sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Corações.

Tem dias que é especialmente difícil olhar pra você e não desabar pela ausência do seu pai. Dias como hoje pela manhã, em que você comia seu pedacinho de pão sem tirar os olhos de mim - aqueles olhos que, apesar de terem muito dos meus, olham fundo como os do seu pai. De dois em dois minutos você dava aquele sorriso largo que, você já sabe, derrete qualquer um. Fico a imaginar o quanto ele perdeu, filho. Penso na cara deliciosa que ele faria com você no colo. Não fico pensando nisso. Mas de vez em quando lembro e dói. Dói a falta que ele me faz, sim. Mas hoje doeu especialmente a falta que ele faz a você, a falta que você fez a ele. E como que para retribuir aquele tempo em que seu coração bateu por nós dois dentro de mim, sofro no seu lugar. E no lugar dele. Por essas faltas que não são minhas, mas que já fazem parte de mim. Mas eu reconheço que sou privilegiada. Vocês se perderam um do outro. Eu tive a sorte de ter os dois.

20 comentários:

susy claro disse...

Olá!
Já leio o seu blog há algum tempo e fico sempre emocionada com o amor que consegue transmitir nas suas palavras, com a maneira como lida com o seu sofrimento atroz, o seu e o do seu filhote...
Acredito que ainda estejam para vir alguns dias difíceis como os de hoje, mas também sei que tem espírito de lutadora e que vai conseguir encará-los corajosamente!
Estou a torcer por si.
beijinhos

Helô disse...

Oi Cris
Meu primeiro exemplar da Gloss chegou essa semana, e junto com a revista veio um lição de vida...a sua!
Me emocionei demais com a sua história e com o seu amor lindo pelo Guilherme,e o de vcs dois pelo Francisco..coisas que só Deus mesmo pode explicar!
Não aguentei e tive que ler o blog tbm..chorei muito com as suas lembranças...co os sonhos que vcs tinham e com a falta que o Gui faz à vcs...
Não sei pq me senti tão próxima das suas dores, do seu corção maltratado pela saudade, mas sei que, a partir de agora, estarei sempre aqui, velando e rezando por vcs...para que o mundo do Francisco seja tão lindo e repleto do amor que vcs dedicaram (e dedicam) à ele... mesmo sem conhecê-los...
Milhões de beijos para vc e nas bochechas lindas do Cisco!

Anônimo disse...

Oi Criss

Hoje vi a sua matéria na revista Gloss, sua história é muito emotiva e linda, só é mais lindo o seu amor pelo Guilherme e pelo Chico. O jeito como vc fala do seu marido para seu filho consegue transmitir o amor dele para ele!!
pode ter certeza que o Guilherme onde estiver esta olhando por vcs.

si cuida

bjus

Clara Lopez disse...

Cris, obrigada pela visita a meu blog e desculpe mais uma vez a troca, foi um lapso, já consertei. Sempre me emociono muito quando leio o que vc escreve, mas vejo sempre força em você.
um abraço,
clara lopez

elisa disse...

é estranho, pensar em ler tudo isso, e ver que eu não vivi 10% disso tudo.
mas ja da pra fazer planos pra vida, e um deles, é ser assim, tão completa, conseguir, atraves de palavras, transmitir emoções, que foram tantas ao ler o blog inteiro.
Tenho certeza que quando o Francisco crescer, sentira orgulho disso tudo, da sua força, e principalmente do seu amor.
Parabens por isso e por tudo, MUITA força, luz e principalmente amor.
ele é a resposta de tudo.
um beeeijo

Ni Müller disse...

oiê...
conheci seu blog através da revista criativa...e confesso que nunca vi coisa mais bonita, sincera e eterna...
Que Deus continue iluminando seu caminho e o caminho do Cisco...tenha certeza que o Gui, aonde estiver sempre olhará por vc's...a vida nunca acaba..ela sempre recomeça..
muita luz, paz, saúde e amor na vida de vc's...
Bjs
Cinthya

Aninha disse...

Olá Cris

Li hoje a matéria na Criativa. Me emocionei muito com sua historia e por isso entrei no seu blog. Suas palavras tocaram muito meu coracao. Tu é capaz de transmitir muito amor (pelos Francisco e seu pai), admiracao, saudade e uma coragem infinita emana de cada texto. Coragem de continuar a viver e nao deixar a tristeza tomar conta mas sim que o pai do Francisco permaneca sempre vivo.
Depois de ler seu texto, da uma vontade enorme de aproveitar cada minuto da vida ao lado da pessoa que amamos e dizer sempre: eu te amo.
P.S: faço aniversário junto com o Francisco!!!

um abraço apertado

Ana Luiza

Ju De Mari disse...

