terça-feira, 25 de março de 2008

Evolução.

Estávamos na casa de uma amiga que também tem uma filha pequena - a Júlia, de 10 meses. No apartamento dela tem uma área livre, cimentada, e lá se foi você engatinhando cimento afora. Embora houvesse um espaço mais liso com brinquedos, eu já previa: ninguém poderia impedir você de seguir em frente. E não dá pra forrar o mundo com espuma, filho. Infelizmente não dá. Depois de algumas horas de vai-e-vem, com intervalos pra relaxar e brincar, acho que você sentiu o efeito do chão áspero sobre seus joelhos. Mas não se intimidou. Sem reclamar nem mudar a expressão, arrumou um jeito novo de ficar de quatro, simplesmente tirando os joelhos do chão e se apoiando apenas nos pés e nas mãos. O que mudou um pouco o seu ritmo, gerando uma dança engraçada. Parecia você comentando com o corpo sobre a peculiaridade da situação. E assim você continuou se divertindo e explorando onde quer que fosse, me deixando entre o riso e o orgulho. Se eu pudesse lhe dizer alguma coisa numa língua só nossa, seria: "a gente ainda é porquinho, mas já sabe se virar".

13 comentários:

Daniella disse...

Você realmente é carinhosa e escreve com muita ternura... que sorte tem o Cisco.
Boa noite e Bjins, Dani.

Anônimo disse...

eu fico rindo sozinha só de imaginar os passinhos desse engatinhado particular do Cisco!
:)

Sofia disse...

O Cisco na gaita e a bicharada no Cocoricó!!

Glau Ribeiro disse...

Dá até pra imaginar essa coisa linda que é o Cisco engatinhando, Cris. Acho que ele seria um ótimo companheiro da Yasmin, minha sobrinha de 2 anos! rs..
Um beijo enorme e muito carinhoso em vocês dois.
Boa noite!

Glau

Kassandra Viana disse...

Leio seu blog todos os dias, acompanho cada nova descoberta do Francisco, vibro de alegria com alguns posts... Escorrem lágrimas lendo outros... Estou sempre por perto...

MANU AO PÉ DA LETRA disse...

Emocionante é a sua história. E linda é a forma como vc a escreve. Isto é o que é fazer da tragédia uma doce comédia romântica. Vc fala do AMOR com uma suavidade e beleza que são próprios de quem foi muito amada e de quem tem muito amor pra dar. Li seu blog inteirinho hoje a noite e consegui reavivar em mim o AMOR.
Prometo te acompanhar todos os dias!!!
Bjos

Danny Falabella disse...

Lindo! E, acredite, ele vai fazer muito mais!! este garotinho é uma benção...e a música do porquinho é a preferida da minha filhinha Sofia! A gente canta junta "..e se meu brinquedo caíiiiiisssee"....

Agora pelo que vc conta do Cisco, prepare-se...este garotinho não vai sossegar enquanto não explorar os 4 cantos! hehe apesar do trabalhão é bom de mais né???

Conie disse...

...adorei o "não dá pra forrar o mundo com espuma, filho!" Realmente é essa a nossa intenção. MEu bebÊ está fazendo 8 meses e está nessa de beijar o chão algumas vezes... faz parte do processo, para que ele busque novas saídas! Ah! E o Cocoricó! Nossa!! É d++++++++++++
Bjs

Marcia Lima Gomes disse...

Estou arrepiada de emoção com o seu blog. Que lindo! Que presente para o seu filho! Que homenagem para o seu marido! Parabéns!

Kika disse...

... forrar o mundo com espuma...

foi uma dos desejos mais lindos que eu nunca ouvi alguém imaginar!

beijos!

Kika

Nina disse...

Cris,
Continuo "te lendo" e esperando poder te entrevistar um dia. Veja o "Essa História vale a pena ver" no site do programa. Bj,
Marina

www.alterosa.com.br/feminina

Dri_ disse...

Conheço esse jeito de engatinhar rs
Meu bebê também fez isso o dia que o levamos ao nosso quintal... ficou fascinado com aquela imensidão e não perderia aquela oportunidade, então fez isso aí: engatinhou se apoiando nas mãos e nos pés... e há poucos dias começou a andar, parece um patinho rsrsrs

Beijo pra vc Cris e um cheiro no pé do Cisco

Pequena disse...

Nina, vamos conversar sobre essa possibilidade lá pelo meio de abril? O programa deve ser muito legal mesmo, mas ando trabalhando muito e resolvendo coisas demais.

Beijo!