terça-feira, 18 de março de 2008

Lavoisier.

Eu me lembro do desespero ao descobrir que ele tinha morrido e a minha paixão por ele, não. Em que outro objeto colocar essa paixão? E o tempo foi me ensinando que o amor é reciclável: não se joga fora. Mesmo porque, é de amor que o mundo precisa. Então transformei minha paixão pelo seu pai em paixão por escrever, em amor pelos amigos, pela família dele, em amor por você. É assim que eu quero seguir a vida: a cada amor novo, mais amor. Que se cria, sim, mas nunca se perde. E, principalmente: se transforma sempre.

30 comentários:

Luciane disse...

Cris, obrigada por escrever... você me emociona com suas palavras e com sua estória. Tenho pensado em fazer valer os pequenos momentos da vida, reclamar menos, e tenho sido mais feliz com isso. Ainda não consigo expressar a delicadeza nos pequenos gestos (sou um pouco dura com quem amo: talvez exija muito deles) mas estou evoluindo... processo constante nas nossas vidas e fruto de aprendizado, que também se obtém compartilhando... como você tem feito conosco. Um super beijo.

Juliana Eichenberg disse...

Coragem a tua em enfrentar tuas dores assim de forma tão sensível e zelosa. O amor se transforma sempre, como bem disseste. A dor bonita, aquela que existe sem agredir, também muta: em amor,dignidade, em força para seguir adiante. A perda que é confortada pela certeza de uma história feliz e verdadeira não chega a ser bruta- apesar de triste. Um coração esvaziado pela partida de alguém que se ama profundamente, sempre será um coração abraçado com carinho pelas boas lembranças.
Cheguei em teu blog por acaso. Obrigada. O filho de vocês (amor, também, em sua mais importante forma)te será muito grato.
um beijo e abraço apertado.

Juliana

Anônimo disse...

"Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim."

Carlos Drummond de Andrade

Clara Borba

nina disse...

Hey querida, hoje vc falou com o Francisco, falou com muita gente e falou muito, demais comigo. Amo Beatles, amo essa música, acredito muito nas suas palavras de hoje, a gente ama muito, sempre, e esse amor se recicla, e é assim mesmo, quanto mais vc dá, mais vc recebe.

Linda a sua alma, eu gosto mt dela, sabia?!

vou pedir permissão pra copiar a sua idéia e colocar no meu bloguinho essa música, que foi um dos temas do meu casamento, pra uma amiga que está precisando,ouvir hoje, posso?!
Bjs

Luciana disse...

Bom dia, querida Cris!

Todo dia eu entro na net e passo por aqui ... Comecei na semana passada, mas agora é obrigatório vir, pra poder me emocionar com tudo o que vc escreve, pra pensar nas questões que vc se faz e acabam ensinando tanto pra gente também.

Está chegando a PÁSCOA, tempo de renascimento, e é isso que vc faz todo dia: através do seu amor e do lindo Cisco, o Gui renasce dentro do seu coração. E ele, através de você, dividindo a linda história de vcs com o Cisco e com a gente, também é símbolo do amor e da vida ...

Obrigada por ser tão especial.
Te admiro muito.

Recebam, os dois, beijos cheios de carinho e meu desejo de uma PÁSCOA maravilhosa, cheia de paz e esperança, com muito chocolate pra vc e o Chico!

Pequena disse...

Claro, querida Nina. Feliz Páscoa pra você, com muito amor.

Feliz Páscoa pra Luciana, Luciane, Clara, Juliana. Com todo o meu carinho.

Cris.

Aninha disse...

Cris,

Um pouco antes da data, mas quero desejar um Feliz aniversário pro pequeno Francisco. Um aninho, que coisa mais linda e importante. Com certeza, o primeiro ano de tantos outros de muitas alegrias e de muito amor.

Um beijo carinhoso

Sofia disse...

Meu comentário já ia ser "All You Need Is Love" antes mesmo de ver o vídeo. Love, love, love... :***~

Cris de Bourbon disse...