Só de imaginar o tamanho dessa falta a gente praticamente desaba junto...Mas as palavras, que herança forte e bela você deixa pro Cisco. E linda a foto do outro post. Coisa boa poder recuperar essas memórias. Bjos, Ju

Daniela disse...

Olá...

Li a reportagem na Gloss e logo entrei em seu blog ...não sei se teria a mesma força que vc esta tendo e nenhuma palavra que possa dizer iria confortar ..alias acho q para vc neste momento nenhuma palavra conforta ..so vc sabe a dor que tem ..

Mas parabéns pelo filho lindo que te faz viver

Neuzinha disse...

Como todas as pessoas que passaram por aqui hj eu li a matéria na criativa enão pude deixar de da uma olhadinha.
Quando li sua estória fiquei bastante emocionada, pois uma pessoa que amo muito tmb perdeu alguém assim, com um filho ainda pequeno.
Mas tenho as minhas convicções e acredito realmente que seu marido esta sempre junto de vc, então não se sinta tão só... Até pq o Francisco é uma parte dele que esta junto com a sua pra sempre.
Beijos infinitos e fique bem! Sempre bem.

Carolina Arêas disse...

Querida, suas palavras são sempre tão tocantes. Tocam a alma de quem as lê...

Anônimo disse...

tbli sua matéria na criativa. Emocionante. Saõ muitas as estórias das dores humanas, e podemos aprender com cada uma delas. Não se esqueça nunca que vc teve um grande amor, é tão raro hoje em dia. E ter um sorriso se abrindo pra vc todo dia, deve ser maravilhoso.
Deus os abençoe!
beijo no coração
do frasncisco tb

Dan disse...

Emocionante. O amor incondicional aos filhos é coisa que não apetece a qualquer ser vivente.
Li todos os posts, o inaugural fez o note aqui ficar úmido.

Que a vida lhe seja leve...
Dan

AdriB. disse...

Guria, teu blog é lindo.
É lindo o que tu sente e é lindo a forma como vive isso. (e o que tu escreve é uma delícia).

Caí aqui sem querer. Curiosa do que seria um blog chamado "para Francisco". E meu sábado tomou um novo ar.
Brigada!

Ká disse...

Olá Cris,

Eu não conheci seu blog através das revistas, como a maioria das meninas que postaram agora, foi uma grande amiga que me passou o link, primeiro do Hoje vou assim, e aí o do Para Francisco. E fiquei tremendamente encantada e emocionada com cada palavra, cada linha que vc escreve. É de uma delicadeza que nunca vi em toda minha vida. Fico imensamente feliz que existam pessoas como vc, que conseguem transformar o mundo. O mundo do Guilherme, o do Francisco, e o meu tb, pq não?
Beijos e abraços e pensamentos positivos sempre.

Kika disse...

Cris,

Que bom que você percebeu que os dois se encontraram em você!

Eles podem ter se perdido um do outro, mas também, de algum modo, ambos se encontraram em você...

É um pensamento bom.

Beijos,

K

Pequena disse...

Lindo isso, Kika. Querida.

Pequena disse...

Queridas e queridos que aqui deixam as mensagens mais lindas: a cada dia eu me surpreendo com esse retorno. Bom demais ver que a dor da falta vira alegria e aprendizado (também para mim, e muito!) ao dividi-la com vocês.

Um grande beijo.

Rebeca disse...

Belo!
Apesar de parecer triste, seu blog não é, ele celebra o amor e a vida. O amor em suas múltiplas formas. Ninguém deixa de amar e querer, desejar quem foi primeiro. Uma vez li na Bílbia que "O amor jamais acaba", e sei que é verdade, creio que ele se transforma. Você teve a grande sorte de ter encontrado seu Amor,um amor generoso, que se transformou em Seu Filho. Grande abraço.

barb disse...

... relamente impressionante sua historia, é de emocionar e de quere ler, ler cada vez mais.
Amo meu marido demais, temos uma filha linda, a Clara, que é nosso anjo da guada e sinto-me cada vez mais entregue a este amor de mulher e amor materno... tenho medo de perde-los... mas da forma como você enfrentou e cria sua historia com realidade é de se espelhar e levantar muitas vezes e dizer sou muito feliz!!! fique com Deus um beijinho para vc e este filho lindo.
Também li sua reportagem na revista criativa e fiquei emocionada.