carinho, amor e depoimentos de pessoas extremanete tocadas com o seu gesto de amor.
Linda a música do Grupo Curupaco!
Beijos pra vc e para o Cisco.

Lívia

Cristiana Soares disse...

Eu o vi dançando! Vi sim!

E vc tem uma mega bom gosto musical!

Lari Braxton disse...

Vc transforma sua tristeza em alegria, alegria pra nós, alegria pra VC.

E isso é lindo!

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

...quando me pego triste pelas duas perdas recentes que tive (mãe e irmã em 4 meses), me lembro de vc e isso me faz bem...obrigada Cris, que Deus abençoe vc e o Cisco hoje e sempre...
...engraçado, quando olho a foto do Gui, sinto saudade dele, pois vc nos fez conhecer a essência dele através das suas doces palavras, aí fica como se fosse alguém muito próximo, um amigo querido... coisas da vida. Bjksss pequena linda;)

Fernanda disse...

Cristina se eu ti pedir uma coisa com aquela cara bemmmmm de pidona... você me dá? rsrsrs
um pacote zipadissimo com as musicas do grupo curupaco? que não acho as musicas em lugar nenhum :(

beijos no cisco.

Anônimo disse...

Cris, eu tbm gostaria das músicas... entrei em contato com a ONG e os cds estão esgotados. Eles estão pensando em fazer mais no segundo semestre, mas ainda sem previsão... fiquei sem graça de pedir isso, mas como vi mais uma que se interessou, criei coragem. Vou entender se não quiser fazer, pq um projeto assim merece que compremos o cd, mas eles não têm mais...
Obrigada, bjs, Paula

Camila disse...

musica boa de dançar
livre leva e soltaaaaaaaaaaaa...

Paula disse...

Oi,

Achei por um acaso hoje o teu blog, li tudo nessa tarde. E faz tempo que eu não chorava tanto, não foi choro apenas de tristeza, mas também, da sensibilidade e delicadeza que tu tem ao falar sobre o que aconteceu na sua vida. Deixar isso para que o seu filho, daqui a alguns anos entenda perfeitamente tudo o que tu sente...

A maior parte das tuas lágrimas pode ser de saudade, mas guarde um bocadinho delas, para quando tu ver o Francisco logo mais na escola, quando ele rabiscar um cartão no dia das Mães e tu chorar feito boba de felicidade...
Aguarde, pois Deus vai te dar mais felicidade ainda.

Beijos.

Pequena disse...

Sempre venho aqui. Gosto da sua paixão vivida. Também vou no "detalhesdenos", que é uma paixão não vivida. É seu blog também? Quem assina é pequena...

Anônimo disse...

Cristiana

Hoje faz 9 meses que perdi meu marido. E hj coincidentemente vendo o globo reporter, conheci um pouco da tua história...
Me emocionei bastante, pois tb como vc vivi uma história de amor que acabou cedo..e também perdi meu pai antes dele...Não tive filhos pois quando decidimos e começamos a nos preparar p/ isso ele adoeceu. Ao contrario de vc, o Charles não foi separado subitamente de mim..Por dois anos lutamos juntos para superar a doença..e tudo o que ele queria era sair do hospital para "iniciar a prole"..Mas a vida não quis assim e creio que um dia entenderei.. Hj entendo que não sou a única que perdi um grande amor e que de tudo fica o aprendizado..Sobretudo hoje tenho a certeza que eles apenas foram antes de nós e que eles continuam vivos apenas em outro lugar, outra dimensão..Precisamos estar bem, procurar evoluir e um dia com certeza nos encontraremos.. Estou me esforçando para isso embora a saudade seja enorme e por vezes a vontade de voltar no tempo tb..Ah o tempo...sei que é ele que vai nos ajudar...
Um grande abraço e parabéns pelo lindo blog!

Cássia Ramos

Elena disse...

Meu amigo, que também é seu amigo, me indicou seu blog. Ele disse que ele mesmo não consegue entrar,o que foi muito fácil de entender. Dói mesmo. Até pra quem não conhece, não convive. Mas, ao mesmo tempo, dá uma vontade de abraçar e beijar muito quem está perto da gente e nos faz feliz, e dizer o quanto é bom amar, sem medo de sentir dor. Sua história aponta isso, bem lá dentro da gente. Amor e alegria já são seus companheiros e, tenha certeza, sempre serão.
Beijos.
Elena.

ana disse...

Ho je, encontrei por acaso esse blog e me emocionei com sua história, chorei muito ao ver minhas palavras ganharem vida na sua vida. Fiquei feliz de ver quanta emoção nossa música tem trazido às pessoas.
Desejo muito amor e alegria sempre pra vc e pro Francisco!
Ana Lúcia Braga (Integrante do Curupaco, autora, junto com meu parceiro Paulinho, da canção "Quando o Papai Vai Viajar")