Cris,
quando é o aniversário do Cisco?
beijoooo

FULANA E SICRANA disse...

Descobri seu blog ontem e gostei muito. Também sou mãe de uma menininha linda de quase 4 anos que me ensina tantas coisas e me dá muitas alegrias.
Parabéns pela força, pela forma de ver a vida.
E obrigada por dividir isso tudo com a gente.
Ah, ousei fazer um comentário do seu blog lá no meu.

Beijos.

Laura
www.notoilet.blogspot.com

Confissões de uma balzaquiana... disse...

Que delícia poder transformar o amor em novos amores a cada dia...
Um beijo, Cris!

Letânia disse...

Oi, Cris.
Sou amiga do James. Era namorada dele. Nos vimos uma vez, num casamento. Conversamos sobre tatuagens. Nunca esqueci de suas rosas no ombro, de tão lindas.

Lendo essas coisas incríveis que vc escreve, não consigo não ver nelas vc, o Gui e o Francisco juntos.

Beijos muito gratos,
Letânia.

Kika disse...

Cris, e como se transforma!

Só de pensar que um espermatozóide e um óvulo dão um cisco de gente...

Não é transformador?

beijos,

kika

Babi disse...

Oi Cris,

Tb sempre venho aqui ler suas histórias pro Francisco e pra todos nós. Suas palavras sao super inspiradoras e preciosas sim...

A primeira vez q li seu blog (e me acabei de chorar) foi escutando o CD novo da Fernanda Takai, e sao as suas palavras q me vêm à cabeça qdo escuto o CD.

Amooooo essa musica dos Beatles. Tenho o refrao (Jay Guru Deva Om) tatuado no pé. =)

Amor sempre.

beijo.

stella disse...

obrigada por incluir o blog do meu pai aqui, pequena.

Lila disse...

Oi, Cris,

Cheguei ao teu blog pelo Garotas que Dizem Ni e não consegui parar de ler até conseguir ler tudo. Assim como tanta gente que passa por aqui, me emocionei profundamente com a sua história.
E me peguei chorando feito criança, como se conhecesse vocês... Porque as coisas que você escreve fazem realmente com que o seu Gui esteja tão vivo que a ausência dele chega mesmo a doer em quem não o conheceu. Porque você é tão real e tão cheia de amor pelo teu filho e pelo teu Gui, que a saudade do que poderia ter sido transcende o fato de eu não conhecê-la e me entristece também. Ao mesmo tempo que é triste, é lindo ver tanto amor assim, transbordando das suas palavras e transformando pessoas...
Não é preciso conhecê-la pessoalmente para conhecer a sua força, a sua sinceridade, o seu amor incrível. Mas agora, terminando de ler tudo, queria te conhecer para poder te dar um abraço. Do mesmo jeito que o mundo virtual trouxe até mim as emoções mais profundas com as suas palavras, espero que ele te leve o calor do meu abraço e meus desejos de dias muito felizes para você e o Francisco.
Fique com Deus.

Pequena disse...

Letânia, eu me lembro sim! Que bom te ver por aqui. Emocionante isso. Obrigada, um beijo grande.

Pequena disse...

Lila, seu abraço chegou aqui. E é bem apertado e longo. Obrigada, de coração.

Lari Braxton disse...

Então que esta paixão por escrever não acabe.
Porque todos nós somos muito apaixonados por isso!
Beijo.

Carolinna disse...

Olá Cristina, tenho que te parabenizar por tudo, pelo blog,
pela garra, pela coragem, e pela força, você é muito gerreira desde
que li sua história da revista criativa me surpreendi com sua força e o jeito que encarou os fatos. Desde então estou acompanhando o seu blog, para o lindo e querido Francisco, me emociono com suas sinceras palavras é impressionante como consegue passar os seus sentimentos ao escrever, até parece que conheço você, o Gui, o Francisco, sua familia, sua linda familia...
com isso só posso te desejar sorte, alegria, saude, paz e sucesso em todos os sentidos da sua vida...
você é um exemplo de superação de dedicação, pra mim e pra todos. ?Enfim parabéns pela pessoa que você é, e pela pessoa que um dia seu filho vai ser, ele concerteza vai ter orgulho amanhã quando ele poder ler as coisas lindas que você escreve aqui pra ele.
Fica com Deus...

Abraços

Carolinna

Ana Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Paula disse...

Bom a dias venho lendo o seu blog, eu tenho 15 anos, moro em Erechim interior do RS, e achei seu blog por ai quando tava lendoo o de uma amiga, e achei simplesmente fantastico o jeito que você escreve,o jeito que fala da vida do amor,pode acredita tenho aprendido muito lendoo a sua historiaa, você é uma mulher admiravel,e nunca vi uma historia de amor tão lindaa de uma delicadeza e de um amor unico, nem em filmes vi algo assim.Bom parabens pelo blog, e tudo de bom pa você e pro Francisco.

Pequena disse...

Cris, o aniversário do Cisco é amanhã, dia 21 de março. :)

Beijo.

Helder Hortta disse...

Estou aqui pela primeira vez. Quero que entenda que seu blog é a coisa mais honesta que já vi esse ano. Que já vi nos últimos anos.
Você me parece uma borboleta cor de laranja.

Desde já Parabéns para o Francisco.
Parabéns para você.

ps.

Micha disse...

Sempre leio seu blog, há um tempinho já, mas nunca tinha comentado.. ou já? nem me lembro... depois de um tempo sem visitar blogs por conta da correria do dia a dia, vim aqui matar a saudade. e seus posts me emocionam sempre, e aquele q contou a estória de vcs, da separação, das músicas, da dança...me emocinou mto mesmo.
tdo de bom pra e para o Francisco sempre!!!
beijossssss

Cris de Bourbon disse...

Cris,
Não acredito! Amanhã, um aninho! Coisa perfeita! To tão feliz por vcs... imagino como esta teu coraçao, aos pulos por essa data. Meus melhores desejos pra ele, que já gosto grande assim, de graça, tanto quanto de vc. Duas pessoas bem queridas, que devem sentir de longe tanta energia boa chegando aí, tantos bons sentimentos, uma torcida de felicidade fervorosa, sempre.

Deixo vc com Vínicius de Moraes...e que seja assim também, de Vc e do Gui, pro Cisco:

"De repente o vejo se transformar num menino igual a mim, que vem correndo me beijar quando eu chegar lá de onde vim. Um menino sempre a me perguntar um porquê que não tem fim. Um filho a quem só queira bem, e a quem só diga que sim..."

Beijo, beijo, beijo!

Beatriz Cordeiro disse...

é o amor que rege a vida... e é maravilhoso ter alguém para compartilhar esse amor!!!

desejo felicidades a Francisco - uma pessoa privilegiada de receber tanto amor de mãe!

beijos

Dani disse...

Cristiana,
Volta e meia venho aqui ver seu blog só para saber como vocês estão e sempre me emociono com seus posts. Notei que hoje é o primeiro aniversário do seu filho.
Parabéns ao Francisco, um menino lindo e especial, e à mãe dele, uma mulher cheia de coragem que consegue fazer da dor poesia.
Beijos

Grazi!!! disse...

vc tem que virar escritora de verdade, transformar esse blog num best seller vai ser muito facil.. quanta delicadeza,,,... como vc transpoe em palavras esse sentimento tao dificl da perda.. vc é tudo de melhor! vc me inspira a ser uma mae melhor!@@@
obrigada por vc existir@@@

difinhas.blogspot.com

beijo,grazi

Grazi!!! disse...

vc tem que virar escritora de verdade, transformar esse blog num best seller vai ser muito facil.. quanta delicadeza,,,... como vc transpoe em palavras esse sentimento tao dificl da perda.. vc é tudo de melhor! vc me inspira a ser uma mae melhor!@@@
obrigada por vc existir@@@

difinhas.blogspot.com

beijo,grazi